10 dicas de como aproveitar melhor sua viagem de classe executiva e primeira classe

Pronto! Você conseguiu aquela tão sonhada quantidade de milhas para emitir sua passagem em primeira classe ou executiva, ou até mesmo economizou para poder pagar sua viagem sem precisar desembolsar os pontos.

lufthansa first class terminal

E agora, você pensa – OK, vou emitir minhas passagens – bom, não é tão simples assim pois se você quiser ter uma fantástica experiência voando em cabine premium, precisa seguir essas 10 dicas que eu vou te dar.

Escolha da cia aérea

Com a expansão do número de vôos ao redor do mundo (salve a recessão que estamos vivendo no Brasil) é comum ter mais de 2 cias aéreas operando a mesma rota entre dois pontos. Caso você puder escolher (digo isto pois tem diversos fatores que influenciam como preço, quantidade de milhas, datas, etc), sempre opte por cias em que você sabe que terá um serviço superior. Vamos dar um exemplo entre Chicago e Narita onde temos as cias americanas United e American operando e de outro lado as asiáticas ANA e JAL.

Primeira Classe da JAL no B777-300ER

Primeira Classe da JAL no B777-300ER

 

Primeira Classe da United no B777-200

Caso o preço/custo da passagem não for um empecilho (seja em milhas ou pagante), você sabe que terá uma experiência infinitamente superior se voar com a JAL ou a ANA – tanto no conforto à bordo, amenidades e serviço prestado como por exemplo caviar à bordo, bebidas premium, aeronaves modernas, etc. Portanto é muito importante que você se informe quais cias aéreas operam uma rota antes de tomar uma decisão. Para isto use as ferramentas do Google que já ensinei aqui. 

Da mesma forma que você pode ir para os EUA de Copa Airlines em apertados B737 sem conforto algum, ou ir de United em cadeiras flatbed, wifi à bordo e vôos diretos.

Copa-Business-Class

Escolha da rota

Nem sempre um vôo direto significa maior conforto. Por exemplo – se você voar São Paulo para Miami saindo de Belo Horizonte vai estar em um B767 reformado da American Airlines com pouco espaço na classe executiva, sem entretenimento individual (é entregue um tablet) e sem wifi. Já se você fazer um vôo Belo Horizonte conectando em São Paulo (GRU) e indo pra Miami poderá voar nos modernos B77W com poltronas flatbed, bar à bordo, wifi e um aeronave extremamente nova. Portanto é muito importante que você fique atento às rotas onde novas aeronaves estão sendo implementadas para assim maximizar seu conforto.

Classe Executiva American Airlines B767-300ER (reformado)

Classe Executiva American Airlines B767-300ER (reformado)

Classe Executiva American Airlines B77W

Classe Executiva American Airlines B77W

Escolha da aeronave

Há casos que a mesma cia aérea opere diversos vôos por dia entre um ponto A e B mas com aeronaves diferentes. Por exemplo, a Etihad usa o B77W e o A380 entre Abu Dhabi e Londres. Se você for viajar na Primeira Classe, no B77W são apenas poltronas que viram camas. Já nos A380 você possui sua própria suite, não é a toa que eles chamam de First Class Apartment. No superjumbo você ainda conta com chuveiros e bar à bordo, wifi e um espaço pra lá de amplo no seu assento.

Primeira Classe Etihad no B77W

Primeira Classe Etihad no B77W

 

Primeira Classe da Etihad no A380

Primeira Classe da Etihad no A380

O mesmo acontece com a LATAM por exemplo – ela opera vôos para Manaus com aviões menores A320 e algumas frequências com aviões maiores como B767 e A350 que inclusive contam com classe executiva.

Escolha do assento

Em uma mesma classe pode haver assentos melhores e “piores”. Por exemplo, nos B77W da Singapore Airlines, os assentos da da First Class e também da executiva que ficam na primeira fileira tem um descanso de pés maiores pois ficam no bulkhead (na parede do avião). O mesmo acontece com a Delta nos B767 onde as poltronas da primeira fileira da Business Class tem maior espaço do que as demais.

Escolha do programa de fidelidade

Este ponto é muito importante pois há uma diferença muito grande de valores entre um programa e outro na hora da emissão. Por exemplo, com o programa TAP Victoria você consegue emitir ida e volta para Portugal por 100.000 em classe executiva. Se or emitir os mesmos vôos da TAP pelo Smiles, vai te custar no mínimo o dobro – 200.000. Então é sempre bom comparar para ver onde é mais vantagem usar suas milhas e pontos.

Escolha do horário de partida

Pode parecer um detalhe pequeno, mas faz muita diferença. Por exemplo: A Qatar Airways não oferece serviço de caviar e nem pijamas em vôos diurnos feitos na Primeira Classe. Já nos trajetos noturnos onde a cia oferece jantar, você tem um serviço completo.

Escolha do aeroporto

Eu sempre prezo por optar por vôos saindo de aeroportos onde a cia tem HUB. Vou explicar – se vou voar com a Lufthansa, opto por sair de Frankfurt. Se for com a Emirates – opto por Dubai. Se for sair com a LATAM, opto por GRU. E quer saber o porquê? Porque geralmente onde a cia tem seu centro de distribuição de vôos os serviços – seja em aeroporto ou até mesmo de catering(refeições) é muito mais elaborado e a chance de você ter uma experiência melhor é sempre maior.

Por exemplo, a Air France só serve caviar na Primeira Classe nos vôos que saem de Paris. Caso seu vôo saia de São Paulo e vá para a cidade luz, você não terá a iguaria – mesmo voando na La Première.

Escolha do tempo de conexão

Se você é como eu, um aficcionado por avião e que gosta de curtir ao máximo a experiência de estar voando em uma cabine premium precisa reservar boas horas de conexão entre um vôo e outro. Não adianta pegar uma conexão apertada onde você não poderá desfrutar da sala VIP e nem das amenidades oferecidas aos passageiros. Por exemplo – voando na Primeira Classe da Lufthansa para Europa (conectando em Frankfurt) você tem direito a usar um Porsche gratuitamente e dirigir pela cidade por até 3 horas, ou seja, se você pegar uma conexão apertada, não poderá aproveitar os mimos que a cia oferece.

IMG_0919

Escolha da Sala VIP

Em grandes aeroportos a mesma cia ou aliança pode oferecer diversas salas vips pelos terminais. Em São Paulo por exemplo, se você voa com qualquer cia da oneworld pode optar pelo lounge LATAM ou o Admirals da American Airlines. Em Dubai, voando de Primeira Classe, você pode escolher a mega sala vip que ocupa o quarto andar inteiro do terminal com inúmeras facilidades, ou apenas a sala VIP comum que fica na outra ponta do aeroporto.

Em Frankfurt acontece o mesmo, a Lufthansa possui lounges para Primeira Classe no terminal principal do aeroporto, ou você pode esperar seu vôo no terminal privativo exclusivo para passageiros voando First Class – que é espetacular.

Screen Shot 2016-08-15 at 19.29.24

Pesquise e se informe

Aí você me pergunta – mas como saber de tudo isto? Lógico que depois de 5 anos de experiência aqui no Passageiro de Primeira, o meu know-how vem de experiência própria. Mas nem sempre foi assim – a minha curiosidade e meu desejo de aprender e fazer valer o dinheiro investido nas passagens sempre falou mais alto. Eu chegava a passar madrugadas procurando informações sobre rotas, aeronaves, conexões, serviços e comodidades que as cias ofereciam aos passageiros premium justamente pois eu queria experimentar de TUDO. Lógico que hoje o banco de dados do site é bem amplo e vocês conseguem ter ótimas informações por aqui, mas isto não é nem 10% do que a internet pode oferecer. Por isto sempre falo: pesquisem, não tenham preguiça, parem de esperar que as informações vão sempre chegar prontas –  a oportunidade quem faz somos nós!


Bom pessoal, eu espero que com essas dicas você possa maximizar e otimizar melhor as suas emissões de passagens tanto em Primeira Classe quanto em executiva e que você possa desfrutar ao máximo dessa experiência que é voar com mais conforto.

Quem tiver mais dicas pode postar nos comentários!