A volta dos Jatos Supersônicos?

Notícias

Por Fábio Vilela

Semana passada saiu uma reportagem na revista inglesa The Economist sobre a possível volta dos jatos supersônicos.

Como vocês sabem nos anos 70, o Concorde revolucionou a aviação com aviões 2x mais rápidos que a velocidade do som, mas infelizmente, depois do grave acidente com o jato da Air France, todos eles foram aposentados.

Em 2017, a corrida para o relançamento de um avião supersônico iniciou um novo capítulo! A GE Aviation e a startup Aeroin anunciaram uma joint venture para desenvolver o AS2: o primeiro jato supersônico executivo!

E este não é o único projeto em desenvolvimento. A Japan Airlines anunciou investimento de USD10 milhões em outra empresa, a Boom Technology, pré-encomendando 20 unidades de jatos!

A promessa das empresas envolvidas é de que a viagem entre NYC e Londres dure apenas 2 horas e meia. Como comparação, se considerarmos esta mesma velocidade, a viagem entre São Paulo e Miami demoraria menos de 3 horas! Para NYC, seriam 3 horas e meia e para Londres, somente 4 horas!

Bom, da minha parte fico muito entusiasmado com a possibilidade de voar em algo parecido com o Concorde, mas ao mesmo tempo tenho dúvidas se trocaria um bom e longo voo de Primeira Classe, com bar e chuveiro a bordo, garrafas de Dom Perignon, Krug servidos por uma rápida viagem em poltronas que não deitam!

E vocês, o que prefeririam: menos tempo em um voo pouco confortável ou mais tempo em uma cabine premium de verdade? Aliás, quem já viajou no Concorde? Pelos relatos que já li parece que era uma experiência única no quesito chiqueza e elegância, o ápice da ostentação da aviação, rs.

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis