AAdvantage anuncia grandes mudanças no programa para 2016

Como já era de se esperar o AAdvantage anunciou algumas mudanças para o programa a partir de Janeiro de 2016.

Qualificação

A partir de 2016 os Elite Qualifying Points (EQP) não irão mais existir, portanto o único modo de receber upgrade de categoria será por Elite Qualifying Miles (EQM) ou Elite Qualifying Segments (EQS).

OBS: Hoje o status é válido até Fevereiro de cada ano, mas a partir de 2017 ele será válido até 31/JAN.

Os EQM’s e EQS’s continuarão valendo para todos os vôos da AA, parceiros da oneworld, Alaska Airlines e vôos marcados como sendo AA mas operados por outras cias.

Além disto você continuará a ganhar EQM’s em todas as passagens compradas. Já na classe econômica de tarifa cheia, classe executiva e primeira classe nos vôos operados e marcados como AA você poderá ganhar mais, veja:

  • 3 EQMs por milha – Primeira Classe e Executiva – Tarifa cheia
  • 2 EQMs por milha – Primeira Classe e Executiva – Tarifa com desconto
  • 1.5 EQMs por milha – Econômica – Tarifa cheia
  • 1 EQM por milha – Econômica – Tarifa com desconto

A quantidade de EQM acumulada nos parceiros aéreos também irá mudar e você pode conferir aqui.

Requerimentos para qualificação

Os requerimentos para qualificação serão conforme abaixo sendo que é necessário pelo menos 4 segmentos voados na AA para subir de categoria.

Screen Shot 2015-11-17 at 17.09.36

Systemwide Upgrades

Hoje quem se qualifica para o nível máximo – Executive Platinum – recebe 8 systemwide ugprades (SWU’s) que pode ser usado para fazer upgrade de econômica para business ou de business para first em qualquer tarifa paga.

A partir de Janeiro de 2016, se você se qualificar para EXP vai receber somente 4 e caso você voe 50,000 EQM’s além dos 100,000 EQM’s você receberá mais 2, podendo chegar a 4 no total de SWU’s extras.

Upgrades de 500 milhas

  • Membros Gold e Platinum receberão 4 upgrades de 500 milhas a cada 12,500 EQM’s voadas durante o ano de qualificação.
  • O preço que hoje é de 30U$ vai subir para U$40 caso você opte por comprá-los.
  • O mesmo vale caso você decida usar milhas para comprá-los – o novo valor será de 40.000 milhas para 8 upgrades.

Acúmulo baseado na tarifa

Já no segundo semestre de 2016 as passagens compradas em vôos American e marcados como AA acumularão as Award Miles baseado no preço e no seu status, conforme abaixo:

  • 5 milhas por U.S. dollar – AAdvantage member
  • 7 milhas por U.S. dollar – Gold
  • 8 milhas por U.S. dollar – Platinum
  • 11 milhas por U.S. dollar – Executive Platinum

Neste quadro vocês conseguem ter uma idéia baseado em um preço de uma passagem.

Screen Shot 2015-11-17 at 17.15.50

Bom existem duas linhas de raciocínio e eu não sei qual é a certa.

A primeira seria:

Passagem GRU-MIA-GRUA – custo U$1.000 e 8.144 milhas voadas

  • Cliente AAdvantage: 8.144 milhas + 1.000 x 5 = 13.144 milhas
  • Cliente Gold: 8.144 milhas + 1.000 x 7 = 15.144 milhas
  • Cliente Platinum: 8.144 milhas + 1000 x 8 = 16.144 milhas
  • Cliente Executive Platinum: 8.144 milhas + 1000 x 11 = 19.144 milhas

Já a segunda seria:

Por exemplo: Passagem GRU-MIA-GRUA – custo U$1.000 e 8.144 milhas voadas

  • Cliente AAdvantage: 1.000 x 5 = 5.000 milhas
  • Cliente Gold:  1.000 x 7 = 7.000 milhas
  • Cliente Platinum: 1000 x 8 = 8.000 milhas
  • Cliente Executive Platinum: 1000 x 11 = 11.000 milhas

Ou seja, se você voar SP-HONG KONG e a passagem for U$1000 e voar SP-MANAUS e o preço for U$1000 também você vai acumular a mesma quantidade. A diferença é que na passagem pra Ásia você qualificaria mais rápido para status baseado na distância.

Milhas bônus para quem voa em Executiva e Primeira Classe

A AA vai continuar a sua promoção até o segundo semestre de 2016 dando milhas bônus para quem voar de Executiva e Primeira.

Screen Shot 2015-11-17 at 17.46.13

Tabela de resgate

A tabela de resgate também vai mudar e os novos valores passarão a ser efetivos a partir de 22/03/16. Lembrando que até o dia 21/03/16 você pode resgatar usando a tabela antiga mesmo sendo para vôos após esta data.

Abaixo vocês conseguem ver para vôos saindo do Brasil – para ver os demais clique aqui.

Classe Econômica

Notem que o Off-Peak de 20.000 milhas para um trecho em econômica para/de o Brasil acabou.

Screen Shot 2015-11-17 at 17.18.20

Classe Executiva

Screen Shot 2015-11-17 at 17.18.27

Primeira Classe

Screen Shot 2015-11-17 at 17.18.34

Notem que os resgates subiram bastante principalmente para Primeira Classe. Hoje um trecho entre Brasil e EUA custa 62,500 e agora vai custar 85,000. Já em executiva custa 50,000 e vai passar a custar 57,500. 🙁

Por outro lado resgates dentro do Brasil ficaram mais baratos e agora vão custar 7,500.

Screen Shot 2015-11-17 at 17.20.45

Já em relação aos parceiros também haverá mudanças e uma das mais significativas é entre os EUA e os países da Ásia (região 2). A primeira classe vai pular de 67,500 para 110,000! Bye bye Cathay Pacific.

Screen Shot 2015-11-17 at 17.38.07

Outro trecho que também sofreu um reajuste significativo é para voar entre Europa e Oriente Médio/Índia em First que hoje custa 40.000 e vai pular para 62,500 – É este resgate que faço para voar no First Class Apartment da Etihad.

Screen Shot 2015-11-15 at 19.01.14

Para conferir a tabela para resgates em parceiros, clique aqui.

Todas as informações das mudanças podem ser acessadas no site do programa – por enquanto somente em inglês.


 

Bom, com todas as cias americanas como United e Delta movendo seus programas para o que chamamos de “revenue based” já era de se esperar que o AAdvantage também entrasse nesta linha.

Além disto a alteração na tabela de resgate reflete que o que a cia cobra hoje já não condiz com o cenário atual dos FFP. Ruim pra nós, lucro pra eles!

O que acharam das mudanças? Só pontos negativos ou conseguem ver algo de bom? Quero saber a opinião de vocês!