Acionistas da Marriott e Starwood votam a favor da fusão

A Marriott e a Starwood anunciaram que nas assembleias extraordinárias de acionistas separadas, os acionistas de ambas as empresas aprovaram as propostas relativas à aquisição da Starwood pela Marriott, que criará a maior empresa hoteleira do mundo. Os detentores de mais de 97 por cento das ações da Marriott presentes e votantes na reunião, representando mais de 79 por cento das ações em circulação, votaram a favor de uma proposta de emissão de ações ordinárias da Marriott ligada à transação, e os detentores de mais de 95 por cento das ações da Starwood presentes e votantes na reunião, representando mais de 63 por cento das ações em circulação, votaram a favor de uma proposta para aprovar a transação.

Screen Shot 2016-04-11 at 08.06.16

Arne Sorenson, presidente e CEO da Marriott, disse: “Com o sucesso desse marco de hoje da aprovação dos acionistas, estamos muito mais próximos de concluir a nossa transação. As nossas equipes continuam a planejar a integração de nossas duas empresas, e estamos comprometidos com uma transição oportuna e suave. Agradecemos o voto de confiança dos acionistas na nossa capacidade de gerar valor no longo prazo, assim como na oportunidade como companhia combinada”.

Thomas B. Mangas, CEO da Starwood, declarou: “A votação de hoje é um passo significativo na direção da conclusão, e somos gratos pelo continuado entusiasmo e apoio a esta fusão. Não há dúvida de que esta operação coloca a nossa empresa no melhor caminho a seguir, e continuamos entusiasmados com a oportunidade que esta combinação criará para os nossos acionistas, associados, proprietários e hóspedes”.

No fechamento da transação, os acionistas da Starwood receberão 0,8 ações ordinárias da Marriott mais US$ 21,00 em dinheiro por cada ação ordinária da Starwood.

Conforme anunciado anteriormente, realizada a análise prévia à fusão, as partes receberam a autorização das agências antitruste dos Estados Unidos e Canadá e de várias outras jurisdições. A operação continua dentro do cronograma para ser concluída em meados de 2016, dependendo ainda da conclusão da alienação prevista da Starwood de seu negócio de propriedade compartilhada, prevista para ou em torno de 30 de abril de 2016, além da obtenção das aprovações regulatórias restantes, entre as quais da União Europeia e da China, além da satisfação de outras condições habituais de fechamento.