American Airlines Flagship Check-in e Flagship Lounge – Aeroporto de Los Angeles (LAX)

Lounges Salas VIP

Por Fábio Vilela

Chegando em Los Angeles eu poderia ter ido direto pra sala VIP da American para poder esperar meu próximo vôo [já que eu já estava na área segura] – mas como sou muito querido, eu desembarquei pra poder mostrar pra vocês a experiência do Flagship Check-in, que hoje está disponível nos aeroportos de Chicago, Miami, Londres, Nova York (JFK).

No aeroporto de LAX ele fica no Terminal 4 – na calçada onde você para o carro para deixar o passageiro, e funciona das 04AM até 01AM.

IMG_4648

A cia oferece esta opção de check-in diferenciado para os seguintes passageiros:

  • Clientes com status Concierge Key (uma categoria “oculta” somente mediante convite) ou que tenham comprado o serviço “Five Star Service”.
  • Viajando na Primeira Classe da AA nos vôos transcontinentais de 3 classes.
  • Viajando na Primeira Classe da AA em vôos internacionais ou cias elegíveis da oneworld. (British Airways, Cathay Pacific, Finnair, Japan Airlines e Qantas) [OBS: Não entendi porque a Finnair está listada já que ela não tem First]

Quem tiver status Emerald em outra cia não pode usar esta facilidade.

Chegando lá um funcionário me acompanhou até o check-in o qual possui uma pequena sala de estar com poltronas. Como eu já estava com tudo pronto e a mala já tinha sido despachada em Dallas não tive muito o que fazer, rs. Terminando de checar as informações no computador o funcionário falou que eu estava pronto para embarcar.

IMG_4649

Aí um outro funcionário me acompanhou através de um elevador “privativo” e me levou até a fila da segurança do TSA. Mas não cortou a fila nem me deu prioridade, ou seja, não serviu pra nada – eu poderia ter ido sozinho.

Veja o balcão do Flagship check-in da AA – bem bacana o ambiente!

IMG_4651

Então passei na segurança e fui pro Flagship Lounge – que fica dentro do Admirals Club, próximo ao portão 40.

Assim que você passa na recepção do Admirals e eles checam sua elegibilidade você recebe um cartão magnético para poder acessar esta sala. A AA tem estes lounges dedicados nos aeroportos de Chicago, Los Angeles, Nova York e Londres.

Os critérios para entrada gratuita são:

  • Estiver viajando na Primeira Classe de um voo internacional comercializado e operado pela American Airlines. O acesso ao lounge também é válido em itinerários no mesmo dia que incluam um trecho internacional qualificado.
  • Estiver viajando na Primeira Classe de um voo transcontinental sem escalas, de três classes, comercializado e operado pela American Airlines. O acesso ao lounge também é válido em itinerários no mesmo dia que incluam um trecho transcontinental qualificado.
  • For um cliente AAdvantage Executive Platinum da American Airlines com partida ou em conexão com um voo internacional operado e comercializado por uma companhia aérea da oneworld, em qualquer cabine.
  • For um cliente da Primeira Classe internacional da oneworld com partida ou em conexão com um voo comercializado e operado pela oneworld.
  • Um cliente oneworld Emerald com partida ou em conexão com qualquer voo comercializado e operado pela oneworld, em qualquer cabine. O acesso é válido em um itinerário no mesmo dia.

Lembrando que os clientes AAdvantage Executive Platinum/Emerald da American Airlines somente em itinerários na América do Norte não estão qualificados para obter acesso ao Flagship Lounge. A América do Norte é definida como os EUA (incluindo Havaí e Alasca), Canadá, México (exceto Cidade do México), Bermudas, Bahamas e Caribe.

A sala é nada mais quem um grande corredor com diversas poltronas – seguindo exatamente a mesma decoração do Admirals Club comum.

Há algumas poltronas mais “elaboradas” que possuem fones de ouvido e design mais arrojados.

IMG_4659

O lounge oferece um pequeno business center com computadores e uma cabine individual para uso.

A grande diferença (e única) do Flagship Lounge é o buffet – que conta com uma quantidade maior de bebidas premium além de opções quentes mais variadas.

Todo o esquema do bar/buffet é self-service.

Vejam as opções que eram oferecidas.

Notem que tinha arroz, verduras, carne, frango, sanduíches, etc. Uma variedade até grande para um lounge americano, não acham?

Fiquei lá boas horas – aproveitei para carregar meu telefone que estava sem bateria e por um pouco da vida em dia. O wifi da sala era de ótima qualidade e ficou operante o tempo todo.

Faltando uns 40 minutos pro embarque solicitei uma cabine de banho – queria viajar renovado para poder dormir melhor.

O shower room tem uma decoração bem estranha – as paredes me lembra a casa das prima lá do BeRRRlândia, rs! Dá para notar que é bem antigo e que faz tempo que não passa por uma reforma.  O tamanho é até razoável e atende bem a necessidade do cidadão.

Os produtos para o banho ficavam em dispensers na parede do box.

O chuveiro estava super mal cuidado, sujo e com ferrugens. A pressão da água era uma vergonha – parecendo um pinga pinga. É lamentável a cia manter o lounge mais sofisticado do seu portfolio nestas condições, concordam?

Bom pessoal, como vocês podem ver o único diferencial desta sala fica por conta do buffet e da privacidade – que você tem um pouco mais. Mas tirando isto, ela segue o mesmo padrão de lounge americanos – sem graça e sem nenhum benefício significativo para prestigiar o cliente de First, concordam?

Avaliação

  • Tamanho:
  • Atendimento:
  • Internet:
  • Conforto:
  • Buffet:
  • Chuveiros:
  • Business Center:
  • Entretenimento:
  • Limpeza:
  • Ocupação:
Média
7.3

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis