Análise completa do que mudou no sistema LATAM Fidelidade e Multiplus!

Programas de fidelidade 61

Por Alexandre Zylberstajn

Pessoal, é o Ale!

O post tem este título, mas poderia muito bem ser: “Consultoria gratuita para a Multiplus e a Latam!” rs!

Passei um bom tempo nesses últimos dias testando o novo sistema e estou pronto para apresentar minhas percepções sobre as mudanças. Não estou poupando críticas quando merecidas – tampouco estou exagerando no que realmente acredito que agrega valor à experiência do usuário.

Imagino que existam outros pontos a ser levantados e, no final do post, convido todos vocês a complementarem e opinarem nos comentários.

Vamos lá!


PONTOS POSITIVOS

Todos os voos do GRUPO LATAM estão disponíveis até o último assento

Antes da integração do sistema era possível acessar disponibilidade por pontos em todos os assentos dos voos operados apenas pela LATAM Brasil; já para os voos do resto do grupo LATAM havia restrições.

Agora passam a ser disponíveis todos os assentos dos voos operados por qualquer empresa do grupo LATAM (Latam Chile, Peru, Colômbia, Brasil etc), aumentando muito as possibilidades de resgate.

Vejam os exemplos entre São Paulo – Los Angeles e São Paulo – Miami. Antes aparecia apenas os voos da LATAM Brasil, mas agora também aparecem opções com as outras empresas do grupo. Na prática, as possibilidades para emissão a destinos operados pelo grupo aumentou BRUTALMENTE. Encontrei dias com mais de 30 opções de conexões.

São Paulo – Los Angeles:

São Paulo – Miami:

OBS: É claro que nem todos têm interesse em ir para MIAMI com 2 escalas e demorando 19 horas, mas eu prefiro TER a opção. Boa ou ruim, eu prefiro  escolher. Então considero um ponto positivo independentemente das escalas e valores apresentados.


Calendário com opções de ida/volta

Ao pesquisar voos de ida e volta é possível acessar uma opção onde é disponibilizada uma espécie de matriz com opções de datas e valores de resgate, facilitando a busca pela emissão mais barata.

A ideia da ferramenta é muito boa, porém precisa ser melhorada. Não conseguimos saber, por exemplo, se o voo apresentado tem escalas ou não. Eu pessoalmente tolero para os EUA somente 1 parada. Sem clicar no dia e avançar para a próxima tela, no entanto, não consigo dizer se a oferta é boa para mim:

Apesar de precisar de vários filtros (especialmente o de “voo direto”), gosto deste formato. Antes não tinha e agora tem.


Parceiras Oneworld

O novo sistema está mostrando voos das parceiras OneWorld de forma online, o que me agrada muito! Provavelmente foi o maior avanço na alteração!

Quero lembrar aqui que se um voo de parceira não aparece, não é necessariamente culpa da LATAM. O que pode ocorrer é a parceira não ter mais assentos disponibilizados para a LATAM. Recomendamos, nesses casos, que efetue a mesma busca no site de outra companhia para verificar se realmente não há disponibilidade (como buscar na American Airlines voos na OneWorld).

No novo site da Multiplus encontramos voos da American Airlines, Cathay Pacific, Qatar…

Porém, não conseguimos encontrar disponibilidade em voos da Iberia e da British, ainda que pelo site da American Airlines eles apareçam:

Nada deles aparecerem no site da Multiplus, o que considero um erro, mas temporário. Deve voltar… Mesmo porque no sistema antigo tinha!

 


Pesquisas de voos fora do Brasil

Agora é possível pesquisar voos em que a origem/destino não é o Brasil. Antes não era permitido. Vejam alguns exemplos:

Singapura – Sydney:

Dallas – Tóquio:

Miami – Nova York:


Mais opções de cidades para pesquisar

Agora existem diversas cidades disponíveis para realizar as buscas.  Dallas, Aspen, Seattle e várias outras não podiam ser pesquisadas antes. Agora podem! Muito prático!

Não sei qual foi o critério utilizado pela LATAM, mas verifiquei que nem todas as cidades operadas por parceiros foram incluídas: Eagle (EGE), Santa Barbara (SBA), Bali (DPS) entre várias outras.


LATAM Pass e LATAM Fidelidade juntos na Multiplus

Com o novo sistema agora as duas contas estão unificadas. Se você for LATAM Pass, mas seu endereço for no Brasil, seus resgates serão feitos todos pela plataforma da Multiplus.

Obs: Temos relatos de gente que era  Black no Latam Pass e “perdeu” o status após a migração. Minha recomendação é ligar ou enviar uma mensagem pelo Facebook da LATAM (não Multiplus).


Taxa de combustível

Continuam a não cobrar taxa de Combustível, mas sabemos que as vezes ela acontece. Minha recomendação se acontecer é ligar na central. Eles costumam isentar. Aqui eu peço ajuda de vocês, pois não tenho como saber… O sistema só mostra na última página!


PONTOS NEGATIVOS

Perda do calendário com a menor tarifa

Sistema antigo:

Antes era possível acessar o calendário mensal com a menor tarifa disponível em datas diferentes para cada trecho.

screen-shot-2016-11-30-at-12-01-08

Sistema novo:

Como já dissemos, agora existe a opção de verificar datas próximas encontrando o menor valor de emissão combinado entre ida e volta, mas a ferramenta precisa ser melhorada para igualar ao sistema anterior, no qual era possível não só analisar trecho a trecho, como obter uma visão mensal da quantidade de pontos a cada dia. Para mim, foi uma GRANDE perda e precisam trabalhar para voltar como era antes como prioridade!


Tela de resultados da pesquisa

Sistema antigo:

No sistema anterior a tela de resultados já apresentava os valores para emissão em diferentes classes.

Sistema novo:

Agora, os mesmos aparecem apenas para a classe que você selecionou na tela de pesquisa. Caso você queira alterar, por exemplo, de econômica para executiva, você obrigatoriamente tem que retornar para a tela inicial.

Veja no exemplo que só aparece uma classe, a que colocamos na tela inicial de pesquisa:


Alterações de pesquisa na tela de resultados

A tela de alteração de pesquisa no topo da página deveria trazer a opção de escolher a classe que você quer (ainda mais que não são mais exibidos os resultados de todas as classes). O sistema atual exige que você volte para a página inicial caso queira alterar a classe e faça toda a pesquisa novamente.


Resgates por quantidades absurdas em alguns trechos

Acredito ser pontual, mas alguns trechos estão apresentando valores de resgate ABSURDOS saindo de SAO! Vejam alguns exemplos:

Hong Kong (com parceiras): 590.000 pontos (o trecho de executiva)

Sydney (com a LATAM): 592.000 pontos (o trecho de executiva)

IMPORTANTE: Como já falei algumas vezes, eu gosto e uso muito a Multiplus. Sou sensível a alteração de pontos e minha percepção é que as emissões ficaram mais caras nos últimos meses. Não estou falando dos casos acima (que são ultra altos) e sim do geral. Austrália e Nova Zelândia por 110.000 pontos virou LENDA! Supostamente devíamos ter mais acesso a estes voos e pelo que procurei, piorou.


Onde estão os filtros?

Sistema antigo:

No sistema antigo era possível utilizar filtros e ordenar os resultados:

Sistema novo:

A tela de resultados atual não possui nenhuma opção de filtro: seja ele por pontos, por horário, por duração do voo, por número de escalas, por cia aérea…  apesar de mostrar muito mais opções de voos, não há um filtro sequer para lhe auxiliar a selecionar o que mais lhe convém:


E a primeira classe?

O sistema de pesquisas continua não dando a opção de busca por tarifas de primeira classe, ainda que mostre resultados de parceiras que as disponibilizam. POR QUÊ?


Continua o BUG da quantidade de pontos diferentes na “barra de calendário” e nos resultados

O velho “bug da barra de calendário” continua no sistema novo: é apresentado um resultado na parte superior que requer determinada quantidade de pontos, porém, ao analisar as opções de voos daquele dia, não é possível encontrar o voo correspondente.

Neste exemplo, o calendário mostra um valor menor que não aparece nos resultados:

Mas o oposto também acontece! Neste caso, o calendário mostra um valor maior do que os dos resultados:

Classifico isso como negativo: os valores têm que “bater” entre o calendário e a seleção de voos, mesmo porque do contrário a tela de “combinação de melhor tarifa” deixa de ser útil.


Tabela diferenciada LATAM Black?

Outra coisa que reparei foi em relação à tabela de resgate diferenciada para clientes Black. Lembro que um resgate em classe executiva entre São Paulo e Londres custava 104.000 pontos para os demais clientes e 92.500 para clientes Black.

Simulei as pesquisas sem estar logado e depois entrando com meu usuário. Vejam o que encontrei:

Sem logar – 92.500 pontos:

Logado – 92.500:

Será que eles diminuíram o valor de resgate para todos os clientes? Se for assim: vão diminuir mais ainda para os clientes Black (tabela diferenciada), ou vai voltar tudo ao que era antes?


OUTRAS OBSERVAÇÕES

Novo Aplicativo LATAM

A LATAM modificou totalmente seu aplicativo, com um layout mais agradável e disponibilizando diversas funções. Destaco algumas:

  • Cartão de embarque 100% digital.
  • Avisos sobre abertura do check-in.
  • Avisos sobre imprevistos (alteração, atraso etc) permitindo alterações pelo cliente, sem custo, direto no aplicativo.
  • Adiantamento de voo pelo app no mesmo dia da viagem
  • Rápido acesso ao seu cartão fidelidade

Para baixá-lo clique no link referente ao seu dispositivo: App Store (iOS) ou Google Play (Android).


Redução da janela de check-in antes do voo

Antes o check-in era disponível a partir de 72 horas antes do voo; agora o serviço é disponibilizado apenas 48 horas antes.


Dados do passageiro

Não vi melhorias em relação a dados de “PASSAGEIROS SALVOS” e do cartão de crédito – poderiam ter tudo armazenado (com segurança, claro).


Alterações nas Parcerias

Turkish e Air China deixaram de ser parceiras para resgate de passagens. Alaska Airlines entrou, mas ainda não consegui simular um resgate.


Incongruência de informações (MUITO IMPORTANTE)

A LATAM em sua página de resgate com parceiros Oneworld informa que:

“Quando a viagem ocorrer da região A para a região B, sem escalas, a cobrança será com base nessas duas regiões. Se a viagem for da região A para a região B passando pela região C, a cobrança deverá englobar todas as regiões percorridas nesse caso, também a região C.”

Como a tabela de resgates é fixa (veja aqui), um voo direto entre EUA e Ásia Oriental deveria custar 100.000 pontos por trecho em classe executiva voando com parceiras Oneworld.

Vejam que não é isso que o sistema mostra. Aqui está custando 155.000 pontos:

O sistema está somando a quantidade de pontos necessária para cada um dos voos (100.000 + 55.000), apesar de se tratar de uma passagem entre dois continentes sem passar por nenhuma outra região! Isso se repete para vários destinos.

Do Brasil para Asia em executiva, deveria custar 110.000 pontos (pela tabela). Esses resgates sumiram, mas acredito que seja pelo problema de disponibilidade com a British/Iberia, que sumiram do site.

Neste pontos o sistema a Latam precisa se decidir. Se vai cobrar a somatória dos trechos ou origem/destino. Do jeito que esta, o call center não consegue honrar a tabela publicada, alegando a regra acima… Uma confusão.


Páginas dando erro ou fora do ar

A analise só não foi mais extensa pois existem páginas que estão mostrando erros ao acessar. Durante minha navegação aconteceu várias vezes:

Assim como outras que estão fora do ar, como essa do Upgrade por pontos:


Minha dica para a LATAM

Se tivesse que dar uma dica para a LATAM seria: ME CONTRATEM COMO CONSULTOR! Rs… Brincadeiras à parte, a dica é: vejam o site da UNITED MilleagePlus.

Já falei aqui no site por que considero o sistema de pesquisa da United o mais prático, mostrando todas as funções que me agradam. Mas se for para resumir tudo que disse no post, basicamente seriam:

FILTROS: Sim, muitos deles! Em todos os campos! E vou além: que permitam ordenar e classificar os voos pelo que você procura (valor, duração, escalas etc).

TUDO NA MESMA PÁGINA: Pode parecer exagero, mas ter que ficar carregando páginas no navegador não é uma experiência agradável. O sistema da United permite alterar pesquisas, visualizar calendário mensal e outras mudanças sempre na MESMA PÁGINA. Ele carrega as novas informações sem ter que carregar a página inteira. É uma experiência para o usuário totalmente diferente.


Ainda fico devendo um post sobre meu bate-papo com gerente do programa de fidelidade do programa. Falei sobre a alteração do regulamento por 10 minutos e outros 50 foram de abordagens gerais (inclusive sobre algumas questões levantadas acima).

Sei que é tudo muito recente e que melhorias serão implementadas. Temos que ter paciência, a migração é mesmo complexa e agora eles devem começar a tratar os problemas e espero que leiam o Passageiro de Primeira :)!

E vocês? Tem mais sugestões para dar? Faltou alguma coisa?

Comentem também no meu Instagram: Ale_Zylberstajn


OBS: Este é o link para análise da alteração no regulamento, que visa coibir a comercialização de pontos.

Publicidade
Publicidade

61 respostas para “Análise completa do que mudou no sistema LATAM Fidelidade e Multiplus!”

  1. MARCOS HENRIQUE disse:

    Boa noite,

    o upgrade de passagens emitidas com as parceiras por pontos continua fora do ar?

  2. mari disse:

    Ainda nada de Iberia ou British!!! Ajudem aí! Mandem uma pergunta para a Latam, se é erro temporário ou se acabou mesmo 🙁

  3. Henrique disse:

    Olá Alê, parabéns pelo post, brilhante!
    Uma dificuldade que estou tendo se refere ao novo sistema não entender CHG e GRU como mesma cidade. Se simulo um voo de RAO-MIA por exemplo, como a partir de RAO a Latam voa apenas para CGH (São Paulo – Congonhas) e pra Miami o voo decola de GRU (São Paulo – Guarulhos), não exibe esta opção.
    O sistema disponibiliza apenas voos via GIG, pois aí então seria: RAO-CGH-GIG-MIA.
    Enviei email pra a Multiplus explicando isso é até me responderam, mas acredito que não vão analisar o caso, pelo menos não pela minha mensagem.
    Imagino que outros voos estejam com o mesmo problema! Abraços!

    • Neuris disse:

      Boa noite, o mesmo acontece no meu caso, sumiram os voos internacionais para NVT, acho que o “maravilhoso” novo sistema da LATAM não encontra porque eles não têm voo NVT-GRU. Procurei nas mesmas datas CDG, MAD, FCO-NVT e não tem disponibilidade daí testei FLN, CWB e tem. Você pode confirmar isso? Alias o mesmo acontece com JOI

  4. Fernando Biaze disse:

    Quando aparecia na “Barra de Calendário” uma pontuação, e abaixo, ela não existia, o Call Center emitia, honrando o que estava na “Barra”. Só tentei uma vez, e eles fizeram !! Sabem se continua assim ?

  5. Gustavo Machado disse:

    Ola Ale e Fabio, muito boa analise como sempre !!
    Entendemos o periodo de migração e ações que precisam ser feitas. O que não dá para entender são os valores absurdos que a LATAM está cobrando para resgate. Totalmente inflacionada e fora dos padroes aceitaveis.
    Voos para Asia em ECO acima de 110 K.
    Saidas de BSB por exemplo para EUR e ASIA,com conexoes em SP ou RIO, adicionam valores enormes.
    A tabela de resgate está longe de ser utilizada. Chega a ser falta de respeito com seus clientes que são fidelizados.
    Tenho um grupos de amigos que viajamos com frequencia e é unânime a decepção com a LATAM nos ultimos tempos.

    Abraços,
    Gustavo

  6. Antonio Saboia disse:

    Ale,

    Estou procurando a dias e realmente os voos de British e Iberia sumiram. No entanto, eu juro pra você que no sabado ou domingo, eu consegui achá-los pelos preços que habitualmente achávamos. Espero (rezo) que seja um erro momentâneo.

  7. Luke disse:

    Alê, está de muitos parabéns pela análise!

  8. Carlos disse:

    Ale, tudo bem?
    em primeiro lugar, PARABÉNS pela incrível análise. Um banho, uma aula para o pessoal da Latam. Acho honestamente que antes de lançar a renovação deveriam ter convidado um grupo de beta testers para feedback e análise do ponto de vista da usabilidade. Seria lindo se eles levassem em conta os pontos que vc indicou neste post. Alguns acho que devem estar no forno pra serem ajustados, mas outros mais cruciais acho que ficarão do jeito que estão. A forma como a Lan tomou conta da Tam foi muito voraz, eu achei. Acho que vai ser mais uma coisa top down e dane-se o Brasil. Fico triste por não termos mais uma companhia legitimamente brasileira pra nos orgulhar, mas enfim, paciencia. Saudades dos bons tempos da Tam (e indo mais fundo, da Varig em sua fase dourada).

  9. Antonio disse:

    No novo sistema quando termina o check-in não encontrei a opção de adicionar o cartão de embarque no Passbook (Wallet) do iPhone. É isso mesmo?
    Po, essa era uma funcionalidade que eu achava muito boa! Inclusive com o Apple Watch dava pra embarcar só mostrando o código de barras pelo relógio mesmo.

  10. Fernando Gomes disse:

    Só não entendi uma coisa: o sistema apresenta valores exorbitantes para emissões para a Oceania e eles não alteraram a tabela de resgate, é isso? A alteração unilateral da tabela já é algo ilegal, ainda mais sem a menor razoabiidade. Algo q antes eram 110.000, 150.000 virar quase 600.00 milhas, não faz o menor sentido. Mas o q eu queria saber (e se alguem souber, favor responder) é se houve alteração da tabela e se ela ainda existe no site da própria LATAM.

    • Alexandre disse:

      Boa tarde Fernando,

      Muito bem colocado!!! O que eles estão fazendo na rota para Oceania beira o absurdo!! O que desconfio que está acontecendo é que antes da migração eles tratavam os voos da Latam Chile que opera o trecho Scl / Syd como uma cia parceira Oneworld onde o valor respeitava a tabela de resgates. Agora com a migração/fusão dos programas de fidelidade a rota está sendo tratada como voo puro Latam e tendo uma tabela dinâmica sem preços fixos…

      • Alexandre disse:

        Caro Ale,

        Parabéns pelo post… Permita-me discordar em relação essa questão dos voos para Oceania … A disponibilidade realmente vinha diminuindo quando pesquisamos voos com origem no Brasil, seja para AKL ou SYD… Porém, existia muita disponibilidade quando se pesquisava a mesma rota com trechos separados… por exemplo GRU / SCL (30.000 pontos em business) + SCL / SYD (110.000 pontos em Business) = 140.000 pontos no total. Estou falando com certeza absoluta pois estava emitindo para voar em junho 1 semana antes da migração e resolvi esperar (infelizmente)… usando a mesma estratégia após a migração ficou impossível encontrar um voo SCL / SYD por menos de 220.000 pontos em qualquer data voando Latam. Será que está ocorrendo o que foi escrito na minha mensagem anterior? Abraços

  11. Keyllon disse:

    Inflacionou a tabela, mostra alguns voos totalmente impraticáveis, com 2 escalas, trocas de aeroportos. Achei GRU-CUN por exemplo por 10 mil O TRECHO, DE ECONÔMICA!!! Sei lá…vamos aguardar, mas não to botando fé nessa mudança não. Podia era voltar a ser a TAM de antes e aproveitar e voltar com as tomadas de 2 pinos, pronto falei!

  12. Marcio Correa disse:

    Esta mesmo uma confusão o status. Sou, ou era, LatamPass Black. Hoje sou Black no Multiplus, só que na Latam sou somente Fidelidade, sem status, e agora? Abri um chamado no Multiplus para acertarem, ja que eles reconhecem meu status Black mas não inseriram ou informaram a Latam, solicitaram 5 dias úteis, mas acho que terei de entrar em contato com a Latam. 🙁

  13. Gustavo disse:

    Uma coisa que percebi é que quando você vai em “Alterar Busca” existe muito mais opções de trechos do que na tela inicial para buscar os trechos.

  14. afonso disse:

    No caso das emissões em parceiras que a pontuação aparece somando 2 regiões, uma vez o atendente me explicou que caso haja mudança de companhia nos vôos com conexões os trechos são somados, isso só não acontece se os vôos forem codeshare.

  15. Rafaela disse:

    Decididamente eles não cumprem a tabela. As emissões subiram consideravelmente! Exemplo: uma passagem MANAUS – NOVA IORQUE em BIZ por 154.000 pontos, ao passo que se eu mudo e a origem e coloco Rio de Janeiro – Nova Iorque a mesma data fica por 81.000 pontos. Qual o sentido de superfaturar tanto assim as emissões? Enfim… o site está cheio de erros! Sempre achei a plataforma ruim, uma das piores, principalmente por não permitir pesquisas open jaw. Mas conseguiram piorar sensivelmente.

  16. Gustavo disse:

    Ale, gostaria que observasse uma coisa:

    Quando se coloca saidas do interior com destino internacional (SJP ou Ribeirao Preto, por ex) não tem mais conexoes chegando em Congonhas e partindo de Guarulho…

    Agora as conexoes sao diretas, ou seja… sai do interior e chega direto em Guarulhos, o que aumenta em muito o tempo de viagem… fazendo até que tenhamos que passar a noite para pegar o voo internacional…

    Saberia dizer se tambem é BUG no sistema ou se este será o procedimento a ser adotado no caso de voos internacionais partindo do interior??

  17. Mauro disse:

    Piorando sempre…Espero que a família Rolim fique feliz com a venda e em assistir o desmonte da obra de uma vida, do saudoso Comandante Rolim.

  18. Gustavo disse:

    OK… tudo bem de mudar regras, alterar tabelas de resgates, atualizar legislaçao… mas pra quê trocar a plataforma de busca??? Era tão eficiente!! E o que diferenciava positivamente das demais companhias… principalmente a busca pelo calendario mensal…

    Incrivel como as coisas nunca acontecem para facilitar pro consumidor!!! Era só dar um “face lift” mantendo os padroes…

    Brasileiro precisa ser estudado….

  19. Pedro BS disse:

    Ale, United?
    Não seria American que é da One World com a Latam? Ou da para pesquisar voos da Latam e parceiras One World na United também?
    Excelente post!! Abraços!!

  20. Camila disse:

    Eu “adoro” migração de sistema pq quando dizem que ficará melhor prepare-se para problemas e dor de cabeça. Seu resumo está ótimo, tinha visto quase todos os pontos que colocou. Agora só nos resta aguardar essa finalização de migração e torcer para que tudo funcione como antes e/ou melhor.

  21. Cristianne disse:

    Excelente análise !!!

  22. Gabriel disse:

    Bom dia! Fiz varias buscas e achei d+. Gostava da smiles pelo fato de colocar qquer cidade e aparecer a companhia parceira, não precisando ligar na central. Provavelmente é algum erro, mas vocês tentaram escolher um trecho (Europa Ásia por exemplo) em business para finalizar? Fiz uns 5 testes e todos deram mensagem de erro no final falando que não tinha disponível. Enfim, era um erro que já existia na plataforma anterior, principalmente quando tinha combinação de classe no mesmo bilhete.

    Uma dica: da pra alterar no link de busca entre classe econômica e executiva. Não sei se tem outras letras, basta alterar entre T (econômica) e W (executiva).

    • Gabriel,
      Vc foi gênio nesta. Baita sacada!
      Faremos um post! quer q eu mencione seu nome ou apenas “um leitor”?
      Obg,
      Alexandre

      • Gabriel disse:

        Pode sim.
        Veja se tem outras letras…. será que first ele busca por outra opção? Não sei.
        Dica também para poder mudar manualmente entre os aeroportos pela sigla no próprio link.
        Espero que não mudem isso. Na smiles da certo e ajuda na hora de alterar os aeroportos.
        Abraços.

  23. Pedro disse:

    Alê, EXCElENTE post.

    No entanto, eu notei (e muitas outras pessoas também, de acordo com os comentários que li em outros sites) que voos como esses da Cathay Pacific não estão permitindo a conclusão da compra. Simulei diversas rotas e datas e, em todos os casos, a mensagem é “infelizmente não foi possível validar sua seleção de voo”, depois de aparecer os os voos no resultado da busca, ou seja, pressuponho que eles estejam, sim, disponíveis?

    Você poderia verificar isso com a Multiplus, por gentileza?

    • Renata disse:

      Pedro, isso aconteceu comigo bem antes da migração do sistema quando tentei comprar passagem pra Austrália. Tentei no call center e eles não conseguiram.

      Abs

      • Pedro disse:

        Ué, Renata, isso é estranho, pois eu consegui emitir uma passagem para o Japão há poucos dias tendo voos da Cathay Pacific no itinerário.

  24. disse:

    Dispo ate o ultimo assento em todos os voos da latam é sensacional! Eu só viajo comprando de ultima hora (devido ao trabalho) e isso é um diferencial pra mim.

    Tem bastante errinho ainda, mas como profissional de TI, diante da complexidade da migração que houve, digo que está até bastante controlado.
    Vamos aguardar para ver se corrigem nos próximos dias.

  25. Vm disse:

    Parabéns Alê pelo posto!

    Vamos lá!

    Primeiro essa questão da tabela de resgates muitos atendentes nem sabiam que existia!

    Problema resolvido ido com emissões online, agora parece que quem fez o sistema foi os funcionários do call center!

    Tenho 5 + 30 = 290 ( ah miseravi)
    Região A para B = 25+ 15+80= 990 k

    .att: Sr é a disponibilidade do sistema no momento .
    E a tabela ?
    Att: Ham que tabela?

    Agora insisto , uma mega empresa como é a latam , com TI tão falho.

    Melhore era deixar fora do ar e fazer tudo correto!
    E depois soltar no ar.

    Bom vamos ver nos próximos dias.

    Até o momento não consegui chegar nem na parte de pagamentos!

  26. Alexandre Ribeiro disse:

    Reparei que alguns voos sumiram, tipo gru – praga, gru – zurique dentre outros, sera que volta?

  27. Felipe disse:

    Alê, não sei se você chegou a testar isso, mas isso afeta um enorme número de usuários. Emissões de outras cidades do Brasil sem ser São Paulo. Antes eu emitia de minha cidade: AJU para MIA e custavam 88.000 pontos em executiva e agora nem a opção de executiva aparece. Para Europa então que antes eu emitia por 92.500 AJU para CDG está um números de pontos completamente absurdo. Não sei o que esta acontecendo, mas agora só acho por esses pontos normais (88.000 ou 92.500) saindo direto de São Paulo. Faço o teste AJU para MIA e tente marcar premium Business. Não aparece nem a opção. Espero que a LATAM resolva isso. Abs e agradeço pelo seu excelente trabalho aqui no PP

  28. Marcos disse:

    Não consegui finalizar e emitir a passagem… dá erro na página… tentei várias vezes e vários dias já… com alguém está acontecendo a mesma coisa ?

  29. Henry disse:

    A dica de voltar a pesquisa mensal é excelente… realmente vc ter um cenário maior, ajuda o processo de decisão..” ….e podia ser enviada uma “cópia” da dica para o Smiles….né Alè ?????” rsrs
    Parabéns pelo trabalho….

  30. Khalil disse:

    Estou simulando a compra de uma passagem, na primeira tela afima que custa 75 dólares para reembolso (75, antes do vôo), mas na tela seguinte, quando clica em “detalhes da tarifa” a mensagem é outra: (Devoluções antes do horário do voo – Não permite). Alguém notou isso? Fiquei inseguro e acabei não emitindo.

  31. Diogo disse:

    Obrigado pelas informações! Discordo apenas da primeira frase: Pode ser tudo menos “gratuita”, estou certo que o blog não é feito por caridade e rende alguma coisa!

  32. Marcelo disse:

    Da British eu tinha encontrado voos saindo de Nova York para Joanesburgo e cidade do Cabo, 90 mil o trecho de executiva!

    Observei passagens em maio, junho e julho.

  33. Karl Storrer disse:

    Ale, parabéns pela matéria. Para quem viaja para os Estados Unidos, as mudanças melhoraram. Para a Europa parece que ficou elas por elas. Para a Ásia, tem alguns altos e baixos. Agora para o meu destino principal que é a Austrália, fodeu (desculpa a palavra, mas não achei outra que descrevesse melhor a situação). A Latam que até a pouco tempo atrás tinha um mar de disponibilidade em Business nos voos GRU-SCL-AKL-SYD e GRU-SCL-MEL, agora está vendendo a preço de ouro. Eu sempre procurava a disponibilidade através do site da British, e todo vôo mostrava 7 poltronas disponíveis na executiva com tarifa saver. Agora essa disponibilidade praticamente desapareceu do site da British, e apesar de mostrar lugares disponíveis quase todos os dias no site da LATAM/MULTIPLUS com valores extorsivos (400k, 500k ou 600k – o mais barato que eu vi foi 271k), mesmo nos poucos dias em que aparecem os lugares no site da British (tarifa saver), os valores na LATAM continuam absurdos. E para “ajudar”, a QANTAS nunca mais disponibilizou nenhum lugar na business nos voos QF27/28 SYD-SCL-SYD, e nem nos voos entre Australia e Estados Unidos onde possui vário voos saindo de LAX, SFO, DFW e JFK. A última vez que eu consegui emitir foi no final de 2015 para viajar em fevereiro de 2016. O meu cunhado é australiano e ele é categoria Sapphire no Frequent Flyer da Qantas, com mais de 600k milhas no programa. Ele reclama muito porque não consegue emitir business e first em nenhum voo internacional da QF, somente através das parceiras Oneworld. Eu particularmente prefiro muito mais fazer o trecho SCL-SYD nos 747-400 da QF do que nos 787-9 da LATAM. O serviço de bordo é incomparável, e apesar de antigo, é um Boeing 747 do qual eu sou fã incondicional.

  34. Lucas Caiado disse:

    Bela análise, Alê! Parabéns! Também “brinquei” muito com o novo sistema durante o final de semana porque precisava emitir umas passagens complicadas para meus pais e concordo tanto nos pontos negativos quanto nos positivos!

  35. Raul Frare disse:

    Parabens pelos posts e muito obrigado por TODAS as informacoes! Sao sempre uteis demais! Realmente Multiplus e Smiles deveriam te contratar como consultor! Abs

  36. monica disse:

    Excelente post sobre o novo sistema. Infelizmente ainda está apresentando vários erros para fazer as buscas.
    Vamos aguardar!

  37. Andre Ratton disse:

    Muito bom o post mas saberia me dizer se o resgate pela Lufthansa vai continuar ? Se só pelo call center ou vai poder pelo site como no caso da Iberia ?

  38. Gustavo disse:

    Não consigo finalizar nenhuma simulação. Nao era para a manutenção ter terminado no dia 15?
    Nao preciso emitir nenhuma passagem mas o que quero saber é se é cobrada taxa de combustível para um voo que comece fora do Brasil.

Deixe uma resposta

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis