Azul começa a venda de passagens para Lisboa com passagens de executiva mais caras que Primeira Classe

Notícias 24

Por Fábio Vilela

A Azul iniciou a venda de passagens e pacotes para seus voos sem escalas entre Campinas e Lisboa.

Screen Shot 2016-04-02 at 22.06.20

A frequência estreia em 22 de junho, inicialmente com três voos semanais, e será ampliada para seis na alta temporada. Com 272 assentos, a aeronave responsável por cumprir o trajeto será o jato A330 com novos interiores.

Bom, fui pesquisar no site pra ver quantos pontos seria necessário para emitir um bilhete na classe executiva, e vejam os valores:

Screen Shot 2016-04-02 at 21.59.18

Como vocês podem notar para ida e volta você terá que desembolsar 220.000 pontos para voar na Business Xtra (leia meu relato de experiência de vôo aqui). E ainda é bom lembrar que este vôo só é até Lisboa, não podendo conectar com nenhum outro lugar – pelo menos até então, já que não é possível emitir vôos TAP com pontos TudoAzul.

Screen Shot 2016-04-02 at 22.00.17

Em contrapartida se você usar o programa de fidelidade da TAP (só um exemplo), você pode ir e voltar pra Europa de Primeira Classe da Lufthansa – fazendo stopover – por 180.000.

Screen Shot 2016-04-02 at 21.57.30

Por 40.000 pontos a menos, você viaja com muito mais conforto – pode ir para qualquer lugar da Europa – e claro experimenta um dos melhores produtos de Primeira Classe do mercado – que é a Lufthansa.

Você curte todo o requinte a bordo da First da Lufthansa , aproveita o First Class Terminal em Frankfurt e até dirigir um Porsche enquanto espera o vôo.

Screen Shot 2016-04-02 at 22.05.55

Nem preciso falar que estes programas brasileiros realmente tem hora que saem um pouco da realidade, ou pelo menos, acredito que eles pensam que a maioria de nós somos desinformados e esquecem que sabemos utilizar os pontos de forma mais inteligente e econômica, concordam?

24 respostas para “Azul começa a venda de passagens para Lisboa com passagens de executiva mais caras que Primeira Classe”

  1. Olga Marino Maia disse:

    Quando vai ter voo direto de Fortaleza para Lisboa?

  2. Glenner Oliveirra disse:

    O que estou falando é que devemos colocar na mesma balança aquilo que é comparável, ou seja, possuem as mesmas condições… Se não estaremos comparando laranja com limão. O Victoria-TAP é mais é mais barata que o Tudo Azul da mesma forma que a AA-American é mais barata que a TAM ou a Sky Miles-Delta do que a Smiles.
    São empresas em contextos totalmente diferentes que devido ao segmento conseguem ofertar seus serviços aqui no Brasil sem taxação… como você mesmo respondeu Andre, você não compra carros dos EUA por questões tributárias.

    • Daniel disse:

      Qual o problema de se comparar os programas nacionais e internacionais?

      Quem garante que, de fato, os tributos são inferiores em todos os países de cias estrangeiras (por exemplo, Turquia é mais em conta? México também? Singapura também)?

      Comentário típico de quem quer defender, sem argumentos, a AZUL ou outra cia brasileira. Só falta dizer que é golpe…

      Interessante que, por outro lado, se o raciocínio do Glener estivesse correto, por que razão ele não criticou o Fábio quando este destaca as promoções da TAM?

      Ou melhor:

      (a) já que a TAM paga mais impostos que as estrangeiras, e possui “receita em real/Dollar, sendo que boa parte do custo em Dollar”, como esta consegue fazer promoções de classe econômica ou executiva em valores inferiores a vários programas internacionais??

      (b) como a GOL paga mais impostos que as estrangeiras, e possui “receita em real/Dollar, sendo que boa parte do custo em Dollar”, como o SMILES não raras vezes realiza promoção para a Europa em business por 55k o trecho???

      Ou seja, argumento que não se sustenta sequer com as duas indagações acima.

      Prefiro as internacionais pois elas mantem uma linha de postura, sem mudanças radicais. Mas o argumento de valores não se sustenta para tal opção.

      Por fim, uma pergunta fatal: por que razão, então, o programa da TAM, e inclusive da pequena AVIANCA nacional, tem uma tabela TÃO INFERIOR para voos internacionais se comparada a da exorbitante AZUL? Há isenção tributária para AVIANCA e TAM???

    • Andre disse:

      Pelo visto vc não entendeu o que eu falei!
      Eu não posso comprar um carro nos EUA e trazer para o Brasil legalmente pelo mesmo preço porque incidem impostos de importação! Se eu quiser trazer, terei que pagar uma fortuna em impostos, sem falar no frete etc.
      Já os programas de milhagem nos permitem escolher qualquer parceira do mundo, desde q meu cartão de crédito permita!
      Ou será que vc está sabendo de alguma tributação para envio de milhas que o DESgoverno do nosso país esteja planejando???

  3. Fabio Ferreira disse:

    Voce se refere ao uso de milhas e não preço de passagem, certo? Simulando uma data qualquer, tipo VCP/LIS/VCP em business, saída 29/06 e retorno dia 07/07, sai pela Azul R$10.265,86 e pela TAP, GRU/LIS/GRU, custa R$ 17.223,96, o que alias, eh um absurdo de caro…

    • Vera Freire de Souza disse:

      Olá Fábio,
      Confesso que fiquei assustada com estes valores! Vi diversas propagandas de viagens para Europa (Lisboa é meu destino)com preços abusivos ou número de pontos inflado. Tinha uma esperança quando li em sua página que a Azul começaria a operar voos diretos para Lisboa. Triste ilusão. Agradeço a você por nos manter informados sobre o que acontece neste mundo das viagens aéreas. Um grande abraço,
      Vera

      • Glenner Oliveirra disse:

        Fabio,

        Por que você sempre insiste em comparar os programas internacionais com os brasileiros? Já parou pra pensar que isso não faz o menor sentido??? É a mesma coisa de falar que comprar carro ou roupa nos EUA é muito mais barato que no Brasil.

        • Fábio Vilela disse:

          Muito simples – os programas internacionais estão ao nosso acesso da mesma forma que os brasileiros e na mesma moeda.
          Se tenho milhas no cartão posso transferir para TAP ou para Azul – o valor é o mesmo.
          Em qual delas vou tirar o melhor benefício?
          Desculpe mas sua comparação de roupas e carro não faz o menor sentido.

          • Glenner Oliveirra disse:

            Concordo que são acessíveis da mesma forma que os brasileiros, mas isso não quer dizer que os programas brasileiros terão a mesma competitividade que os programas internacionais. Por exemplo, o Victoria da TAP não deve pagar os impostos que as empresas do Brasil pagam… a receita deles é em Euros/ Dollar enquanto das empresas brasileiras em real/Dollar, sendo que boa parte do custo em Dollar.

            Como o Tudo Azul vai conseguir ser competitiva com a TAP e manter o mesmo preço?

            Impossível!

          • Andre disse:

            Pra mim, como os programas “estrangeiros” estão disponíveis para nós, faz MUITO sentido em comparar com os nacionais! Eu, que moro no Brasil, posso perfeitamente escolher em enviar meus pontos pro Victoria ou para a Azul ou até pro Smiles…
            Infelizmente, como moro no Brasil, por uma questão tributária, não posso comprar carros com os preços praticados nos EUA ou em qualquer outro país.
            Enfim, acho que a comparação que não fez sentido foi, em verdade, a sua!

        • Daniel disse:

          Qual o problema de se comparar os programas nacionais e internacionais?

          Quem garante que, de fato, os tributos são inferiores em todos os países de cias estrangeiras (por exemplo, Turquia é mais em conta? México também? Singapura também)?

          Comentário típico de quem quer defender, sem argumentos, a AZUL ou outra cia brasileira. Só falta dizer que é golpe…

          Interessante que, por outro lado, se o raciocínio do Glener estivesse correto, por que razão ele não criticou o Fábio quando este destaca as promoções da TAM?

          Ou melhor:

          (a) já que a TAM paga mais impostos que as estrangeiras, e possui “receita em real/Dollar, sendo que boa parte do custo em Dollar”, como esta consegue fazer promoções de classe econômica ou executiva em valores inferiores a vários programas internacionais??

          (b) como a GOL paga mais impostos que as estrangeiras, e possui “receita em real/Dollar, sendo que boa parte do custo em Dollar”, como o SMILES não raras vezes realiza promoção para a Europa em business por 55k o trecho???

          Ou seja, argumento que não se sustenta sequer com as duas indagações acima.

          Prefiro as internacionais pois elas mantem uma linha de postura, sem mudanças radicais. Mas o argumento de valores não se sustenta para tal opção.

  4. Paula Albuquerque disse:

    Sem comentários pra AZUL

  5. Keyllon disse:

    Sempre disse aqui mesmo que a Azul é uma furada!!! SEMPRE a mais cara, e onde só ela ópera ninguém aguenta Valadares Confins já vi 1500 reais O TRECHO!!!!! Tem lógica??? Minha última opção sempre

  6. João pedro disse:

    Achei que era noticia do sensacionalista,a azul deve ta fumando umas não e possivel isso e totalmente fora do normal

  7. Bernardo disse:

    Fábio, eu tentei emitir bilhetes-prêmio através do programa da TAP em novembro do ano passado, para voar agora em abril, e não consegui nenhuma disponibilidade pela Lufthansa, mesmo pesquisando todos os dias dos meses de março, abril e maio. Acabei emitindo pela Swiss em abril. Só havia disponibilidade pela Lufthansa na econômica, e pela Swiss eu só consegui abrindo mão de 3 dias da viagem, o que a deixou lamentavelmente mais curta. Caso a emissão fosse para voar TAP a disponibilidade era imensa. Portanto, não vejo muitas possibilidades de emitir Lufthansa pelo Victoria viajando em classe superior. Um abraço!

    • Fábio Vilela disse:

      Bernardo,
      Mas você não ia conseguir mesmo não, já que a Lufthansa só libera passagem com milhas com 14 dias de antecedência da data do voo para Primeira Classe. Tenho post aqui no site explicando isso. 😉

  8. Max Macedo disse:

    Nada de espanto… Em se tratando de azul, eles não se contentaram em cobrar o maior valor somente nas passagens pagas, mas agora querem cobrar o maior valor com milhas também. É por isso aquelas Promocoes fajutas de transferência de milhas!

  9. Eduardo disse:

    Fábio, mas esse valor é variável, eu mesmo já achei por 55k o trecho em algumas datas, portanto o problema da azul nao eh o valor cobrado e sim a grande variação de preço

  10. Rodrigo disse:

    Quem depende da Azul para viajar pelo interior de Minas Gerais como Uberaba ou Araxa, sabe bem serviço péssimo que essa empresa área presta. Muda de horários toda hora, preços absurdos, e péssimo atendimento ao usuário.
    E essas tal de Milhas da Azul, uma piada!

  11. Leny disse:

    Esquecem tb q existe o Fábio Vilela, da Passageiro de Primeira, q nos deixa sempre atualizados.
    Aloooouuuu Azul! Viajaram!?

  12. Andre Assuncao disse:

    Mas também, ficam dobrando os pontos de quem envia para o Tudo azul, para competir com o smiles dai os pontos desvalorizam e tem que cobrar muito por isso!

  13. Alexandre disse:

    Vc ja viu quantos pontos eles estão cobrando? De deixar o smiles enrubescido!

Deixe uma resposta

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis