Brasileiros precisarão pagar taxa para entrar na Europa – Conheça o ETIAS

Notícias 8

Por Equipe | Passageiro de Primeira

Olá Pessoal,

Em Maio deste ano escrevemos uma matéria aqui no site sobre a implementação de um novo sistema de entrada na Europa, o ETIAS (sigla em inglês para Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem). Até então a medida ainda precisava de aprovação em plenário no Parlamento Europeu, o que aconteceu na manhã de hoje (05/07).

Com a nova medida, viajantes do Brasil e de outros 61 territórios que atualmente não precisam de visto para entrar em um dos países da zona de Schengen precisarão obter uma permissão online antes de viajar para estes locais à partir de 2021. É esperado que a medida afete mais de 39 milhões de viajantes.

E COMO IRÁ FUNCIONAR?

Os viajantes precisarão preencher um formulário eletrônico antes da viagem com seus dados pessoais como nome, sexo, nacionalidade, data e local de nascimento, endereço, nome dos pais, documentação e contatos, além de indicar qual será o país de entrada. A autorização custará 7 Euros (pessoas menores de 18 anos e acima de 70 ficarão isentas do pagamento) e terá validade de 3 anos

Será necessário informar também sobre alguma possível condenação por crimes graves nos últimos 10 anos como terrorismo, tráfico de drogas, assassinato ou estupro. O histórico de viagens e a permanência em territórios de conflito também deverão ser informados.

O processo de análise das respostas e aprovação do pedido serão automatizados e o candidato a turista receberá a autorização por email. Entretanto, a aprovação do ETIAS não é garantia de entrada no país de destino, essa decisão ainda continua a cargo do oficial de fronteira na imigração.

Segundo o parlamento Europeu essa é uma medida para ajudar no combate contra o terrorismo, além de que poupar tempo aos viajantes nas fronteiras. Além disso, países como a Alemanha afirmam que o novo sistema ajudará a evitar que pessoas permaneçam mais que 3 meses na Europa e que trabalhem ilegalmente.

A medida não muda em nada a situação para brasileiros com passaporte de um dos países do Acordo de Schengen.

E SE MEU ETIAS FOR NEGADO?

Caso o seu ETIAS seja negado você receberá uma resposta com as razões para tal e poderá apelar à decisão baseado na razão para a não aprovação, ajustar o seu formulário e tentar novamente.

A medida segue uma tendência global e outros países estão passando a realizar medidas similares para os turistas que não precisam de visto, como é o caso do ESTA nos Estados Unidos, o eTA no Canadá e Austrália e o eVisa na Índia e na Turquia.

Todas as outras informações você encontra neste POST.

E, você? Qual a sua opinião sobre o assunto?

8 respostas para “Brasileiros precisarão pagar taxa para entrar na Europa – Conheça o ETIAS”

  1. Orlando Agripino Soares disse:

    Essa medida é maravilhosa e já vem sendo adotada pelos USA e dado muito certo, ajuda na segurança pois dará de checar as informações do passageiro e dará ao passageiro uma autorização previa para entrar no País de destino evitando que ele chegue aqui e simplesmente seja impedido de entrar porque não cumpriu os pre-requisitos.

  2. Renato Telles disse:

    A autorização custará mesmo 7 dólares? Não seriam 7 Euros, moeda da Europa?

  3. Valdeir disse:

    Preencher o formulário, ok. Ter que pagar mais uma taxa é que não faz sentido, já que, se entendi bem, o próprio sistema emite a autorização.

  4. Elton disse:

    Pedir pro cara marcar se foi condenado por terrorismo é tipo aquelas perguntas “Você usa alguma droga ilícita?”. Quanta “eficiência”!

    Fazer triagem de refugiados é “absurdo”, mas fazer triagem de turista tá de boa. E ainda ficam surpresos quando algum país fala em sair do bloco.

    • RafaelTrops disse:

      Elton isso é mais medida de segurança, caso o cara minta no formulário é mais uma condenação a cumprir, os EUA mesmo teve recentemente a história de um terrorista político de outra nação que foi preso dentro dos EUA sobre o critério de ter mentido no formulário.

  5. Ronald disse:

    A pergunta que não quer calar: será que o Brasil também vai adotar essa medida? Pq aqui parece que a bilateralidade não existe! Entra quem quer a hora que quiser e fica o quanto achar que deve! Tá na hora de seguirmos o exemplo e passar a exigir formulários para entrada de turistas também. Aliás não somente turistas mas imigrantes ilegais tbm.

Deixe uma resposta

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis