Cartões American Express emitidos no Brasil – Anuidade cara e sem benefícios!

Programas de fidelidade 102

Por Fábio Vilela

Vocês já sabem que meus dois cartões de crédito principais que utilizo é o Mastercard Black Unlimited do Santander e o The Platinum Card da American Express – sendo este último o meu principal quando não há promoção de bônus em triplo do Santander.

Eu tenho muitos amigos americanos que possuem o The Platinum Card emitido nos EUA e quando eles me falam dos benefícios eu fico com vergonha de comparar com o nosso.

Só para citar alguns diferenciais – o TPC americano (anuidade de U$550) oferece:

  • U$200 de crédito para ser usado em corridas de Uber nos EUA (limite de U$15 por mês) e status VIP no app.
  • 5 pontos por U$ quando você compra passagens direto pela cia aérea ou pelo sistema da American Express Travel e 5 pontos por U$ quando você reserva hotel pelo American Express Travel.
  • U$200 de crédito para ser usado em cias aéreas participantes (seja p/ comprar refeições, despachar malas, etc).
  • U$100 de crédito para você se cadastrar no TSA Pre-Check (aquele sistema que você usa fila prioritária de raio-x nos aeroportos americanos).
  • Status Gold no programa da Starwood Hotels.
  • Status Gold no programa do Hilton Hotels.
  • Sem tarifa extra para uso no exterior (tudo bem que o IOF é uma regra do nosso governo, portanto não tem como questionar).
  • Acesso online ao Fine Hotels & Resorts (com inúmeros benefícios) – podendo fazer a reserva direto pelo site.
  • Até 60.000 pontos na adesão ao cartão se cumprir determinada meta de gastos
  • Priority Pass Select – Uso ilimitado para portador + 2 acompanhantes em mais de 1.000 salas vips pelo mundo.
  • Aplicativo mobile para controlar os gastos e gerenciar sua conta.
  • Acesso gratuito a milhares de hotspot’s da Boingo.
  • Cartão emitido em material de metal/titanium.
  • International Airline Program – onde você compra passagens com desconto para até 8 passageiros em cias aéreas selecionadas.
  • Acesso às salas VIP’s da Delta, Airspace Lounge, Escape e Centurion.

Bom, agora você senta e chora, pois vou comparar os benefícios do cartão emitido no Brasil.

O TPC brasileiro (anuidade de R$1.200) oferece:

  • NADA!

HAHAHAH, brincadeira, foi só pra descontrair, vamos lá!

  • Sem bônus de adesão.
  • Sem Priority Pass.
  • Sem status em programas de fidelidades.
  • Sem promoção de acúmulo de bônus.
  • Fine Hotels & Resorts super burocrático – necessário entrar em contato com agência para poder reservar.
  • 2,2 por U$ gasto que não expiram no Membership Rewards – para cartões emitido até Novembro/16.
    • Cartões emitidos após esta data pontuam no Livelo e possuem quantidade de parceiros aéreos reduzidos. Já confirmei que não expiram!
  • Acesso às salas VIP’s da Delta (quando estiver voando pela cia), Airspace Lounge, Escape, Salas Centurion pelo mundo, Bradesco no Brasil e Sala’s VIP no aeroporto de Brasilia.
  • Passagens aéreas com desconto que geralmente são mais caras que se compradas diretos pela cias aéreas.

E agora, te pergunto – realmente vale a pena ter este cartão? Eu só mantenho o TPC pelos parceiros aéreos que são inúmeros e o maior leque de opções dentre os cartões emitidos no Brasil (British, Iberia, TAP, Delta, Alitalia, Singapore, Emirates, Air France-KLM, GOL, LATAM, Azul, Amigo, Lifemiles) – pois pelo contrário o cartão não é interessante/vantajoso na relação custo x benefício, concordam? Sem mencionar no altíssimo valor da anuidade né? A maior do país!

Eu fico muito decepcionado com este tipo de segmentação de mercado – tudo bem que a economia aqui é diferente, a marca é gerida pelo Bradesco e há outros inúmeros outros fatores que possam impedir a marca de oferecer benefícios – mas a impressão que eu tenho é que o Amex no Brasil está indo “ladeira a baixo”, deixando o prestígio do seu nome que já foi tão respeitado e perdendo clientes. Não se vê promoções, não se vê vantagens e muito menos incentivos para o cliente usar o cartão – Uma PENA!

Qual a opinião de vocês?

Publicidade
Publicidade

102 respostas para “Cartões American Express emitidos no Brasil – Anuidade cara e sem benefícios!”

  1. Paulo Converso disse:

    CONCORDO COM AS RECLAMAÇÕES E COM OS COMETÁRIOS ! AMEX PLATINUM DEPOIS DO BRADESCO VIROU PIADA DE MAU GOSTO. PERDEMOS OS PONTOS REWARDS, AGORA PRECISAMOS DE 2 PONTOS PARA UMA MILHA VOADA NAS MAIORES DAS CIAS AÉREAS, EX BRITISH AIRWAYS, OU SEJA, NOSSO ATIVO FOI REDUZIDO EM 50% COM A TRANSFERÊNCIA DOS PONTOS PARA O NOVO CONTA CORRENTE DENOMINADO LIVELO, PERDEMOS O ATENDIMENTO PERSONALIZADO, MEU ADICIONAL TEVE O CARTÃO CLONADO 3 VEZES NO ESPAÇO DE 3 MESES, TENHO QUE PASSAR GRANDE PARTE DO MEU TEMPO EXPLICANDO AOS ATENDENTES QUE O CARTÃO NÃO ESTÁ SENDO SUBSTITUÍDO E POR AI VAI….LADEIRA A BAIXO !

  2. Helder disse:

    Tenho Cartão Black e queria outro, pois me informaram que o seguro saúde do Amex era bom e funciona o tempo que eu estiver nos Estados Unidos (Meu caso), mas diante do que li no site, e vi que é administrado pelo Bradesco, Deus me livre, não quero mais nem de graça…

  3. Renato disse:

    Essa “parceria” entre AMEX e Bradesco afundou o cartão aqui…. Antigamente eu conseguia usar tudo que era oferecido pelo AMEX mundialmente, AMEX dos EUA tinham direito? Eu tambem. AMEX da Tailandia tinha direito? Eu tambem. Agora? Báu Báu, direito a nada… é um “Fake Amex” isso…

    isso pq tenho Amex desde 2001, maior patifaria isso.

    AMEX tem que voltar a ser AMEX no Brasil

  4. Edson Silva disse:

    Ta hora da AMEX rever essa situação enquanto a tempo!

  5. Bernd disse:

    Esta piorando muito o pacote de serviços do Amex. O atendimento do Call Center tampem não acho digno de um cartão premium.

    Nao conseguir entrar na lounge em GIG e como descubri ontem também não entra mais na lounge EZE em Buenos Aires.

    Aumentar so as tarifas (e dificultando negociar os valores) não parece uma boa estratégica em mercado concorrido.

  6. Fabio disse:

    Esse video compara os TCP dos EUA, UK, Canadá, India e Australia.
    TODOS tem uma diferença gigantesca do nosso:
    https://www.youtube.com/watch?v=w5pkghk8muU

    Comentem no video, vamos contar pros gringos e pra Amex Corp os mau tratos do Bradesco com a marca deles por aqui.

    • Frederico disse:

      Não achei o AMEX brasileiro tão pior assim. O brasileiro, frequentemente, cobra apenas 1/3 da anuidade, o que custa menos de USD 120,00. A proporção de 2,2 dólares por ponto (em qualquer compra) é a maior de todos eles, não há desconto de milhas para transferir para empresas aéreas (o AMEX indiano, por exemplo, divide por 2 o valor do ponto nas transferências, um desconto de 50%…). Eu já usei algumas vezes os serviços de eletricista, encanador etc. São empresas razoáveis, pagas pelo AMEX, até o valor de R$ 200,00 para cada intervenção (o que costuma ser suficiente). Não há dúvidas de que o AMEX brasileiro não está muito bom, mas não me parece assim tão ruim.

  7. Isaac disse:

    Por mais INCRÍVEL que possa parecer, pasmem, o AMEX do Brasil (Operado pelo Bradesco) conseguiu CANCELAR o único convênio para a única sala VIP que possuía acordo no Aeroporto do Galeão no Rio de Janeiro (Sala Plaza Premium Louge). Portanto desde o início deste ano, os clientes American Express do Brasil, nem Sala Vip no Galeão tem mais acesso, uma verdadeira VERGONHA !!! Já estou em processo de cancelamento do meu cartão, já não faz mais sentido algum permanecer no Amex

  8. Ronald disse:

    Pessoal, no site do Bradesco o TPC está com anuidade de R$720 e não mais R$1200 como era antes. Os novos cartões estão sendo emitidos atrelados à LIVELO e não mais MR. Eu sou cliente antigo, e já faz dois anos que não pago mais anuidade. Antes, pagava 3×133. Nunca paguei os 1200. Realmente os benefícios diminuíram. A única coisa são os pontos que não expiram e os adicionais gratuitos. Pra quem não viaja de executiva/first, o acesso às salas Vips são bem interessantes, além dos parceiros aéreos. Ao solicitar o cartão, pergunte ao gerente sobre a oferta simultânea onde pedindo o TPC e Visa Infinite juntos vc não paga a anuidade do VI. E a anuidade do TPC vc pode negociar de acordo com seus gastos, chegando a zero. Tem muitas coisas que o banco não divulga. O negócio é ler e pesquisar bastante. O pessoal fala muito do Santander aqui, mas já viram que aumentou o limite de transferência pro Multiplus? 30 mil a transferência mínima. Tem que gastar muito por mês pra conseguir transferir. Se não estiver em época de bônus no esfera, levamos uma eternidade pra alcançar os 30 mil. Sem contar que a taxa do dólar no Santander é sempre mais cara nas compras no exterior. Quanto à Porto Seguro todo mundo fala bem, mas a política de crédito deles é bem restrita. Aos poucos os cartões estão cortando muitos benefícios dos clientes. Infelizmente não dá pra ter só um cartão.

  9. Manoel disse:

    Fábio,
    Acho que a ideia do Bradesco é descontinuar o cartão. O AMEX tinha a melhor central de atendimento. Hoje me dá arrepios. Como você disse, a marca só vai ladeira abaixo.

  10. Fabio disse:

    Talvez seja porque aqui nos USA esse cartao nao eh para qualquer um ao passo que no Brasil eh bem simples de se obter. Ateh minha tia, que tem renda inferior a R$10k possui.

  11. ALICE BURRI disse:

    Fábio, corretissimo!! Se eu te contar que tinha o Platinum American Express desde 1989.. Sim comecei com o Amex simples e nos últimos 10 anos era Platinum… Nunca comprei nenhuma passagem ou pacote aéreo no The platinum, por ser sempre muito mais caro! Mas , como foi meu primeiro cartão de crédito, gostava muito dele em minhas viagens para os EUA principalmente. Neste ano, 2017, ao chegar a data do pagamento da anuidade, solicitei um abatimento no valor da mesma e qual minha surpresa depois de quase 30 anos sem nunca ter pago em atraso minhas faturas, sem nunca ter solicitado nenhum empréstimo, sem nunca ter pago nem sequer o valor minimo para pagamento de minha fatura…Já cheguei por várias vezes, pagar adiantado para poder viajar tranquila… A atendente simplesmente me falou, que não poderia este ano dar nenhum desconto e que se não houvesse mais interesse no cartão que ela poderia cancelar o mesmo por telefone mesmo….!!!!!! Boquiaberta fiquei, e triste cancelei meu cartão!!! Achei um desrespeito…pois clientes novos tem isenção de anuidade em alguns casos!
    Ficou claro que nunca fui uma cliente que interessava à bandeira ” American Express”. Uma cliente que nunca atrasou nenhuma pagamento em 30 anos, nunca pediu empréstimo, nunca solicitou nada alem do que tinha direito, não é o perfil de um cliente interessante… Pois é, Brasil é…..

  12. João Otoni disse:

    Sou cliente Bradesco Prime E tinha o TPC com muito desconto na anuidade, mas cancelei por nao ver vantagem, e a decisao de cancelar foi justamente ao ver a diferença do cartao pro mercado americano. Achei desaforo. Nao uso os cartoes bradesco. Uso um Elo Nanquim do BB que pontua 2.2 e estou usando o SantanderAA MasterBlack que vc mostrou aqui, Fabio (vi q vc nao está usando o seu e achei q está fazendo certo). Mercado brasileiro de cartoes ainta tem muito q melhorar. Mas ha sinais. O Tam MasterBlack está vindo com uma pontuação de boas vindas de 45.000 milhas acho, e outros benefícios, e mesmo assim nao achei o produto atrativo. Vamos ver o q vem por aí

  13. Christian disse:

    Acabo de usar a central de reservas do Amex pela primeira vez, usando a promo de exec da Alitalia num vôo na alta temporada (Reveillón).
    Mesmo com a taxa de emissão (bastante alta) cobrada pela agência, o bilhete ainda saiu alguns milhares de reais mais em conta do que o encontrado no buscadores ou na propria Alitalia.
    Parece que ganharei tb translado de/para GRU…

  14. Alfredo disse:

    De total acordo Fábio! Quem dera se tivéssemos no Brasil cartões como o Amex de lá ou outros como o Chase Reserve ou City Prestige. Mercado americano dá de mil em relação aos benefícios dos cartões, mesmo os mais simples como dos hotéis que dão noite grátis.

  15. Aluisio disse:

    Acho totalmente pertinente essa discussão. Aos poucos as operadoras de cartão tem nos feito engolir a duras penas as pedras que jogam no nosso caminho, cobrando mais por serviços (seja aumentando custos ou reduzindo benefícios), sendo o AMEX um caso explícito disso. Gostaria de saber a opinião dos leitores sobre um assunto: sempre li que seria possível transferir o histórico de crédito de um cartão american express do Brasil, por exemplo, em caso de mudança para os EUA, Canada, etc… Já li relatos de pessoas que conseguiram na internet. Agora com essa nova onda de AMEX Nutella (Livelo), vocês acreditam que isso continua sendo possivel? Já liguei diversas vezes na central amex e sequer conseguem enxergar meu cartão, sempre me direcionando para o Bradesco Cartões. Será que nesse pedido de transferência internacional, a AMEX vai conseguir enxergar o cartão?
    Obrigado pelos insights…

  16. Fabio disse:

    Pra quem acha que comparar com o TPC americano é desigual, basta comparar com o TPC Argentino ou Chileno. Chorem comigo:

    O Argentino dá o PP:
    https://www.americanexpress.com/ar/content/the-platinum-card/

    o Chileno também:
    https://www.americanexpress.com/chile/platinum/lifestyle.shtml

    Portanto o Bradesco consegue ser pior do que o TPC dos hermanos.

    Vou dar uma de futurólogo: eles irão aos poucos nos empurrar todos para o Livelo.
    Se ligar na central e pedir para mudar a data de vencimento da fatura, irão lhe informar que o cartão será cancelado e um novo plástico (TPC Nutela) será emitido. Acredito que o mesmo ocorrerá com os plasticos que irão vencer.

    E com isso a qualidade vai ladeira a baixo.

    Salve-se quem puder (ou quem tiver um Porto VI ou Santander Unlimited)…

  17. Leandro disse:

    A palavra que define esse cartão é SOFRÍVEL … Só estou esperando uma promoção para transferir os pontos e pular fora .
    1 – Tenta gastar um pouco mais te bloqueiam .
    2 – Pane nos chips do cartões , não da para sair só com ele na carteira tem hora que vai tem hora que não.
    3 – Atendimento via call center é deplorável .
    4 – Anuidade cara .
    5 – Benefícios pífios.
    6 – Para a Amex , o Brasil deve ser mercado tupiniquim ,então não estão nem ai para o consumidor.

    No aguardo para pular fora do barco .

  18. Daniel disse:

    Fábio, não tem como fazer um abaixo assinado, greve ou manifestação na Paulista para o Santander Unlimited voltar a enviar para a TAP???

  19. Carlos Reis disse:

    Eu tenho pago a anuidade do meu TPC, com 1 dependente, com milhas… 30.000 para ser mais exato. É caro sim, mas que outro cartão hoje tem milhas que não vencem no Brasil?

  20. Alex disse:

    O Bradesco adquiriu as operações da AMEX no 2º semestre de 2006 (efetivando a aquisição em 2007), mas há um detalhe, as operações seriam do Bradesco por 10 anos, ou seja, até 2017. Vocês pararam para pensar que existe a possibilidade da American Express Corporation, reassumir seus cartões muito em breve? Talvez esta “forçada AMEX/Livelo para cartões pós novembro 2016” seja uma jogada da Bradesco construir uma carteira de clientes a qual não precisará “devolver” para a AMEX Corporation? Fábio, você que é bem relacionado, poderia tentar confirmar esta “teoria”, o que acha?

  21. Carlos disse:

    Fábio, não discordo da sua postagem, mas as comparações tem de ser proporcionais. Comparar com o mercado americano é desproporcional, isto em qualquer outro país do mundo. Os grandes bônus de adesão só têm lá, assim como outras vantagens (tipo cartão Citi Perstige com 4ª noite grátis).
    Em relação à pontuação, acho razoável o 2,2 para todas as compras, já que aqui temos os polpudos bônus de transferência que não ocorrem no mercado americano.
    Acrescentaria mais dois benefícios do cartão, o convite Celebration uma vez por ano e o programa Menu Bradesco.
    Levando em conta o mercado brasileiro, o cartão não é de todo mal. Acho inferior aos Santander Unlimiteds e aos Porto Seguro Infinite e Black, mas superior aos demais BB, CEF, Itaú, Bradesco…
    Acho que a questão maior é relativo à concorrência: há outros cartões que estejam roubando parcela significativa do TPC, justificando uma melhoria do produto para competir? Acho que os dois superiores que citei não estejam roubando muitos clientes. E a estratégia do Bradesco parece ser um pouco inversa, facilitar cada vez mais a emissão de novos cartões e aumentar a carteira de clientes. E, com este aumento, acho muito difícil que sejam feitas melhoras, acredito na piora gradual. Também pode ter a ver com um eventual término ou rescisão de contrato com a Amex, já preparando uma migração dos seus clientes TPC para uma plataforma própria.
    Quem puder, mude para Porto ou Santander. Quem não puder, aproveite as vantagens do TPC em relação aos demais cartões. Mas não se iludam com possíveis melhoras, o TPC vai ficar cada vez mais parecido com um cartão Bradesco melhorzinho.

    • Fábio Vilela disse:

      Carlos,
      Por isto que eu escrevi no próprio post que são mercados diferentes.
      Eu tenho o TPC há mais de 10 anos – nunca recebi convite Celebration e muito menos a revista Expressions por exemplo.

    • Yan disse:

      Olá Carlos, em relação à que aqui nos EUA eles não dão bonus na transferencia dos pontos você está enganado. Eu tenho O TPC aqui e agora estão com uma promoção de 40% de bonus na transferencia dos Membership Rewards para a British ou Iberia. De tempos em tempos eles lançam essas promoções aqui. Claro que nunca chega a 200% de bonus. Mas que tem, tem.

  22. Luiz Rodrigues disse:

    Oi Fábio,
    Só para constar que texto na lista de empresas áreas listadas pelo TPC Brasil faltou incluir a TAP.
    Realmente sem comparação quanto aos benefícios.
    Aliás os benefícios dos cartões brasileiros não fazem frente aos cartões TOP americanos, salvo algumas promoções como por exemplo ganho de 6x em pontos pelo Santander (não vou entrar no mérito das metas dos valores estipulados…rssss).
    Forte abraço,

  23. Leonardo disse:

    Parabéns Fábio por levantar a questão. Pela insatisfação demonstrada, quase ninguém está satisfeito. Triste é no Galeão. Cartão Amex emitido fora entra, brasileiro fora. Que tristeza. Meu limite é pagar 1 parcela da anuidade. Como tenho vários adicionais (4), ainda mantenho o cartão. Por enquanto!

  24. José Henrique disse:

    Você não tem o The Platinum Card, você tem o The Platinum Credit. Sem comparação de cartões. O Card é exclusivo, disponível somente por convite da American Express.

  25. Carlos Reich disse:

    O TPC administrado no Brasil é um cartão do Bradesco pintado de prata. Utilizo um pouco, mas não é o meu cartão preferencial, até porque, na Europa e na Ásia quase não é aceito. É vergonhoso encontrar diversas salas vips com a estampa do TPC impressa na porta e a atendente informar que o cartão emitido para brasileiros não é aceito. Estou quase migrando para um cartão americano, pois tenho conta fora do país. Só não fiz ainda pq sei que vai me dar um certo trabalho.

  26. Jairo disse:

    Fábio,
    Outros 2 amigos já perguntaram algo semelhante:
    Como fazer um TPC dos Usa?
    Ou ainda, tem jeito de migrar pro TPC americano?

      • Yan disse:

        Então Jairo e Fabio, eu moro nos EUA e tenho o TPC daqui. Infelizmente a única maneira de conseguir ter qualquer cartão de crédito aqui nos EUA é sendo residente e tento um Social Security (que é como se fosse um CPF do Brasil). Além disso você tem que ter um Credit Score bom e uma renda que seja linkada com seu Social Security.

        • Sergio Machado disse:

          Yan, Fabio e Jairo, para ter uma conta e cartão de crédito nos EUA não precisa nem morar e nem ter security social card, moro no Brasil, tenho conta no Bank of America e cartão de crédito de lá. É mais difícil não morando mas da para conseguir, leva tempo e precisa conseguir fazer um credit score mesmo lá.
          Agora no Galeão Gig é realmente triste a situação do Amex não ser aceito na sala VIP, por isso tenho Dinners também , facilita muito em viagens pelo mundo. Só mantenho o Platinum porque levei muitos e muitos anos até consegui-lo o considero uma espécie de troféu que mantenho.

  27. Maurico Antunes disse:

    Fabio e até quando teremos os parceiros no MR? Porque a tendência vai ser migrar tudo para o programa Livelo.
    Nem o passbook que funcionava no iPhone, funciona mais.

  28. Frederico disse:

    O AMEX do exterior também envia para tantos parceiros aéreos?

  29. DaN White disse:

    Fábio, realmente o TCP talvez ainda tenha algum valor por possibilitar transferências pras companhias fora do braZil. Mas continuo com meu VISA Infinite $1 pra 2 sem pagar anuidade, e com um cartão adicional.
    Como sempre viajo de EXEC pro exterior sempre possuo acesso às salas VIP.

    Acesso às salas “VIP” de SDU e CGH eu passo longe, quando tinha acesso pelo AMEX entrava pra pegar uma água e já saía. Prefiro pagar por serviços esporádicos em aeroportos do que a anuidade de cartão.
    Abraço!!

  30. junior@hotmail.com disse:

    Boa Fábio. Ia mudar para essa cartão por conta do MR mas demorei e acabaram com o programa ano passado. Fique triste, mas agora essas informações suas são um alento, aa péssima qualidade do banco que administra a marca. Está fadado ao fim se não mudarem….

  31. celso disse:

    O AMEX parou no tempo aqui no Brasil, os beneficios sao os mesmos ha muitos anos mas em compensacao cobra a anuidade mais cara dos seus clientes e a taxa de administracao mais cara dos varejistas! Sou obrigado a manter outro cartao pq o TPC não é aceito por muita gente ainda!

  32. paulo disse:

    Fábio,
    Soube que a livelo irá receber em breve os parceiros do MR que serão livelo e mais a eithad, você sabe de algo sobre isso?
    Faltou mencionar a revista ‘expressions” que não mandam para o endereço da pessoa e o celebrations que só entrega para algumas capitais(recife e porto alegre por exemplo não tem). Sobre isso estou pensando em organizar um movimento virtual, talvez uma petição virtual, para que a AMEX/bradesco, possa fornecer um crédito de aniversário ou uma cesta pelos correios nas cidades (capitais e interior no brasil) não abrangidas pelo programa, mas sou uma pessoa só, não sei se vai ter resultado. Você toparia encabeçar este movimento para nós?

  33. Glaucia Vasconcellos disse:

    Perfeita sua comparação e muita coincidência pois ontem nós cancelamos o nosso.
    Na última viagem ao passar pela sala VIP no aeroporto Galeão fiquei decepcionada justamente por não termos acesso já nosso cartão foi emitido no Brasil.

  34. Pedro disse:

    E o medo dos TPC pre 11/2016 irem pra livelo tbm?
    É so oq falta…

  35. Mauro disse:

    Adquiri o TPC “Nutella” com a vantagem de nunca ter os pontos expirados no Livelo. Procurei no regulamento do memberships rewards (bradesco) e a informação consta lá. Poderia confirmar essa informação de que os pontos expiram, Fabio?

  36. Daniel disse:

    Caro Fábio,

    Se tive alegria imensa em poder o parabenizar pela Viagem em First postada ontem, a este tempo a felicidade é imensurável de poder, novamente, expor o que se passa com o TPC… vamos lá:

    Sou cliente TPC há aproximadamente 10 anos… e não vingarei o 11º aniversário.

    Infelizmente, o Bradesco Cartões, administrador do TPC ora busca PERSUADIR (da pior forma possível) seus clientes MEMBERSHIP REWARDS a largarem o cartão ou migrarem para o LIVELO…. e para aqueles que não migram para o LIVELO, resta um cartão que só definha, sem qualquer condição especial, em que pese, oficialmente, ser para público SEGMENTADO.

    Primeiramente, quanto às salas VIP´s: vivem lotadas… e cancelaram a do GIG e outras, restando poucas, as quais aceitam até GOLD (o que contribui para a lotação). Poderia o manter por ser a única sala do SDU, mas o Priority Pass passou a ter uma sala pequena por lá, a qual inda fica bem vazia.

    O Platinum Travel Service (forma de reservar o Fine Hotels) é uma piada: você liga, expõe o que pretende reservar e, em regra, levam 05 dias para enviar e-mail com a reserva, ao menos nas 03 experiências que tive com eles. Em um mundo tecnológico, qual a dificuldade da atendente de verificar, no momento do telefonema, a tarifa do hotel? Não sei se ocorre uma incompetência ímpar ou a opção de “desanimar” o cliente a não utilizar tal opção de reserva de hotéis (pode ser que, contratualmente, o BRADESCO seja obrigado a manter o serviço em questão). Já as promoções de bilhetes aéreos são cômicas, pois, de fato, há a promoção, mas como o serviço é via Platinum Travel Service, cobram U$ 100 pela emissão de cada bilhete, ou seja, o desconto é absorvido pela “comissão” do serviço AMEX.

    Quanto ao Membership Rewards, já não me recordo de grandes promoções, tais como, no passado, realizaram com IBERIA e outros… o máximo de promoções que existe são para SMILES ou AMIGO, em nada diferente de qualquer outro cartão básico nacional…

    O Membership Rewards tornou-se, desde o lançamento do LIVELO, um programa sem maiores atrativos, aparentemente de forma INTENCIONAL para o BRADESCO CARTÕES forçar os clientes a migrarem para o LIVELO (se for para ter conta no LIVELO, não é necessário ser cliente BRADESCO; logo, não se precisa do TPC, nem de pagar anuidade de R$ 1.200).

    A pontuação de 2,2 é superada, hoje, por vários cartões destinados a público segmentado, destacando-se o SANTANDER, com promoções reiteradas e interessantes, permitindo pontuar bem acima de tal montante.

    Ademais, o SANTANDER e outros bancos possuem promoções interessantes de bonificação em transferência. Quanto ao Membership Rewards, praticamente ZERO de um ano para cá.

    Por falar em cartões destinados a público segmentado, o atendimento telefônico é lastimável, sempre demorando consideravelmente (para mandarem o SMS confirmando que você, ligando do celular cadastrado no sistema deles, e, assim, começar o atendimento, leva 5 minutos), o que não condiz com o público alvo.

    Como se não bastasse, não possui tecnologia agregada, tendo, inclusive, encerrado o PASSBOOK sem qualquer aviso.

    Enfim, um cartão que já foi TOP, o melhor do PAÍS, ora foi superado por seus concorrentes, seja face a melhora destes, seja pela sua péssima administração e queda acentuada e recente da qualidade.

    Poderíamos considerar que possuem salas VIP’s nos EUA, mas para quem tem o Priority Pass não seria um grande diferencial…

    Superado, assim, o TPC (encerrarei o meu no final do ano após 10 anos de relacionamento), restam poucas opções que transfiram para programas que não SMILES, MULTIPLUS, TUDO AZUL e AMIGO…

    Pondero o SANTANDER, vez que envia para AEROMEXICO e IBERIA, e os cartões de crédito que enviam para a TAP (mas, nisto, o Livelo resolveria).

    Enfim, é um final lamentável comandado pelo BRADESCO CARTÕES para o TPC.

    Um cartão, como dito, supostamente destinado a um público segmentado, ora trata clientes pior do que cartão básico da Caixa Econômica Federal… se a ideia era forçar os clientes a largarem o Membership Rewards, deveriam provar um pouco mais de inteligência e realizar promoções de verdade com parceiras para os clientes zerassem seus pontos; mas não; preferem “queimar” o cliente com o público segmentado, que tende, como eu, a mudar de BANCO, e, certamente, NUNCA MAIS buscar cartões administrados pelo BRADESCO.

  37. Tlars22 disse:

    Fabio,
    De tao ruim os beneficios, A anuidade do TPC livelo agora abaixou !!!!
    O BRADESCO atualizou no site
    R$ 720,0

    Fonte:
    https://banco.bradesco/html/classic/produtos-servicos/cartoes/conheca-os-cartoes/the-platinum-card.shtm

  38. Guilherme disse:

    O unico ponto positivo é que esse valor da anuidade nunca tive que pagar. Sempre conseguia isenção 100%, mas esse ano nao teve conversa e me cobraram 400 reais ao inves dos 1200. Pelo beneficios das salas vip no Brasil acho que 400 reais por ano pra ter 5 cartoes (eu e mais 4 adcionais) ta valendo muito a pena.

  39. Bruno disse:

    Fabio, para onde voce manda os pontos do Unlimeted do Santander??? tenho esse cartão e sempre fico na dúvida o que fazer com os pontos já que os parceiros são poucos demais.

  40. CID JOSE JARDIM disse:

    Realmente quase não existe vantagens quando comparamos com um cartão emitido nos Estados Unidos, em relação aos outros cartões brasileiros existe a vantagem de ser realmente o único cartão sem limites o que me dá bastante liberdade de fazer despesas imprevistas sem ter que ligar para o cartão ou para banco. Isso faz diferença. Além disso como voce diz a facilidade de acumular pontos sem prazo de vencimento (com possibilidade de dobra-los com o turbo) e utiliza-los transferindo para quase todas as cias aéreas (principalmente em épocas em que elas dão bônus de transferencia) são as únicas vantagens.

  41. Thiago disse:

    o atendimento é um lixo, marca Bradesco de qualidade. Pra ter algum problema resolvido a maneira mais facil é abrir uma reclamação no Banco Central, ai pelo menos te liga uma pessoa alfabetizada.

    So renovo pelo acesso as salsa da Delta e DFW e pq sempre rola um desconto gigante convertido em debito de pontos.

    • Fábio Vilela disse:

      Desconto na anuidade p/ pagar com pontos você está se referindo?

      • thiago disse:

        Oi Fabio, vc pode pagar a anuidade com pontos. O que eu faço é o seguinte, primeiro negocio o valor da anuidade, aí quando chegar ao valor final em Reais, solicito que seja feita a conversão pra pagar com pontos do MR. Vale a pena!
        Agora estou com um problema, eles cancelaram o meu cartão para reemitr por suspeita de fraude. Ai avisaram que como eu já tive 9 vias do cartão (ja sou cliente há mais de 10 anos) , tiveram que criar uma conta nova. Só estou vendo que vão me jogar pro Livelo e eu vou gastar horas reclamando. Deve ser golpe deles essa reemissão de cartão pra migrar a conta.

  42. THIAGO PEREIRA disse:

    Ai Fábio, fiquei brochado agora.
    Acabei de assinar a proposta para esse cartão, mas a primeira anuidade ficou em 6X de R$20,00.
    e o único motivo que fiz ele foi para poder transferir pontos para a TAP.
    Não sabia dessa mudança para o Livelo.
    E agora? O que faço eu????

  43. Ederson Oliveira disse:

    Fábio, isso esta parecendo ser um “Dejavu” do Diners Club.
    Era um dos melhores cartões do Brasil e do mundo, bem restrito, inúmeros benefícios excelentes, que foi ladeira abaixo, e agora nem tem muito o que se falar dele.
    Você ja teve?

  44. Carlos disse:

    O que mais me assombra no AMEX eh continuar a ser gerido pelo Bradesco que está matando a marca no Brasil !!! Não eh possível que o board da cia nos Estados Unidos não tenha Feedback da lambança que o banco está fazendo aqui!!! Da a impressão que a há algo estranho na governança corporativa de lá responsável pela gerência deste segmento no Brasil…

  45. ROBERTO disse:

    Estou pensando seriamente em cancelar o meu TPC……ainda nao cancelei por causa da sala vip de congonhas (que utilizo semanalmente)

Deixe uma resposta

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis