Check-in e Sala VIP Air China First Class – Aeroporto de Pequim (PEK)

Lounges Salas VIP

Por Fábio Vilela

Hora de começar a maratona para ir embora, ou pelo menos parte dela! Meu vôo agora seria operado pela Air China e como estava em primeira classe pude usar a ala exclusiva da cia destinada aos passageiros que viajam nesta classe. Os guichês preferenciais ficam no final do terminal ao lado direito.

Eu cheguei lá por volta das 11 e apesar de ter diversas posições para atendimento só existia uma funcionária atendendo, o que atrasou e fez o processo ser demorado já que eu era o 5 da fila.

Fiz o check-in e inclusive pedi pra ela etiquetar minha mala até meu destino final que era Orlando mas que não estava no mesmo bilhete – ela fez sem problema algum. Perguntei se tinha alguma fila preferencial para raio-x e passaporte – mas nada!

Ainda dentro desta área de check-in, tem uma outra parte mais privativa ainda, cercada por estas madeiras.

O acesso estava bloqueado, mas haviam algumas pessoas sentadas por lá.

Gente, o que é este aeroporto de Pequim? Pelo amor de Deus! Que lugar calorentooooo, sem ar condicionado funcionando direito! Sem contar as filas IMENSAS para raio-x, passaporte e o Skytrain. Levei exatamente 58 minutos entre sair do check-in até chegar na sala vip, vocês acreditam? E o tanto que o processo é lento? Primeiro pega o trem, depois passa no raio-x, depois passa no controle de identificação. No controle de identificação eles tiram uma foto sua, e quando você vai embarcar lá no portão do avião e o funcionário scaneia seu cartão de embarque sua foto aparece na tela – interessante né?

Sem mencionar na falta de educação de alguns passageiros furando fila, não respeitando os outros e aquela zona!

Enfim, fui seguindo as placas indicativas até achar o bendito lounge da First da Air China.

A sala fica no segundo andar, basta pegar a escada rolante ou elevador – não tem como errar pois tem vários sinais indicando o lugar.

Um outro fato me chamou a atenção – a sala aceita Priority Pass – é a primeira vez que eu vejo um lounge exclusivo de primeira classe de uma cia aérea aceitar convênios com terceiros.

Perguntei na recepção se tinha wifi, a atendente só me disse “Use o do aeroporto”.

A sala pode até “impressionar” quando você entra, mas a medida que você vai vendo os detalhes e notando as facilidades (ou a falta delas) que ela oferece, você já desanima.

Sala de TV com poltronas reclináveis – os móveis escuros e madeiras dão uma aparência não muito moderna ao local.

Vamos falar das comidas – que decepção! Havia 3 “ilhas” com buffet.

A primeira se resumia a frutas, crackers e cup noodles – nada mais.

Vejam quanta fartura, rs.

O lounge contorna grande parte do mezanino e basta você ir caminhando pelas laterais onde encontrará diversas cadeiras para sentar e também visão para o saguão do embarque.

Havia uma sala privativa para membros elite do programa deles – mas sem nenhum controle de acesso.

Aliás, aqui dentro era o único lugar que o ar condicionado estava bom, porque lá fora era uma sauna.

O segundo mini-buffet tinha doces, quitutes e mini-sanduíches.

O bar era no esquema self-service e você literalmente tinha que entrar dentro do balcão se quisesse se servir.

Haviam apenas uma marca de vinho com  2 garrafas.

O champagne era da mesma marca, mas nem ousei experimentar.

As bebidas disponíveis estavam em uma prateleira lá dentro, bastava entrar e se servir.

Algumas geladeiras estava disponíveis pelo lounge com refrigerantes e sucos.

Seguindo pela lateral, estava a área do buffet principal.

Porém a comida é retirada as 22h, vocês acreditam nisto? Depois disto não tem serviço de refeição! Eu cheguei no lounge por volta das 23:30 e só tinha “resto” e a funcionária me falou que nada seria reposto.

Ainda haviam alguns dumping’s nas panelas.

Esta espécie de mingau.

E a estação dos noodles, que não estava funcionando mais.

Só haviam sopas nas panelas.

E uma única tinha pedaços de carne, mas nem ousei comer.

Continuando voltando (pela parte de trás do lounge), você tem mais lugares para sentar.

E mais ao fundo algumas cabines para dormir. Não achei nenhuma disponível para tirar foto e também não sei qual a política de uso.

E por fim o business center que tinha só bancos ao invés de cadeira – imagina trabalhar sentado nisso por 30 minutos?

Na hora de embarcar perguntei a funcionária se teria um carrinho (buggy) pra me levar pois sei que é um serviço oferecido pela cia aérea para os passageiros First. Ela simplesmente me disse “Veja se ele está lá embaixo!” na maior falta de educação possível.

Esta sala é uma decepção em vários sentidos – buffet praticamente inexistente em determinados horários, atendimento dos funcionários, variedade das bebidas do bar, entre outros, ou seja, é o lounge de primeira classe mais xing-ling que você vai visitar, rs.

Avaliação

Média
3.5

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis