Classe Executiva da Delta no B747-400 – Detroit para Seoul

Cias Aéreas Classe Executiva

Por Fábio Vilela

Enfim, hora de seguir viagem – a minha animação estava à mil, final era o penúltimo vôo do B747-400 da Delta, então ter conseguido estar neste vôo foi para lá de especial.

Vôo Delta Airlines DL159 – 19/11/2017
Detroit (DTW) ✈ Seoul (ICN)
Assento: 80K – Classe Executiva
Partida: 12:24 / Chegada: 16:30 +1 / Duração: 14h15
Aeronave: B747-400

Como um dia antes eu tinha ido no headquarters da Delta e lá tem um B747 estacionado, eu aproveitei para fazer as fotos todas lá, já que estava com o avião inteiro à minha disposição. Como o layout é idêntico ao avião que eu realmente voei para Seoul, não iria fazer diferença.

Classe econômica da Delta no B747-400

A classe executiva – também chamada de Delta One – é dividida em 2 partes – no primeiro andar e também no nariz do avião com uma terceira seção na parte traseira. Na parte de baixo, o layout é 1-1-1 e mais para trás 1-2-1.

Há somente 2 poltronas centrais no nariz do avião.

Já na parte superior o layout é 1-1. Será que só eu que fico super “excited” em voar em um upper deck de um B747? Sempre acho o máximo!

As poltronas são as mesmas nos A330/B747 então dispensa muito foco nos detalhes pois vocês já estão cansados de ver por aqui.

Vista da parte da frente para o fundo.

Saída de emergência do upper deck.

Cockpit do B747-400 da Delta.

No upper deck também tem uma galley própria para servir os passageiros desta seção.

Assim que cheguei notei que tinham vários outros entusiastas da avião pois todo mundo estava tirando fotos do cockpit, com as comissárias, com os comandantes – então realmente era um dia especial para todos.

A comissária veio se apresentar, me encaminhou até o meu assento 80K – upper deck – o último do lado direito – era o assento mais privativo da aeronave.

O assento tem o mesmo revestimento em couro dos demais da cia.

E quando reclinado se transforma em uma cama.

Como vocês sabem o footrest é estreito – o que prejudica na hora de dormir.

Luz de leitura individual, porta e USB e tomada universal estavam de fácil alcance.

Você nota a idade do avião pelas instalações – olha que antiga esta luz e a saída de ar.

O serviço começou com espumante ainda em solo junto com o menu.

Fones de ouvido LSTN.

O amenity kit da TUMI da Delta neste voo é aquele personalizável, ou seja, você pode levar em uma loja qualquer da marca e ter suas iniciais gravadas gratuitamente.

Foi oferecido pantufas – acredito que pelo fato do voo ser mais longo do que aqueles aqui p/ a Am. do Sul.

O menu era dividido em opções ocidentais e orientais – assim agrada todos os clientes.

O serviço começou com bebidas e mix de nuts aquecidas.

As comissárias foram educadas, mas extremamente apressadas – mas muito mesmo. Por duas vezes enquanto ainda estava tomando a sopa, elas já vieram com o prato principal.

A caesar salad estava ótima assim como o molho, a sopa acredito que era abóbora com creme azedo – deliciosa. E a entrada vocês podem ler ali no cardápio pois é muito difícil de traduzir, rs.

De prato principal optei pelo ravioli que estava maravilhoso apesar de frio – acredito que isto aconteceu porque vieram trazer o prato duas vezes e eu ainda não tinha terminado as entradas então ele acabou esfriando.

E de sobremesa optei pelo bolinho mais sorvete, aka, sundae.

Boa parte da rota foi pelo polo. O que me salvou foi o wifi que é ilimitado pelo preço de U$17 – uma maravilha!

Devido ao fato do voo ser bem longo, eles oferecem um serviço intermediário durante o trajeto. Optei por um espetinho de camarão com bife teriaki – veio tudo GELADO – mas acredito que é assim que se sirva mesmo.

A cama como vocês já sabem é flatbed e a roupa de cama dos hotéis Westin.

Apesar de ficar totalmente reta, ela é um pouco estreita e o espaço limitado do descanso dos pés incomoda um pouco quando você precisa se mexer.

Quase chegando em Seoul (4 da tarde) foi servido café da manhã – não sei se era a refeição mais apropriada para o horário – mas era o que tinha. Ovos mexidos com salsichas de frango, batatas e tomates – mas acredito que a refeição passou do ponto – pois a salsicha veio pseudo-torrada e os legumes murchos e a aparência feia – enfim, paciência!

Nós tivemos um pequeno atraso para sair de Detroit mas mesmo assim o vôo chegou no horário em Seoul. Como vocês puderam ver em relação a cabine/assento não se difere muito A330 que é o que avião que serve as rotas de/para o Brasil. Mas poder estar no penúltimo voo B747 foi uma experiência ÚNICA – não pela poltrona/serviço e sim pela unanimidade da situação para um avgeek.

Avaliação

  • Check-in:
  • Embarque:
  • Poltrona:
  • Atendimento:
  • Refeição:
  • Entretenimento de bordo:
  • Amenity Kit:
  • Internet:
  • Pontualidade:
  • Limpeza:
Média
8.3

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis