Classe Executiva da LATAM no B767-300ER – São Paulo p/ Buenos Aires

Fiz meu check-in logo cedo no guichê preferencial da LATAM e fiquei impressionado como que só tinha uma pessoa atendendo toda a fila de prioridades. Era mais ou menos umas 05:00 da manhã quando cheguei e tive que esperar pelo menos uns 20 minutos na fila, e somente por volta das 05:30/05:45 chegaram mais funcionários. A funcionária então despachou minha mala e disse que me buscariam na sala vip no momento do embarque.

A LATAM disponibilizou pra mim o serviço de Special Services, em todos os trajetos desta minha viagem, então tanto o pessoal da sala vip, guichê de check-in, tripulação, etc sabiam que eu ia estar a bordo de todos aqueles voos.

Este serviço é oferecido de forma pró-ativa pela cia (ou seja, não tem como contratar/solicitar) para clientes selecionados, VIP’s e pra quem tem o status Black Signature. Esta facilidade proporciona o cliente uma série de mordomias como acompanhamento no embarque e desembarque, monitoramento especial de bagagem despachada, entre outros. Confesso que é bem cômodo e super agradável – realmente algo diferenciado que ainda existe na LATAM.

Esperei meu voo na sala vip da LATAM em GRU no Terminal 3 e logo uma agente do SS veio me buscar para embarcar. O voo saiu no horário mas não consegui tirar fotos da cabine vazia pois quando chegamos no portão o embarque já tinha começado. Então vou utilizar de fotos que já tenho deste avião de um modo geral, e colocar as fotos novas somente dos detalhes e serviços, ok?

Vôo LATAM Brasil JJ8012 – 05/10/2017
São Paulo (GRU) ✈ Buenos Aires (EZE)
Assento: 5D – Classe Executiva 
Partida: 07:25 / Chegada: 10:30 / Duração: 2h55
Aeronave: B767-300ER

O layout da business no B767-300ER da LATAM é 2-2-2 com poltronas flatbed dividido em 05 fileiras.

DCIM100GOPROGOPR0420.

A chefe de cabine veio se apresentar assim como outro comissário e disseram que estariam a disposição caso eu precisasse de alguma coisa.

DCIM100GOPROGOPR0423.

Como eu estava viajando sozinho optei por sentar na 5D (fila do meio, corredor) pois assim teria liberdade de levantar quando quiser sem incomodar o passageiro ao lado. O avião foi LOTADO até Buenos Aires – sem nenhum assento vazio – acredito que a política de leilão e o uso de cupons de upgrade devem estar à todo vapor.

Para quem viaja acompanhado as poltronas laterais são a melhor pedida afinal é sempre bom ficar na janela.

DCIM100GOPROGOPR0426.

A poltrona não fica 100% flatbed quando reclinada – mas confesso que as diversas “emendas” do assento incomodam.

DCIM100GOPROGOPR0431.

O casulo da parte de trás também pode ser algo negativo para quem tem os ombros largos pois a poltrona já é estreita, e ele acaba por limitar ainda mais o espaço.

DCIM100GOPROGOPR0435.

O estofado que eles utilizaram neste assento dá a impressão que está sempre empoeirado, não acham?

DCIM100GOPROGOPR0447.

Existe uma pequena divisória retrátil entre um assento e outro mas não consegui suspendê-la para mostrar pra vocês. Acredito que ela deve aumentar um pouco mais a privacidade – mas nada significativo.

DCIM100GOPROGOPR0458.

Apesar deste avião ser relativamente novo (de idade) me impressionou muito a qualidade e manutenção da cabine. Estofados desgastados, velhos e com aparência de surrado. Tudo muito mal apresentado.

img_7403

Haviam partes do assento que estavam descolando.

img_7398

Olha a sujeira do assento da frente!

 

E na lateral do meu tinha até papel de bala.

Bom, continuando o tour o assento – entre os dois monitores tem o porta casacos e um porta-trecos para você colocar o que quiser – tipo uma garrafa d’água.

img_7381

Ao lado do descanso do braço está o controle da posição de assentos, joystick e um mini-bolsão (velho!).

img_7382

A tomada e porta USB ficam praticamente inacessíveis de tão mal projetadas onde foram colocadas. Toda hora o adaptador da tomada sai pois literalmente você fica praticamente esbarrando ali o tempo inteiro, além claro do fato de quando a poltrona está naquela posição relax, te impede ainda mais de ter acesso ao buraco.

img_7399

A qualidade do fone de ouvido não é das melhores e apesar de aparentar ser noise-cancelling ele não fornece uma qualidade boa de som.

O entretenimento de bordo é variado e tem uma boa seleção de filmes, séries de tv, música jogos, etc.

A qualidade da imagem é boa e o IFE não demora muito pra responder os comandos do joystick.

O amenity kit é MUITO simples e feio, porém vem com o essencial para este trajeto – meia, tapa olho, tapa ouvidos e uma caneta.

Durante o embarque foi oferecido suco de laranja e água. Todos os tripulantes deste vôo foram nota 10 – claro que não sou hipócrita de falar que eles não sabiam quem eu era – mas se isto influenciou ou não no tratamento – não posso dizer.

O cardápio foi entregue para que eu pudesse escolher a opção de refeição.

O espaço do passageiro é bem limitado – com a mesinha aberta então nem se fala.

img_7386

Enquanto eles foram preparar as refeições eu cochilei e quando eu acordei eles já tinham servidos quase todos os passageiros. Penso que para evitar isto eles devem perguntar se o passageiro deseja ser despertado ou não, até mesmo para conveniência do mesmo, não acham?

O serviço foi café da manhã com ovos, pães, bolos e frutas e para quem quisesse tinha também bebidas alcóolicas. O omelete não estava nada gostoso, tão pouco sua aparência.

O croissant e pão são colocados na bandeja pois não tem lugar pra eles.

Para um voo de aprox. 2h30 foi satisfatório agora se fosse em um longhaul com certeza eu não estaria tão contente.

Eu já escrevi isto aqui e volto a falar com as mesmas palavras – eu sinceramente eu não sei o que anda acontecendo com a LATAM e esta opinião não é só minha, vejo tanto pelos comentários de vocês que me seguem como de inúmeros clientes que utilizam do serviço de Business. O padrão caiu muito – desde atendimento (que não foi o caso deste meu voo) quanto do produto oferecido. Uma pena!

A impressão que eu tenho é que a cia parou no tempo e não está fazendo questão (ou até mesmo por falta de $ – nunca se sabe) de investir em qualidade a bordo, o que acaba por cada vez mais afastar os clientes que um dia foram tão fiéis à cia.

Hoje as mudanças na aviação acontecem muito rapidamente e acompanhar (principalmente as cias do Oriente Médio, Asiáticas e Americanas) realmente é difícil principalmente quando não se tem um “fluxo de caixa” folgado na empresa. Mas infelizmente isto acaba tornando a empresa menos competitiva e faz ela perder uma grande fatia de mercado – que são os passageiros que querem ver retorno (em forma de qualidade/serviço/produto) do dinheiro investido em uma passagem business – que convenhamos, não é barata.

Qual a opinião de vocês?

Avaliação

  • Check-in:
  • Embarque:
  • Poltrona:
  • Atendimento:
  • Refeição:
  • Entretenimento de bordo:
  • Amenity Kit:
Média
6,0