Classe Executiva da TAP no A330 – São Paulo para Lisboa

Cias Aéreas Classe Executiva

Por Fábio Vilela

Vocês acreditam que para não ter que ir para Guarulhos de ônibus com o transfer de Congonhas, eu preferi fazer UDI-BSB-GRU? Sim, morro de preguiça daquela função toda, rs. Pousei em São Paulo, peguei minha mala e fui direto pro guichê de prioridade da TAP onde fui informado que o vôo estava atrasado em 1hr. Como minha conexão era mais longa que isto, não teve problemas.

A sala vip que a cia portuguesa usa é a da Star Alliance (por motivos óbvios né?) e que eu não vou fazer review pois já tenho diversos aqui no site. Um detalhe que eu notei que mudou por lá é que agora algumas poltronas ficam reservadas para passageiros HON da Lufthansa/Swiss – nada mais justo né? Afinal voar 600.000 milhas em tarifas pagantes de First/Business em 2 anos não é para qualquer um – portanto merecem um cantinho especial.

Como o voo estava marcado como atrasado fui pro portão somente quando houve a chamada pelos alto falantes da sala, e quando cheguei no gate toda a classe executiva já tinha embarcado.

Vôo TAP TP82 – 28/11/2017
São Paulo (GRU) ✈ Lisboa (LIS)
Assento: 5J – Classe Executiva
Partida: 17:45 / Chegada: 05:35 +1 / Duração: 9h20
Aeronave: A330-200

Pelo o que eu sei, a TAP já está com 5 aviões reformados, portanto conseguir ou não um deles ainda é loteria.

img_0102

Quando eu entrei a business já estava lotada, então vou utilizar das fotos da cabine do meu último TR. Como vocês sabem o layout é staggered mas segue um padrão diferente dependendo de cada fileira (6 no total) – 1-2-1 em algumas e outras 1-2-2.

DCIM100GOPROGOPR1263.

Eu gostei bastante da cor desta cabine, sóbria e elegante – quanto à isto a cia está de parabéns!

DCIM100GOPROGOPR1245.

Notem que as poltronas do meio seguem de forma “desordenada” – um assento fica com 2 consoles enquanto outro fica mais exposto no corredor.

DCIM100GOPROGOPR1243.

Nesta configuração, os melhores assentos pra quem viaja sozinho são os 3J e 5J no quesito privacidade já que eles são os famosos “tronos”, ou seja, tem console do lado direito e esquerdo, te proporcionando um maior espaço – teoricamente em partes e já explico o porquê.

DCIM100GOPROGOPR1230.

A poltrona como vocês devem imaginar agora é flatbed e se transforma em uma cama quando reclinada.

DCIM100GOPROGOPR1233.

Apesar do conforto, ela é BEM estreita e pessoas com os ombros largos ou os mais gordinhos com certeza vão sofrer na hora de dormir. O descanso dos pés afunila e é bastante apertado (vou colocar uma foto mais pro final do post).

DCIM100GOPROGOPR1234.

Aqui vocês conseguem ver que o casulo, que ao mesmo tempo protege e dá privacidade, tira um pouco do espaço e da mobilidade do passageiro enquanto ele estiver deitado.

DCIM100GOPROGOPR1251.

Atrás do assento trono estão 2 poltronas laterais que dividem o mesmo console – ideal para quem viaja acompanhado.

DCIM100GOPROGOPR1247.

A única divisória entre um e outro é esta aqui – e que garante um pouco de privacidade.

img_0106

Já os assentos do outro lado (fileiras A e C) são alternados também. Metade tem o console p/ o lado da janela e os demais para o lado do corredor. Vejam que os assentos que tem o console ao lado da janela deixa o passageiro bem exposto, então quando ele estiver deitado, seu rosto fica bem próximo do corredor o que não é agradável já que não tem nenhuma proteção.

DCIM100GOPROGOPR1266.

O outro assento – tem o console ao lado do corredor – vejam como a privacidade é bem maior.

DCIM100GOPROGOPR1267.

Mais uma foto da cabine p/ vocês assimilarem como é o layout das poltronas.

DCIM100GOPROGOPR1273.

Como eu comprei com uma certa antecedência consegui marcar no 5J – um dos assentos “tronos” da aeronave. Notem o console lateral próximo às janelas.

Aqui até parecem que os pés estão confortáveis né?

Mas olhando bem a fundo, o descanso dos pés afunila e tem uma altura limitada o que prejudica o cliente na hora de dormir.

Há um porta trecos enorme dentro do console do lado direito e mais em baixo um buraco para colocar sapato.

Notem que o cinto é de 3 pontas – não sei o motivo. A Lufthansa também tem este modelo de cinto na primeira classe.

Aqui tem outro compartimento – ideal para guardar objetos menores. Nesta lateral você também encontra o joystick do entretenimento de bordo, luz de leitura individual e a tira que segura o fone de ouvido.

Mas abaixo estava a tomada universal + USB e o folheto de segurança com a revista de bordo.

Ainda em solo foi distribuído o espumante – que estava QUENTE! Aliás eu não entendo a falta de simpatia de alguns comissários(as) da TAP – porque eles precisam ser tão grossos? Não dão boas vindas, não te tratam pelo nome e a sensação que você tem que eles nos olham nos diminuindo como se fossem superiores e estivesse fazendo um favor de nos levar no avião. Vocês também sentem isto?

Como o fone de ouvido é distribuído somente em altitude de cruzeiro eles fornecem esta versão descartável e que não presta.

O entretenimento de bordo é touchscreen e até que a programação é variada.

O bendito fone foi entregue junto com o cardápio quando o aviso de cinto foi desligado.

O avião também tem WIFI mas o preço é caríssimo – praticamente U$ por MB trafegado – ou seja, melhor nem oferecer né?

O amenity kit vem em latinhas colecionáveis – detalhe para  meia anti-derrapante com os aviõezinhos – AMEI!

Quando vieram pegar meu pedido – depois de distribuírem o cardápio já tinha acabado todas as opções e restou somente o frango para eu comer.

Na medida do possível atendimento foi satisfatório- apesar de poucos simpáticos e com pressa – parte comissários foram bem profissionais. A entrada estava bem apresentada – carne de grissom (alguém sabe o que é isto?) e manga. Veio também mix de nuts com alecrim.

A salada de lula estava boa assim como a sopa de mandioquinha.

Notei a falta de sal e pimenta, e eles não vieram em nenhuma bandeja de nenhum passageiro. Foi então que eu solicitei e a comissária trouxe separado para mim. Achei que isto devia vir como padrão para todo mundo né?

Bom, para quem não sabe a cia portuguesa está com um novo menu entitulado “Taste the Stars” onde 5 chef’s portugueses renomados com estrelas michelin desenvolveram o novo cardápio. Quando você lê toda a apresentação deste novo projeto gastronômico você até empolga , mas a animação acaba na hora que chega o prato. Bom, sinceramente acho que é muita propaganda se comparado a realidade – no meu caso, de prato principal veio um peito de frango, quinoa e abobrinha 🤔, ou seja, nada de elaborado e que eu não consiga aprender a fazer assistindo Ana Maria Braga, rs.

De sobremesa um bom vinho do porto, torta de coco com limão e calda de frutas vermelhas – muito bom por sinal.

A poltrona na posição cama é total flatbed, mas como falei para vocês os assentos tronos 3J e 5J são mais espremidos apesar da maior privacidade. O fato de você ter o console em ambos os lados limita muito sua movimentação e uma pessoa mais “gordinha” com certeza vai se sentir mal acomodada.

A cia oferece um travesseiro e uma manta bem fina e um travesseiro pequeno – poderiam melhorar. Consegui dormir (mal!) um pouco, mas toda hora esbarrava em alguma parte do assento.

A posição de barriga pra cima é a única que você consegue enfiar o pé aqui, se virar de lado eles não cabem mais por causa da altura.

Quase chegando em Lisboa foi servido o café da manhã – apesar dos pães murchos a apresentação dos pratos estava boa. Foram oferecidos iogurte, frutas, frios, café, suco e bolinho. Acho curioso este hábito de comer presunto e queijo com esta geléia – acho que é geléia/compota né? Senti falta também de uma opção quente – que no caso não tem.

Nosso voo foi o primeiro à chegar em Lisboa então não tinha ninguém na imigração – que eu já peguei filas kilométricas em outras ocasiões.  O horário é bem inconveniente – principalmente p/ fazer check-in nos hotéis, afinal entrar no quarto às 06:00 da manhã geralmente não é permitido, mas graças a Deus não era o meu caso pois eu ainda tinha conexão para Paris.

Bom pessoal, só posso dizer que com este novo modelo de aeronave a TAP até pode ser uma ótima opção entre Brasil e Europa com um produto bem competitivo pra quem busca uma business class que valha a pena – mas o fato de estar cobrando YQ (taxa de combustível) nos bilhetes prêmios, ela deixa de ser um bom negócio para quem quer usar milhas, não acham?

Avaliação

Média
8.0

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis