Classe Executiva da United Airlines no B787-9 – Houston para Los Angeles

Confesso que eu não estava muito animado para voar neste B787-9. Apesar de ser minha primeira vez nesta aeronave eu já sabia o que iria encontrar na cabine já que 90% dos assentos da United em vôos internacionais são iguais.

Vôo United Airlines UA1121 – 30/08/2016
Houston (IAH)  ✈ Los Angeles (LAX)
Assento: 8D – Classe Executiva
Partida: 16:09 / Chegada: 17:35 / Duração: 3h35
Aeronave: B787-900

O embarque foi feito por grupo, respeitando o nível de cada categoria elite do programa.

Eu fico pensando, porque fora do Brasil não existe fila prioritária para gestantes, idosos, deficientes, etc? Eles apenas anunciam no microfone quem necessita de mais tempo pra embarcar para ir primeiro, mas não há um lugar designado. Será que é algo obrigatório da nossa legislação?

Enfim, o layout da business class deste B787-900 é 2-2-2 dividido em 2 seções – a primeira com 5 fileiras e a segunda com apenas 3 – que foi onde eu optei por sentar.

Caso você esteja viajando sozinho as fileiras do meio são a melhor opção já que você e o passageiro ao lado terão livre acesso ao corredor sem precisar incomodar um ao outro.

O assento é “simples” e não tem nada de sofisticação além do fato de não oferecer muita privacidade.

O descanso dos pés é uma piada! Sei que sempre bato nesta tecla, mas é porque pra mim é algo crucial para o conforto à bordo. No caso deste modelo de poltrona da UA ele é mísero – extremamente pequeno.

Você consegue colocar só um pé, e o outro precisa estar em cima, porque os dois ao mesmo tempo não cabem.

A poltrona reclinada é total flatbed mas o fato dos pés ficarem espremidos acaba por suprir esta vantagem. Eu também considero este assento estreito e a parte do casulo de trás acaba limitando seus movimentos caso você tenha ombros largos.

Apesar o descanso dos braços ser retrátil você ainda fica com o rosto bem exposto no corredor quando o assento estiver reclinado na posição cama. E o outro ponto negativo é que se você sentar nas laterais vai ter sempre alguém te “pulando” pra chegar no corredor, o que é um inconveniente.

Nesta foto vocês conseguem ter uma idéia melhor da cabine – no caso da UA os assentos do bulkhead (que ficam de frente a parede) tem o espaço para os pés bem maior.

Atrás de cada assento estavam os fones de ouvido noise-cancelling, tomada, porta USB e entrada de áudio. O lugar também serve como porta trecos pois tem espaço suficiente para guardar pequenos objetos.

Apesar de ser um vôo doméstico o fone era noise-cancelling e de boa qualidade.

IMG_6190

As posições da poltrona eram bem “simples” nada além do básico.

IMG_6191

O joystick do IFE era touchscreen e de fácil acesso – além de responder rápido aos comandos do toque.

IMG_6193

A variedade de filmes, séries, documentários e músicas também eram amplas. Apesar de ter wifi a bordo ele não funcionou durante este trajeto – a UA se desculpou pelo inconveniente.

IMG_6197

A comissária que me atendeu era super nova, no máximo uns 23 anos – extremamente simpática e gentil. Ainda em solo foi servido bebidas – em copos de plástico – para manter a segurança segundo eles.

IMG_6194

Depois da decolagem começou o serviço – aí sim trouxeram copos adequados. Começaram com drinks e mix de nuts. Notem que o console é dividido entre os dois passageiros – o copo de água era da colega que estava sentada ao meu lado.

IMG_6205

Não havia cardápio, a comissária apenas falou o que tinha disponível – frango ou uma salada fria de camarão. Optei pelo frango que era de receita indiana. O tempero estava forte e o frango seco, o arroz também estava pra lá de seco e eu detesto TOFU que também veio no prato. Enfim, comi alguns pedaços do filet pra não morrer de fome, rs. A sala estava boa, mix de folhas verdes frescas com um molho vinagrete que veio à parte.

IMG_6208

O destaque fica para este cookie que vem quentinho após a refeição – MUITO BOM!

IMG_6209

Para este trajeto curto, a aeronave está super aprovada – tanto a cabine quanto o serviço. Já para vôos longos para Ásia eu com certeza ficaria incomodado com a falta de espaço para os pés e o tipo de poltrona sem privacidade.

Bom, eu já voei no B787-8 da UA, mas no B787-9 foi a primeira vez e confesso que não senti nenhuma diferença nem em relação a cabine nem aos assentos – pra mim é tudo exatamente igual.

Ainda bem que a United já anunciou a introdução de sua nova classe executiva Polaris pois ela estava muito pra trás se comparada à concorrência, não acham?

Avaliação

  • Check-in:
  • Embarque:
  • Poltrona:
  • Atendimento:
  • Refeição:
  • Entretenimento de bordo:
  • Amenity Kit:
Média
8,0