Classe Executiva Turkish Airlines no B777-300ER – São Paulo p/ Istambul

Cheguei por volta da 00:30 para fazer meu check-in na Turkish em Guarulhos no Terminal 3. Aliás, horário bem ingrato que este avião decola né – 03:25 da matina – acaba com o bem estar do cidadão.

Enfim, fui no balcão da Business Class e ao chegar a funcionária me disse que o voo estava com overbooking na executiva e que eles estavam solicitando voluntários para poder embarcar no dia seguinte e como compensação receberíamos 600EUR (para gastar como quiser) + hospedagem + alimentação.

Como eu não tinha compromisso algum e estava viajando sozinho, me prontifiquei na hora como voluntário. Ela então etiquetou minha mala como standby e disse que se realmente precisasse na hora do embarque anunciaria se eu pudesse ir ou não.

Fui então para a sala vip da Star Alliance (que você já estão cansados de ver relato aqui) e fiquei esperando o voo. Por volta de umas 02:15 fui pro portão, logo mais já tinha iniciado o embarque – todos entraram – menos eu e mais umas 9 pessoas.

Neste momento eles já pegaram meu cartão de embarque e já estavam emitindo meu voucher pro hotel, etc. Quando de repente uma funcionária vem de dentro do finger correndo chamando meu nome: “Fábio, você vai embarcar!”.

Confesso que fiquei decepcionado, pois já estava na esperança de ficar com meus 600EUR no bolso, mas enfim – não foi desta vez. #Chateado.

Como vocês já estão “cansados” de ver relato da classe executiva deste B777 da Turkish aqui no site não vou focar muito no assento e sim mais no serviço. Aliás, esta foi a primeira vez que peguei o avião “retrofit”, onde as poltronas receberam uma espécie de “maquiagem” com alguns detalhes novos.

Vôo Turkish Airlines TK16 – 03/00/2017
São Paulo (GRU) ✈ Istambul (IST)
Assento: 4J – Classe Executiva
Partida: 03:25 / Chegada: 22:00  / Duração: 12h20
Aeronave: B777-300ER

O layout da business class é 2-3-2, ou seja, péssimo pra quem viaja sozinho e gosta de privacidade. A executiva tem duas seções – a primeira com 4 fileiras e a segunda com 3.

Como fui o último a embarcar não consegui fazer fotos do assento vazio no embarque, então esperei todos desembarcarem em IST para registrar as imagens da poltrona.

Conforme eu disse este assento é o mais novo dos B77W, mas a diferença não é muito grande do outro passado. Apenas o controle do entretenimento de bordo, a borda do monitor e a divisória entre os assentos.

A cadeira continua sendo flatbed e fica total reclinada quando na posição cama.

Apesar da divisória não ser muito significativa ela garante um pouco mais de privacidade ao passageiro em relação ao colega ao lado.

Mas de qualquer forma caso o cliente do corredor esteja com a cadeira na posição cama você terá que pular de qualquer forma.

O espaço entre a poltrona e o ottoman (descanso para os pés) não é muito grande então você consegue apoiar os pés sem ficar caindo – mesmo sentado.

O ottoman também serve de porta-trecos.

A cadeira ainda oferece tomada – em um lugar super ingrato por sinal e de difícil acesso.

Além de porta USB e saída de áudio.

O controle da posição de assentos era personalizável de diversas formas – garantindo assim um conforto adequado de acordo com sua preferência.

Ainda em solo cada passageiro recebe uma manta – bem xexelenta por sinal. Esta mesma serve para o cliente se cobrir antes de receber o kit completo de roupa de cama.

Também são distribuídas pantufas – ponto positivo.

A necessáire da Bentley foi o “highlight” – super bem acabada e elegante.

Os fones de ouvido eram da Denon e de ótima qualidade por serem noise-cancelling.

O controle remeto era touchscreen e te permitia controlar toda a programação através desta tela pequena. O sistema ainda permite que você assista no próprio joystick.

A programação era super variada – diversos filmes, canais de áudio, programas de TV, jogos, etc.

O avião também oferece wifi ao custo de U$14.99 para uso ilimitado.

Caso você esteja na executiva ou for membro elite do Miles&Smiles o acesso é gratuito. A velocidade é até razoável – suficiente para postar fotos nas redes sociais e conversar o WhatsApp.

Desta vez as comissárias estavam educadas mas bastante apressadas. Não sei se é pelo fato do voo sair de madrugada e elas fazem o serviço de modo a terminar rápido. Enfim -ponto negativo!

Os menus vem em vários papéis – acho desnecessário a quantidade pois fica até difícil de manusear.

O primeiro serviço foi café da manhã – que se iniciou com frutas, alguns frios, iogurte, smoothie e suco.

Após servirem o primeiro prato eu fiquei esperando trazerem o pão pois já tinham servido toda a parte do lado direito da aeronave. Esperei uns 20 minutos e nada, até que pedi pra comissária e só depois de mais uns 10 minutos ela trouxe.

Fiz questão de registrar a foto dos pães – secos, esfarelados e duros. Além disto não há lugar para colocar os pães, então elas colocam em qualquer lugar da bandeja – o que é feito e prejudica a apresentação.

As comissárias também esqueceram de trazer as geléias – tive que pedir – caso contrário teria ficado sem. Isto tudo aconteceu por causa da pressa delas.

O omelete estava OK, mas nada “fresco”. Comi só uns pedaços junto com a batata.

Agora vem o primeiro perrengue – a poltrona do passageiro ao meu lado pifou. Não deitava de jeito nenhum – quem me acompanha no instagram (segue lá @fabiovilela) viram a peleja que foi. Os comissários então desistiram de tentar consertar e colocaram ela no modo manual. Como ela só ficava flatbed e não reclinada, o passageiro pediu para encher de travesseiros para ele ter algum apoio para as costas. Lamentável!

Um cliente que paga caro para viajar com mais conforto em um trajeto longo encontra o assento quebrado e inoperante? O mínimo que a cia devia fazer é checar se está tudo OK antes de liberar o avião para operação, não acham?

O avião tem o famoso mood lighting onde a iluminação é personalizável para dar uma sensação melhor de bem estar ao passageiro.

Entre um serviço e outro pedi um snack (lanche) – veio um sanduíche e um bolinho com calda de chocolate – OK – nada demais!

Fico com dó de quem tem que voar na poltrona do meio e fica preso por 13hrs entre um passageiro e outro – #FAIL

Durante quase todo o voo fica um mini-bar montado na galley com alguns snacks, frutas, chocolates à disposição dos passageiros – só ir lá e pegar o que quiser.

Faltando pouco mais de 1h30 pro pouso começou o segundo serviço – desta vez jantar. Ponto positivo para a apresentação que conta com até luz de vela (artificial é claro).

A Turkish se gaba de ter um chef à bordo, mas na verdade é mais um personagem do que um chef em si. Ele se veste como tal, mas durante o voo ele só serve as comidas – não chega a prepará-las uma por uma como acontece na First Class da Etihad por exemplo.

O esquema da TK é o seguinte – para o serviço principal eles passam o carrinho com todas as opções e você vai escolhendo o que quer – a apresentação do carrinho é bem bonita assim como os pratos.

Sopa estava maravilhosa – aliás uma das únicas sopas que tomo é tomate – sou fã! OBS: o pão continuava murcho.

O prato principal foi vergonhoso – tomate e folhas nada frescos e com aparência do dia anterior, batata e carne. A carne até estava saborosa, mas nada de extraordinário.

Eu pedi bebida 2x e acreditem se quiser – esqueceram as duas. Somente na terceira é que lembraram de trazer pra mim.

Não veio crackers para comer com os queijos – falha! Além disto os comissários continuaram super dispersos, desatentos e afobados – nunca vi igual. O bolo de chocolate estava ótimo – ponto positivo!

Meu próximo voo foi também com a TK para Estocolmo, mas como foi operado por um B737, não vou fazer review.

Eu não sei o que acontece com a TK – para vocês que me acompanham aqui sabem que não tenho tido experiências muito positivas com a cia. Seja com a falta de cordialidade do atendimento ou qualidade das refeições. E o que mais me admira é que a empresa continua ganhando prêmios e prêmios de como a melhor cia aérea da Europa. Vai entender né?

Agora me contem – como tem sido as últimas viagens de vocês com a TK? Vocês notaram uma queda na qualidade também? Ou será que tenho sido sorteado toda vez?

Clique aqui e confira o Trip Report completo
Introdução - Europa e Oktoberfest 2017
Classe Executiva Turkish Airlines no B777-300ER - São Paulo p/ Istambul
Sala VIP Aurora Executive Lounge - Aeroporto de Estocolmo (ARN)
Classe Executiva da British Airways no A321 - Estocolmo (ARN) p/ Londres (LHR)
Sala VIP Plaza Premium Lounge Arrivals - Aeroporto de Londres (LHR) T4
Sala VIP Admirals Club - Aeroporto de Londres (LHR) T3
Sala VIP Club Aspire - Aeroporto de Londres (LHR) T3
Sala VIP Cathay Pacific Lounge - Aeroporto de Londres (LHR) T3
Classe Executiva da Finnair no A350 - Londres (LHR) p/ Helsinki (HEL)
Sala VIP IDW Esperanza Resort Business Lounge - Aeroporto de Vilnius (VNO)
Sala VIP Business Lounge - Aeroporto de Minsk (MSQ)
Classe Executiva da Ukraine Airlines no B737 - Minsk p/ Kiev
Um dia em Chernobyl - Conhecendo a cidade fantasma na Ucrânia
Sala VIP Ukraine Airlines - Aeroporto de Kiev (KBP)
Sala VIP Business Lounge - Aeroporto de Kiev (KBP)
Classe Executiva da Ukraine Airlines no B767 - Kiev p/ Colombo
Sala VIP Lotus Lounge - Aeroporto de Colombo (CMB)
Sala VIP Araliya Lounge - Aeroporto de Colombo (CMB)
Primeira Classe (vendida como executiva) da Kuwait Airways no A330 - Colombo p/ Kuwait
Sala VIP Kuwait Airways Dasman Lounge - Aeroporto do Kuwait (KWI)
Classe Executiva da Kuwait Airways no B777 - Kuwait p/ Frankfurt
Sala VIP Millenium Lounge - Aeroporto de Istambul (IST)
Sala VIP Comfort Lounge - Aeroporto de Istambul (IST)
Sala VIP HSBC Premier Lounge - Aeroporto de Istambul (IST)
Classe Executiva da Tunisair no A330 - Istambul p/ Tunis
Sala VIP AVS - Aeroporto de Tunis (TUN)
Sala VIP Europa Lounge - Aeroporto de Munique (MUC)
Classe Executiva da Turkish (modelo antigo) no A330 - Amsterdam p/ Istambul
Classe Executiva da Turkish no B777-300ER - Istambul p/ São Paulo
Conclusão - Como emiti e comprei minhas passagens

Avaliação

  • Check-in:
  • Embarque:
  • Poltrona:
  • Atendimento:
  • Refeição:
  • Entretenimento de bordo:
  • Amenity Kit:
Média
7,4