Como é voar em um Zeppelin

Notícias

Por Fábio Vilela

Semana passada nós publicamos uma matéria dos grandes momentos do Zeppelin no Brasil (leia aqui) no passado e hoje eu vim contar pra vocês como foi minha experiência a bordo de em um deles.

Sim, ainda é possível voar em um Zeppelin – depois de pesquisar muito achei uma cidade na Alemanha, chamada Friedrichshafen que ainda oferece o serviço – que diga-se de passagem não é nada barato!

Eu voei de Frankfurt até lá com a Lufthansa, paguei 290EUR na passagem de ida e volta em classe econômica, e o voo é super rápido, praticamente 1hr de duração.

Já para o voo do Zeppelin fiz tudo online pelo site da empresa que oferece o serviço. Eles possuem diversas rotas e cada uma tem uma duração e preço diferente.

Reservei o dia e horário que eu queria e fiz o pagamento online via Paypal, logo em seguida eu já estava com o voucher no meu email. Comprei o voo de 45 minutos, e custou a bagatela de 360EUR.

Junto com o email vem as instruções de como chegar, informações do voo, etc. Como eu iria ficar só uma noite, peguei um Ibis (super novo) que fica praticamente em frente ao aeroporto de Friedrichshafen (onde também está o hangar).

No dia do voo, tive que pegar um taxi porque o hangar fica do outro lado da pista, não tem como ir a pé.

Ao chegar você faz seu check-in (precisa levar passaporte) e recebe seu cartão de embarque.

Você então prossegue para uma salinha onde vai assistir um vídeo, receber informações de segurança e um briefing do voo.

No local também tem uma loja e restaurante, caso você queira aproveitar para almoçar ou comprar um souvenir.

O embarque é bem curioso pois o Zeppelin não “pousa” por completo, ele fica praticamente flutuando somente sendo segurado pelas cordas para não voar – literalmente.

O esquema para entrar é o seguinte – sai 2 pessoas, entra 2, e assim por diante. Não desembarcam todos de uma vez por uma questão de equilíbrio da “aeronave”.

Lá dentro são 12 assentos se não me engano – sendo que todos tem acesso a janela – por isto não precisa se preocupar se irá ter uma boa vista.

A partir do momento que você atinge uma altitude eles liberam para você andar na cabine, e ficar a vontade para tirar fotos.

No voo eram 2 pilotos mais uma comissária que fez o speech de segurança e também orientava os passageiros caso tivessem alguma dúvida.

A vista lá de cima valeu a pena – a cidade é bem charmosa e me surpreendeu, principalmente o lago.

A cereja do bolo claro, é o fato de você pode abrir a janela – sim, por sua conta e risco. Eu claro aproveitei para fazer aquela selfie, afinal quase 400EUR por este voo tinha que ter um registro especial né?

O voo é super estável, quase não balança e é praticamente como se você tivesse em um avião – portanto não precisam ficar com medo ou receio.

Bom, se você gosta de tudo que envolve transporte aéreo eu realmente recomendo este passeio, além de ser uma experiência única vale a pena pela vista maravilhosa que se tem lá de cima – principalmente no verão.

E vocês, já voaram em um Zeppelin? Se sim, onde? Quanto pagaram? Como foi a experiência?

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis