Como economizar utilizando o programa de fidelidade certo para emitir sua passagem

Programas de fidelidade 42

Por Fábio Vilela

Hoje quero abordar um ponto muito importante aqui no site que é o seguinte: usar diferentes programas de fidelidade para o mesmo tipo de resgate.

Vocês sabiam que podem economizar (e muito!) se souberem o programa ideal para emitir sua passagem com pontos/milhas?

Fiz um pequeno resumo de uns exemplos que acredito vale a pena compartilhar com vocês. Vou focar somente em cabines premium e voos internacionais, ok?

São Paulo p/ Los Angeles voando Am. Airlines em classe executiva (trecho)

  • Emitindo via Multiplus – 75.000 pontos
  • Emitindo via AAdvantage – 57.500 milhas
  • Emitindo via Iberia/British – 90.000 Avios

São Paulo p/ Madrid voando Iberia em classe executiva (trecho)

  • Emitindo via Multiplus – 100.000 pontos
  • Emitindo via AAdvantage – 87.500 milhas
  • Emitindo via Iberia/British – 42.500 Avios

São Paulo p/ Frankfurt voando Primeira Classe da Lufthansa (trecho)

  • Emitindo via Amigo – 100.000 milhas
  • Emitindo via KrisFlyer – 117.000 milhas
  • Emitindo via MileagePlus – 125.000 milhas

Campinas p/ Fort Lauderdale voando Azul em classe executiva (ida e volta)

  • Emitindo via TudoAzul – 196.000 pontos
  • Emitindo via TAP – 100.000 milhas
  • Emitindo via MileagePlus – 120.000 milhas

São Paulo p/ Chicago York voando United em classe executiva (ida e volta)

  • Emitindo via TudoAzul – 200.000 pontos
  • Emitindo via TAP – 100.000 milhas
  • Emitindo via Amigo – 140.000 pontos
  • Emitindo via Krisflyer – 100.000 milhas
  • Emitindo via MileagePlus – 120.000 milhas

Nova York para Abu Dhabi voando na Primeira Classe da Etihad (trecho)

  • Emitindo via AAdvantage – 115.000 milhas
  • Emitindo via Smiles – 330.000 milhas
  • Emitindo via Etihad Guest – 136.000 milhas

São Paulo p/ Cingapura voando na executiva da Emirates (ida e volta)

  • Emitindo via TAP – 260.000 milhas
  • Emitindo via Smiles – 800.000 milhas
  • Emitindo via Skywards – 200.000 milhas

São Paulo p/ Cidade do Panamá voando na executiva da Copa Airlines (ida e volta)

  • Emitindo via TAP – 100.000 milhas
  • Emitindo via Smiles – 150.000 milhas
  • Emitindo via Amigo – 120.000 pontos
  • Emitindo via Krisflyer – 80.000 milhas
  • Emitindo via MileagePlus – 80.000 milhas

Paris p/ Doha voando na executiva da Qatar Airways (trecho)

  • Emitindo via Multiplus – 55.000 pontos
  • Emitindo via AAdvantage – 42.500 milhas
  • Emitindo via Iberia/British – 60.000 Avios
  • Emitindo via Smiles – 50.000 milhas

São Paulo p/ Paris voando na executiva da Air France (trecho)

  • Emitindo via FlyingBlue – 90.000 milhas
  • Emitindo via Smiles – 210.000 milhas
  • Emitindo via MilleMiglia – 120.000 milhas

Eu citei os programa Krisflyer (Singapore) e Skywards (Emirates) pois tem muito leitor que transferiu os pontos Membership Rewards para eles antes do fim do mesmo no Brasil. Já o da Iberia é parceiro do programa Esfera do Santander na proporção 1:1. Agora os programas FlyingBlue, MilleMiglia, Etihad Guest, British/Iberia e MileagePlus são atuais parceiros da Livelo (na proporção 2:1), portanto vale a pena comparar para vocês terem uma noção.


Como vocês puderam ver a diferença em alguns casos é MUITO grande, já em outros nem tanto. Lógico que não devemos nos basear somente nos números, afinal temos que levar em consideração a facilidade/custo de adquirir estas milhas/pontos nos respectivos programas, parcerias com cartões de crédito e também frequências de promoções de bonificação e resgates com desconto. Por isto a conta à se fazer é complexa!

Para quem me acompanha tem tempo, sabe que minhas emissões são sempre bastante diversificadas – mas isto se dá pelo meu estilo de vida e trabalho que é estar sempre estar no ar. Por isto, NO MEU CASO, não concentro todas minhas milhas/pontos em um só programa já que cada um pra mim tem uma vantagem diferente.

Então quando vocês me pedem conselho, fica impossível de “acertar na mosca” pois cada viajante tem um estilo de vida diferente, um poder de gasto diferente e uma vontade diferente. Mas enfim, o bom de mostrar estes exemplos é que quem está passando por aqui e lendo, já consegue ter uma noção do que consegue aproveitar ou não de acordo com o seu perfil de viagem.

O meu conselho é: sempre que tiver algum resgate em mente, procure as opções de parceiros da cia aérea que você quer voar e estude as melhores possibilidades de emissão visando sempre otimizar o custo que você teve p/ gerar este ponto/milha.

E volto a falar pessoal: pesquisem, leiam se interessem pelo assunto. Milhas/Pontos são “dinheiro” e com certeza você quer ver elas investidas/gastas da melhor forma, né?

Bom, espero que tenham gostado e se alguém tiver mais exemplos e comparação de resgates para contribuir, use os comentários!

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis