Como usar o stopover para maximizar uma passagem emitida com milhas

Pessoal, muitas pessoas sempre me perguntam à respeito de como usar um stopover em bilhetes emitidos com milhas e pontos, maximizando assim uma passagem.

Vamos ao básico: Stopover é uma parada intermediária entre a origem e o destino da viagem.

Então vou explicar para vocês como fazer no caso do Smiles (já que o Fidelidade da TAM não permite stopover sem cobrar pontuação extra).

Primeiro, vamos as regras do Smiles à respeito do stopover:

  • Só é permitido 1 stopover por trecho da viagem.
  • A parada deve ser na região de destino da viagem.
  • É necessário ficar no mínimo 24 horas no destino antes de prosseguir no próximo trecho
  • Não é permitido quando envolver apenas países da Europa
  • Não é permitido quando envolver vôos puramente domésticos
  • Não há limite de permanência máxima na primeira parada
  • Não é permitido passar na mesma cidade 2x (nem como conexão)
  • Não é cobrado quantidade de milhas extras pelo stopover

Bom vamos então as práticas, digamos que quero viajar para Nova York e depois de 1 semana ir pra Orlando com a Delta Airlines.

O primeiro passo é sempre buscar a disponibilidade pelo site do Smiles, primeiro busco se tem disponibilidade no voo de Guarulhos (ou qualquer que seja sua cidade) para Nova York.

10/09 – GRU-JFK – (stopover)

E depois busco de Nova York para Orlando

18/09 – JFK-MCO – (destino)

gru-jfk-sfo

Consegui achar lugar nas duas datas e nas mesmas classes (seja economica ou executiva).

Como o stopover só pode ser feito via Central de Atendimento, é necessário ligar no 0300 do Smiles e dizer que você quer emitir uma passagem fazendo uma parada intermediária, e logo em seguida dar os numeros dos voos e as datas que voce já pesquisou no site do Smiles para o atendente fazer a emissão. No final teremos 25.000 milhas para fazer esta emissão de economica, ou 37.500 para a mesma em executiva.

Agora, vamos supor que o seu voo de ida seria o seguinte:

10/09 – GRU-ATL-LGA (stopover)

18/09 – LGA-ATL-MCO (destino)

gru-atl-lga-atl-mco

Não seria possível, pois você está fazendo a conexão 2x no mesmo lugar, neste caso Atlanta. Sempre ficar atento a este detalhe! Agora se fosse uma conexão em Atlanta no primeiro trecho e uma em Detroit no segundo, você poderia emitir sem problemas.

Agora vamos fazer uma suposição no caso de vôos para a Europa com Air France/KLM:

10/09 – GRU-CDG (stopover)

12/09 – CDG-IST (destino)

gru-cdg-ist

Veja, que neste caso, pela mesma pontuação, consigo fazer uma parada em Paris, e depois continuar a viagem para Istambul por exemplo.

Gastaríamos 35.000 em Economica, e 52.500 em executiva para este trecho.

Agora, se voce quiser fazer o seguinte:

10/09 – CDG-LHR (stopover)

12/09 – LHR-AMS (destino)

cdg-lhr-ams

Não é possivel, pois os voos estão acontecendo somente na Europa, fugindo assim das regras.

Agora com a Qatar Airways:

10/09 – GRU-DOH (stopover)

12/09 – DOH-BEY (destino)

gru-doh-bey

Estou indo para Doha, passando uns dias, e depois continuando a viagem para Beirute, no Líbano pela mesma pontuação, ou seja, 45.000 na economica ou 67.500 na Business.

Já no caso dos voos de volta, serve a mesma regra, por exemplo:

20/09 – CDG-EZE (stopover)

24/09 – EZE-GRU (destino)

cdg-eze-gru

Estou saindo de Paris indo pra Buenos Aires, ficando 4 dias e depois retornando ao Brasil, tudo pela mesma pontuação. Como Argentina e Brasil estão na mesma região, pode -se adicionar o stopover.

O uso de stopover é otimo para quem deseja visitar mais de um lugar usando a mesma quantidade de milhas, maximizando assim o uso das mesmas.

Outra forma de usar é quando por exemplo você não acha conexão no mesmo dia que seu voo internacional chega, portanto, você pode dormir no destino, passar 24 horas e prosseguir posteriormente.

Lembrando que se você adicionar o stopover depois do bilhete emitido, vai pagar a taxa administrativa de R$100,00, então é melhor já emitir tudo na primeira ligação.

Algumas outras cias também permitem o stopover, como é o caso da United, American e US Airways, e cada uma com sua regra específica.

American – Stopover somente em hubs da AA nos EUA em conexão com algum voo internacional.

US Airways – Stopover somente em hubs da Star Alliance (regra não muito enfatizada pelos atendentes), pode ser em qualquer lugar no mundo, inclusive em regiões diferentes. Por ex. GRU-CDG(stopover)-BKK(Destino)

United – Stopover permitido em qualquer lugar operado pela Star Alliance.

Há também os chamados de open-jaw – que nada mais é que chegar por um lugar e sair por outro, mas isto fica para outro post.

Se alguém ficou com dúvida, pode perguntar!