Conclusão – Como emiti e comprei minhas passagens

Diversos

Por Fábio Vilela

Enfim, chegamos à conclusão de mais um Trip Report e hoje mostro para vocês como emiti minhas passagens.

Os meus bilhetes originais eram os seguintes:

Trajeto de ida: São Paulo | Londres | Bahrain | Doha | Bangkok

Tudo de primeira classe – mix de British Airways e Qatar

140.000 pontos Multiplus

Trajeto de volta: Bangkok | Doha | Kuwait | Londres | São Paulo | Uberlândia

Tudo de primeira classe – mix de British Airways e Qatar – salve o último trecho que era econômica com a LATAM

145.500 pontos Multiplus

OBS: Para quem tiver dúvidas sobre quando a LATAM cobra por região e quando cobra trecho a trecho. Bom o que já reparei que quando você faz conexão em Londres com a BA e Doha com a Qatar o sistema não precifica duas regiões – cobrando apenas origem e destino (mesmo saindo do Brasil) – por isto consegui emitir por 140k por trecho. Note que não pode haver mistura de classes e tudo precisa ser emitido na tarifa Z que é a primeira classe com pontos nas cias da oneworld. E claro que isto também não é uma regra – às vezes o sistema permite e às vezes não.

Continuando… como eu comprei minhas passagens com muita antecedência, teve alteração nos vôos e alguns cancelamentos logo antes da viagem e algumas conexões não encaixavam mais com as outras – como eu precisava ser reacomodado, a única forma que o call center da LATAM achou disponibilidade de vaga com pontos foi esta, então fui remarcado para os seguintes voos:

Trajeto de ida: São Paulo | Nova York | Londres | Doha | Bangkok

Tudo de primeira classe – mix de American, British Airways e Qatar

Trajeto de volta: Bangkok | Doha | Kuwait | Londres | Miami | São Paulo | Uberlândia

Tudo de primeira classe – mix de American, British Airways e Qatar

OBS: Minha amiga não quis fazer o trecho Londres-Miami-São Paulo e optou por voltar direto de Londres p/ o Brasil.

Os nossos vôos internos na Tailândia foram feitos com a Bangkok Airways em classe econômica e custaram 9.050THB todos os trechos – aproximadamente R$900 – já com a taxa de despacho da mala inclusa.

Como meus pontos da LATAM praticamente foram gerados através das promoções do KM e compra de pontos, o custo da minha viagem ficou em torno de  R$8.000 (assumindo o custo médio de pontos a R$0.028) – o que para uma passagem de primeira classe daqui para a Ásia é um baita valor – apesar de não ser barato, concordam?

E vocês, já conseguiram umas emissões bacanas assim pelo LATAM Fidelidade? Postem nos comentários!

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis