Conclusão – Quantas milhas gastei e como emiti minhas passagens

Diversos 24

Por Fábio Vilela

Bom, como vocês podem imaginar não teve segredo algum nesta minha emissão de passagens na viagem para Cancun já que todos os tickets foram pagantes. Mas vamos lá!

Uberlândia – São Paulo – Miami / Miami – Dallas – São Paulo – Uberlândia – R$5.341,00 (ida e volta em classe executiva com a American Airlines)

Pra minha sorte eu tinha 2 amigos com SWU’s (Systemwide upgrades) sobrando e que iriam expirar dia 28/02, então eles fizeram a gentileza de me dar e por isto fiz upgrade pra primeira classe tanto na ida quanto na volta.

map

Miami – Cancun – Miami – R$921,11 (ida e volta em classe econômica)

Como sou Executive Platinum no AAdvantage recebi upgrade tanto na ida e quanto na volta e forma gratuita já que para os vôos entre os EUA e Canada, Mexico, Bahamas, Caribe, Bermuda e Am. Central, o benefício é cortesia.

map-2

Como vocês podem ver ficou muito mais barato eu comprar o trecho de Miami até Cancun separado do que se eu tivesse colocado tudo no mesmo bilhete.

Enfim, foi isto – emissão sem graça né? Nem rolou esforço e nem cabine nova, rs! Mas prometo que no próximo TR vai ter muita novidade de como emiti minhas futuras passagens. 😉

24 respostas para “Conclusão – Quantas milhas gastei e como emiti minhas passagens”

  1. Daniel disse:

    Caro Fabio,

    Apenas postando um registro de parabéns por dispor o valor dos bilhetes, o que não é nada demais para o seu público (não me refiro ao quantum, mas sim à informação).

    Quem acessa seu site, em regra, deseja emitir em Business, seja por milhas, seja pagando. Assim, a disposição dos valores serve de balizamento a todos.

    Em tempo, em dezembro consegui, não sei como, ida e volta a MIA via CNF em Business por 2.500 reais. Valeu pelas milhas e por um processo judicial que abri contra a AA por eu ter emitido os bilhetes apenas face terem prometido ser a nova Business e quando cheguei lá era a antiga.

  2. Mikael K. disse:

    Nossa, muito mais barato do que eu imaginava. Desse jeito até me deu mais esperança em fazer a próxima trip em Business ou First haha. Obrigado e Parabéns pelo post Fábio! Admiro muito teu trabalho!

  3. Carlos Alexandre disse:

    Até hoje não aprendi a emitir passagens com multiplos destinos, principalmente quando a Cia não cobre todo o percurso. Dor de kbça ter que comprar em duas Cias. Um dia eu chego lá

  4. Denis disse:

    Fábio, pra mim as duas imagens trazem o mesmo mapa, sem o vôo pra Cancun.
    Uma pergunta: o upgrade dado pelo SWU vale para todos os trechos ou é válido apenas para um segmento? Ou seja, os vôos MIA-DFW tiveram upgrade por conta do SWU?

    • Fábio Vilela disse:

      O upgrade vale para até 3 segmentos em cada direção da viagem.
      1 SWU é usado para ida e outro para volta.
      Os voos MIA-DFW já estavam em cabine premium pois eu comprei a passagem internacional na executiva.

      • FabinhoBP disse:

        Xara, achei esta passagem super barata, o valor convertido em dolares da aproximadamente uns USD 1,300.00 ou seja baratissimo.
        Ja fazem alguns meses que checo preco na AA quase que diariamente e nao acho nada por menos que o dobro deste valor. Voce comprou naquelas promocoes que teve a uns 6 meses atras ou tem algum outro segredo ai neste preco ?

  5. Roberto disse:

    Fabio você postou o mesmo mapa para as 2 viagens.

  6. Samir disse:

    Aeeeee!! Parabéns!!!!
    Colocou os preços! Quem não gosta vai continuar não gostando. Mas sua imparcialidade e profissionalismo só faz com que a legião de fãs aumente 🙂

    Off topic: todos os t7 da TAM continuam tobogã?

    Safe travels!!

  7. Gustavo Reis disse:

    Mas e os seus SWUs? Você é executive platinum, não tem direito?

  8. Keyllon disse:

    Perfeito Fábio!!!
    Ótimo preço essa executiva que virou primeira né rs rs. Muito bacana vc colocar os preços, assim teremos uma noção. Gostei…E o resto…é resto

  9. Gabriel disse:

    Parabéns por colocar o valor das passagens sem ter “medo” dos “haters”*** kkkk
    Vai ter the residance na próxima!?
    Abs e parabéns pelo site!!!

  10. guilherme disse:

    fabio, voce conseguiu despachar as malas direto ate cun ou teve que fazer checkin novamente em miami?

    • Fábio Vilela disse:

      Despachei direto de SP, conforme escrevi no report do vôo 😉

      • Ricardo Santos disse:

        Meio confuso isso aí Fabio, todo mundo em voo internacional com chegada nos EUA é obrigatório fazer alfândega e re-checar as bagagens. Vc disse q tinha uma outra reserva de Mia – Cancum, como sua bagagem foi despachada até o destino final ? E se sua reserva não era fim a fim vc deveria fazer o check in novamente em Mia. Explica direito isso aí please 🙂

        • Fábio Vilela disse:

          Ricardo,
          Quando você usa os EUA como país de transito entre 2 destinos internacionais você não precisa pegar sua mala, ela vai direto.
          No caso da ida não precisei, na volta como o voo era CUN-MIA-DFW-GRU, precisei retirar a mala pois tinha o trecho doméstico MIA-DFW envolvido.

  11. Larissa disse:

    Adorei Fábio!
    Você não tem porque temer colocar valor de passagens até porque ninguém aqui tem nada a ver com isso. Mas é ótimo a gente saber de alguém que entende muito do universo de viagens pra termos uma noção de valores.
    E o resto: O resto é tudo inveja…
    Então: OLHA ELEEEEE… O Fábio viajando e os chatos invejando… hahahahahaha

Deixe uma resposta

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis