Conclusão – Quantas milhas gastei e como emiti minhas passagens

Diversos 34

Por Fábio Vilela

Bom como sempre faço em todo final do Trip Report hoje vou contar para vocês como fiz as emissões e quantas milhas gastei nesta última viagem.

O meu roteiro todo foi assim: (Para saber como fazer este mapa leia este post)

map-6

Seguem abaixo a discriminação de todos os trechos:

131.000 pontos TAM Fidelidade (oriundos do programa KM de Vantagens) – Uberlândia – Congonhas / Guarulhos – Los Angeles – Sendo o primeiro trecho em econômica com a TAM e o segundo em primeira classe com a American Airlines no B777-200ER.

map

U$449,00 – Los Angeles – Las Vegas – Los Angeles – Passagem pagante em econômica nos 2 trechos com a American Airlines sendo que o primeiro recebi upgrade  pelo meu status Platinum na AA.

map-2

U$7.900 – Los Angeles – Seoul (stopover) – Taipei – Passagem pagante em Primeira Classe com a Korean Air nos 2 trechos, sendo o primeiro no A380 e o segundo no A330. Pontuei ambos na Delta.

map-3

9.500 milhas Lifemiles + U$220 (Opção Milhas + Dinheiro) – Taipei – Fukuoka – Shanghai – Todos os trechos em classe executiva sendo o primeiro com a Eva Air no A330 e o segundo com a Air China no A321.

map-4

100.000 milhas Alaska Airlines por U$2.100 (promoção de compra de milhas que postei aqui) – Passagem de Shanghai – Dubai (stopover) na First do A380 e no segundo trecho também no A380 entre Dubai  – Dallas – Todos os trechos em Primeira Classe com a Emirates.

map-5

65.000 milhas Smiles – Dallas – Atlanta – São Paulo – Uberlândia – Sendo o trecho de Atlanta p/ São Paulo em executiva no B767 da Delta e os demais em econômica.

map-7

Bom espero mais uma vez ter mostrado para vocês como usar de forma inteligente e otimizar suas milhas. Como vocês podem ver há inúmeros programas de fidelidade no mundo cada um com sua respectiva vantagem. Veja o quanto diversifiquei nas emissões já que cada cia aérea cobra valores diferentes para os mesmos resgates.

Então quando me perguntam qual programa de fidelidade escolher, eu sinceramente não tenho resposta. O ideal é você concentrar suas milhas/pontos em poucos programas pra ter as milhas combinadas na hora da emissão. No meu caso pessoal eu prefiro diversificar um pouco mais pois no ritmo de viagens que tenho sempre vou achar o uso mesmo para elas mesmo que tenha saldo pequenos nas contas. Mas isto tudo vai do perfil do viajante, pois se você está acostumado a fazer somente Brasil x EUA não justifica pontuar/acumular em diversos programas.

Somos reféns no Brasil de programas de fidelidade limitados e com opções de resgates nada vantajosas para nós passageiros. Por isto sempre falo pessoal: pesquisem, leiam se interessem pelo assunto. Milhas/Pontos são “dinheiro” e com certeza você quer ver elas investidas/gastas da melhor forma, né?

E por fim, quero agradecer o apoio de todos vocês e palavras de incentivo que sempre leio por aqui parabenizando meu trabalho. Vocês são demais!

E fiquem ligados que logo mais já tem Trip Report novo por aí!

34 respostas para “Conclusão – Quantas milhas gastei e como emiti minhas passagens”

  1. patricia disse:

    ola fabio interessante seu relato como faço quero calcular saida de sp destino xanghai da utima ve fiz escala em abudaby agora quero ir e voltar com milhas de quantas milhas precisaria obrigada

  2. Michele disse:

    Oi Fabio tudo bem ? Sigo vc nas redes sociais e admiro muito sua habilidade. Gostaria de uma gentileza sua . Eu já emiti passagem pra Dubai pela Emirates, na econômica. Sera que vc consegue algum meio de fazer um upgrade para a executiva ?? Embarco sábado 14/11/15 ( depois de amanhã ) Ouvi dizer que no check in às vezes consegue , será que procede ??
    Muito obrigada

  3. Caio César disse:

    Você usou KM de vantangens e depois Multiplus. Como fez para emitir os bilhetes da AA?

  4. Reynaldo disse:

    Puxa, Fábio ! Parabéns !
    Não sabia que dava pra fazer essas coisas !
    É muita informação pra um cara que nunca fez isso !
    Máximo que fiz, foi um stop over. …kkkk
    Agora em diante vou dar uma pesquisada/ estudada em fazer alguma viagem, usando bem as milhares.
    Obrigado !

  5. Valdir disse:

    Fabio, qual a dica para a reserva dos hoteis? Foi pagante ou mediante prêmio? porque aproveitar o estado da arte da hotelaria (four Seasons, Mandarin Oriental, RC, etc) também é do interesse de todos.

  6. Helena disse:

    Fábio parabéns pela as informações são muito esclarecedoras,eu viajo na tua viagem

    Gostaria de saber se a classe executiva do 777/300 que sai de sao Paulo no vôo diurno para Miami já foram reformadas e como ficaram as configuração das poltronas.

    Aguardo resposta

    Obrigada

  7. Viajante disse:

    Belos resgates, Fabio!
    Como sempre, nos ensinando a maximizar o uso de nossas milhas.
    Eu acompanho o blog há alguns meses. Não sabia nada sobre milhas e resgates.
    E por causa do seu empenho e dedicação em nos dar as melhores dicas, hoje eu consegui fazer o seguinte resgate:

    – Guarulhos-Doha-Pequim, pela Qatar pra 2 pessoas em business, com stop de 3 dias em Doha;
    – Toquio-Roma-Guarulhos, pela Alitalia pra 2 pessoas em business, com stop de 3 dias em Roma;

    O resgate todo foi feito com 400k milhas Smiles, parte eu já tinha, as outras foram compradas, transferidas e bonificadas segundo as dicas de promoção que você posta no dia a dia. O custo por pessoa ficou menor que comprar as passagens em economy.

    Muito obrigado por isso!

    • Fábio Vilela disse:

      Viajante,
      Belos resgates, fico feliz que tenha contribuído para que desse certo.
      A proposito, como você conseguiu solicitar o stopover em Roma se ele só pode ser feito na região de destino – neste caso Am. do Sul?

      • Viajante disse:

        Fiz pela central do Smiles, não mencionaram essa regra. Do mesmo jeito que me deram o stop em Doha pela Qatar, também me deram stop em Roma pela Alitalia. Bastava ter a disponibilidade nos dias dos trechos desejados no site do Smiles, como você nos ensinou aqui. Será que foi erro deles? Será que a Alitalia pode cancelar a emissão? Devo me preocupar?

        • Fábio Vilela disse:

          O stop em Doha é permitido já que Qatar e Pequim estão na mesma região – Ásia (seu destino).
          Agora o stop em Roma teoricamente não é permitido já que está no “meio do caminho” entre Ásia e Brasil.
          Não acho que tenha que preocupar não e sim comemorar de ter conseguido, rs.

  8. mkm4 disse:

    Fábio, parabéns pelo seu trabalho. Esse Trip Report estava fantástico!

  9. Caio César disse:

    Fabio, como faço para concentrar minhas milhas na Aegean Airlines? Cartão? explique pra mim. Agradeço.

  10. Bruno disse:

    Fábio, como sempre receba meus cumprimentos.
    Sabe o que seria legal? Você criar alguns artigos sobre acúmulo de milhas, por exemplo, no Km de Vantagens, e de outros modos.

    Um gde abraço,

  11. Celso disse:

    Fabio, parabens pelo Report e por mais uma volta ao mundo, como disse o colega acima o PVG-DXB-DFW todo em First foi “de graça” por $2100! Voce nao conseguiu emitir nada no voo transpacifico? Achei muita coragem $7900 no trecho oneway (nao sei qual o valor cobrado normalmente).. Mais uma vez parabens pela trip, o relato da First da Emirates foi excelente!

  12. Fabio Leme disse:

    ola Fábio

    Como fazer esta emissão em milhas em classe executiva?

    65.000 milhas Smiles – Dallas – Atlanta – São Paulo – Uberlândia – Sendo o trecho de Atlanta p/ São Paulo em executiva no B767 da Delta e os demais em econômica.

    • Fábio Vilela disse:

      Pelo Smiles, eu já tinha o trecho internacional emitido.
      Depois de ligar umas 40x na central achei um atendente para colocar o trecho doméstico.

  13. Ramon Cavalcante disse:

    Fábio, excelente viagem hein?! Curti muito!! Um dia ainda pego a F da Emirates…
    Queria saber se você fez o trecho DAL – UDI fazendo stopover em GRU ou teve que emitir um bilhete separado na volta pela diferença de classe?
    Parabéns mais uma vez!
    Abs

  14. Marcos Carneiro disse:

    Fábio,

    Pretendo ir a Nova Zelandia e algumas ilhas da região em breve voando First e Executiva é mais vantajoso voar via Estados Unidos(Lax) e ir com a Air New Zealand ou devo ir via Oriente Médio(Qatar, Etihad ou Emirates)? Pretendo visitar Nova Zelandia, Fiji(voando executiva da Fiji Airways), e Tahiti(voando executiva da Air Tahiti Nui).

    Um outro questionamento que faço é: vale a pena voar na Virgin Atlantic(First) ou devo voar na Lufthansa/Privatair(First)?

    Parabéns pelo seu trabalho. Ótimas dicas sempre. Amigos meus que trabalham na CVC sempre acompanham o site e indicam o melhor para os clientes, através de suas dicas. O mercado do luxo e do bom gosto ainda está aquecido apesar da crise em que estamos.

    Abração

    • Fábio Vilela disse:

      Eu optaria pela rota onde me daria mais milhas de acordo com meu programa de fidelidade.
      A Virgin Atlantic não tem First somente a Upper Class (executiva). E eu não conheço esta empresa Privatair, somente a Lufthansa.

  15. Diego disse:

    Fabio, muito inteligente o uso que vc fez das milhas para comprar essas passagens, meus parabéns.
    De certa forma, mostra que mesmo para “reles mortais” todo o conforto dos ares é acessível.
    Mas, só para não perder o hábito de bancar o chato, observo que o último mapa não corresponde ao trecho que vc quis demonstrar, DFW-ATL-GRU – o mapa é LAX-GRU.
    Abs!

  16. andré disse:

    Parabéns pela ótima viagem e report!
    Apenas uma pequena correção: como está usando o tempo passado, o certo no título seria “como emiti” minhas passagens!
    Abraço e Keep up the good work!!!!

  17. vinicius disse:

    Muito bom! Parabéns por mais um trip report Fabio!
    Sugestão: Também adicionas mesmo que bem resumidamente o processo de reserva dos hoteis: se foi com pontos, cash, via AMEX Platinum etc.
    Abs!

  18. Daniel disse:

    Fantástico Fabio, parabéns
    Mas a cereja do bolo dessa emissão com certeza foi ter emitido dois longos trechos em First do A380 da Emirates por $2100 (ou 100k da Alaska)
    Milha boa é milha usada

  19. Ricardo disse:

    Muito bom Fábio, realmente está de parabéns pela sua dedicação e cuidado com seu trabalho, isso tudo dá como resultado esses maravilhosos relatos e ensinamentos.
    Em relação ao km de vantagens, é possível “comprar” kms com eles ou só mesmo através dos abastecimentos?

Deixe uma resposta

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis