Conclusão – Quantas milhas gastei e como emiti minhas passagens

Diversos

Por Fábio Vilela

Bom como sempre faço em todo final do Trip Report hoje vou contar para vocês como fiz as emissões e quantas milhas gastei nesta última viagem.

O meu roteiro todo foi assim: (Para saber como fazer este mapa leia este post)

map-6

Seguem abaixo a discriminação de todos os trechos:

131.000 pontos TAM Fidelidade (oriundos do programa KM de Vantagens) – Uberlândia – Congonhas / Guarulhos – Los Angeles – Sendo o primeiro trecho em econômica com a TAM e o segundo em primeira classe com a American Airlines no B777-200ER.

map

U$449,00 – Los Angeles – Las Vegas – Los Angeles – Passagem pagante em econômica nos 2 trechos com a American Airlines sendo que o primeiro recebi upgrade  pelo meu status Platinum na AA.

map-2

U$7.900 – Los Angeles – Seoul (stopover) – Taipei – Passagem pagante em Primeira Classe com a Korean Air nos 2 trechos, sendo o primeiro no A380 e o segundo no A330. Pontuei ambos na Delta.

map-3

9.500 milhas Lifemiles + U$220 (Opção Milhas + Dinheiro) – Taipei – Fukuoka – Shanghai – Todos os trechos em classe executiva sendo o primeiro com a Eva Air no A330 e o segundo com a Air China no A321.

map-4

100.000 milhas Alaska Airlines por U$2.100 (promoção de compra de milhas que postei aqui) – Passagem de Shanghai – Dubai (stopover) na First do A380 e no segundo trecho também no A380 entre Dubai  – Dallas – Todos os trechos em Primeira Classe com a Emirates.

map-5

65.000 milhas Smiles – Dallas – Atlanta – São Paulo – Uberlândia – Sendo o trecho de Atlanta p/ São Paulo em executiva no B767 da Delta e os demais em econômica.

map-7

Bom espero mais uma vez ter mostrado para vocês como usar de forma inteligente e otimizar suas milhas. Como vocês podem ver há inúmeros programas de fidelidade no mundo cada um com sua respectiva vantagem. Veja o quanto diversifiquei nas emissões já que cada cia aérea cobra valores diferentes para os mesmos resgates.

Então quando me perguntam qual programa de fidelidade escolher, eu sinceramente não tenho resposta. O ideal é você concentrar suas milhas/pontos em poucos programas pra ter as milhas combinadas na hora da emissão. No meu caso pessoal eu prefiro diversificar um pouco mais pois no ritmo de viagens que tenho sempre vou achar o uso mesmo para elas mesmo que tenha saldo pequenos nas contas. Mas isto tudo vai do perfil do viajante, pois se você está acostumado a fazer somente Brasil x EUA não justifica pontuar/acumular em diversos programas.

Somos reféns no Brasil de programas de fidelidade limitados e com opções de resgates nada vantajosas para nós passageiros. Por isto sempre falo pessoal: pesquisem, leiam se interessem pelo assunto. Milhas/Pontos são “dinheiro” e com certeza você quer ver elas investidas/gastas da melhor forma, né?

E por fim, quero agradecer o apoio de todos vocês e palavras de incentivo que sempre leio por aqui parabenizando meu trabalho. Vocês são demais!

E fiquem ligados que logo mais já tem Trip Report novo por aí!

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis