Conheça o 3 tipos de interiores dos aviões da Azul que fazem as rotas internacionais

Bom, como vocês sabem a Azul começou ano passado a operar rotas internacionais para Fort Lauderdale e Orlando partindo do Campinas.

Como os aviões (A330-200) que a cia está operando tem diferentes interiores, resolvi fazer este post para vocês saberem o que irão encontrar ao embarcar. Assim não tem surpresa!

Existem 2 modelos de assentos na Business Light (Executiva), um da fabricante Recaro (que foi o que eu voei) e outro da Contour.

Screen Shot 2015-02-20 at 22.01.42

Então vamos as fotos!

Aeronave PR-AIW – Avião “Welcome to Azul”

01

Neste avião o layout da Business Light é 2-2-2 na primeira fileira, e nas demais é 2-3-2.

02 03 04 05

Como vocês podem ver a reclinação é limitada e a TV fica no encosto de braço. Coitado de quem senta no meio hein?!

06 07

Mesmo com pouca inclinação, achei esta poltrona um pouco melhor do que a que eu voei.

08 09 10 11

Aeronave PR-AIY – Avião “Don’t worry be Azul”

Esta aeronave segue o mesmo layout 2-2-2 na primeira fileira e 2-3-2 nas demais.

01

Porém nessas as poltronas são em couro e as TV’s ficam no encosto do assento da frente.

02 03 04

A inclinação da cadeira é exatamente a mesma da aeronave anterior que mostrei ali em cima.

05

Aparentemente essas parecem ser mais novas.

06 07 08 09 10

Aeronave PR-AIZ – Avião “América Azul”

Este foi o avião que eu fiz o trecho de Fort Lauderdale para Campinas e vocês já viram as fotos aqui.

10-2 09-2 08-2 07-2 05-2 04-2 03-2 02-2 01-3 01-2

Como já contei para vocês esses interiores são temporários já que a Azul não queria perder o período de alta temporada e optou por operar com as cadeiras originais que já vieram no avião.

Mas à partir de Março até Junho todas as aeronaves serão reformadas e terão assentos full flatbed na classe executiva chamada de Business Xtra garantindo mais conforto e privacidade aos passageiros.

business xtra executiva azul

Para saber mais da Business Xtra, confiram o vídeo.

Eu venho recebendo inúmeras reclamações de diversos passageiros sobre a qualidade dos aviões que a Azul está operando no momento, com pouco conforto, tv’s que não funcionam, etc.

Então eu pergunto: Vocês acham que a Azul fez certo de começar a operar as rotas internacionais com uma cabine interior e acabar se “queimando” com os clientes? Será que aquele ditado “A primeira impressão é a que fica” pode se aplicar à este cenário, ou depois que ela reformar, todo mundo vai esquecer do que se foi? Qual a opinião de vocês?