Delta Air Lines poderá operar mais vôos para o Brasil ainda em 2013

Acabei de receber este comunicado da Delta para divulgação onde ela diz que pretende colocar mais frequências em suas rotas de/para o Brasil. Vejam abaixo:

delta-Logo

SÃO PAULO, Brasil, 5 de março de 2013 – A Delta Air Lines (NYSE: DAL) apresentou requerimento junto ao Departamento de Transportes dos EUA para adicionar outros voos diretos entre São Paulo, Nova York e Atlanta, que são considerados mercados chave, aumentando assim a concorrência nos serviços aéreos entre os EUA e o Brasil.

Se aprovada, a Delta vai ter uma segunda partida diária de voos de São Paulo para Atlanta e Nova York, em 2013.

“A Delta tem forte compromisso com o mercado latino-americano e queremos aumentar as opções de viagens de, e para São Paulo, que é o maior e mais importante mercado para viajantes de negócios do Brasil “, disse Nicolas Ferri, vice- presidente da Delta para América Latina e Caribe. “Nosso serviço ampliado significa mais opções para os clientes que voam entre esses mercados de negócios chaves e novos voos para nosso hub em Atlanta significam maior acesso à nossa rede que é líder da indústria doméstica”.

A partir de Atlanta, a Delta pode conectar São Paulo a mais de 150 cidades em todos os EUA, em mais de 1.000 partidas em dias de pico. A Delta também oferece acesso a 24 destinos no Brasil, que representam 99% das principais demandas domésticas brasileiras – mais do que qualquer outra companhia aérea dos EUA -, graças à sua aliança estratégica com a GOL Linhas Aéreas Inteligentes.

A Delta opera atualmente 35 voos semanais, sem escalas, entre o Brasil e os EUA, incluindo Atlanta, Detroit e Nova York-JFK e São Paulo, bem como de Atlanta para Rio de Janeiro e Brasília.

A proposta da Delta, de um segundo voo diário entre São Paulo e o Aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova York, salienta outro passo importante no plano da companhia de investir e crescer em Nova York. O novo voo vai operar a fora do expandido e melhorado Terminal Internacional 4, que é fruto de um projeto de expansão de US$ 1,4 bilhões e que deve abrir suas portas dentro de 90 dias.  .

Em seu pedido, a Delta também solicitou a aprovação para continuar o seu serviço diário sem escalas entre seu hub em Detroit e São Paulo. O direito de operação da Delta para essa linha vai ser transferido US Airways, em 2015, como parte de uma operação de transferência previamente aprovada que permitiu a Delta se expandir no aeroporto de LaGuardia, em Nova York.

Esta é a primeira vez em mais de uma década que o Departamento de Transportes tem a oportunidade de alocar novas frequências de São Paulo. Essas oportunidades surgem como resultado direto do sucesso do governo dos EUA na negociação de um novo contrato de serviço aéreo com o Brasil, o qual se espera que resulte em um acordo pleno de “Céus Abertos” em 2015.

“As novas frequências vão ajudar a promover o turismo e os interesses comerciais, tanto no Brasil quanto nos EUA, por meio da criação de novos empregos e estimulando a economia local”, disse Andrea Fischer Newman, vice-presidente sênior de assuntos governamentais. “É crucial que o Departamento de Transportes conceda estas frequências para a Delta, uma vez que elas também irão ajudar equalizar o mercado entre as companhias aéreas no Brasil.”

As novas frequências serão oferecidas com aeronaves 767-300ER da Delta, equipadas com assentos flat-bed, sistema de entretenimento de vídeo on demand e com os premiados cardápios e carta de vinhos “, disse Ferri. O 767 tem capacidade para 210 passageiros sendo 35 na Business Elite, 32 na Economy Comfort e 143 assentos na classe econômica.

Meta Regional da Delta e Investimentos na Experiência do Cliente

“Nosso objetivo é nos tornarmos a melhor companhia aérea dos EUA na América Latina e no Caribe e as iniciativas que estamos implementando para melhorar a experiência do cliente em todos os níveis estão sendo bem sucedidas”, disse Ferri. “A Delta foi reconhecida pelo Grupo Companhia, em São Paulo, na semana passada, como a Melhor Companhia Aérea para a América do Norte. Para nós, isto significa que tanto a indústria de viagem quanto nossos clientes estão satisfeitos com as melhorias que estamos introduzindo no mercado”.

Prêmio Destaque Companhia de Viagem, entregue pelo Grupo Companhia, reconhece os melhores serviços de turismo para clientes brasileiros em 15 categorias.

A Delta investiu US$ 3 bilhões nos últimos dois anos para melhorar a experiência do cliente em terra, com novos terminais internacionais em Atlanta e no JFK, em Nova York, bem como com a expansão do Aeroporto de LaGuardia.

A bordo, os passageiros com destino a região norte e sul, em vôos em que o serviço BusinessElite da Delta é oferecido – incluindo São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro- vão desfrutar de uma gama completa de produtos premium para uma confortável, relaxante e produtiva experiência de voo, incluindo o menu para a BusinessElite inspirado na região da América Latina, produzido pela chef Michelle Bernstein, além de uma carta de vinhos atualizada pela master sommelier Andrea Robinson.

A frota da Delta também apresenta um avançado sistema de entretenimento com um acervo de 250 filmes, 100 programas de TV, 50 horas de HBO, vídeo games e  programas infantis, prioridade no check-in e na retirada de bagagens e o novo kit de amenidades com produtos Tumi e Malin + Goetz.

Com relação à inovação tecnológica, a Delta lançou recentemente seu aplicativo Fly Delta para iPad, que é o acontecimento mais recente numa sequência de implementações idealizadas para uma melhora significativa da experiência online e digital de seus clientes, tudo isso dentro do de um investimento de US $ 140 milhões em tecnologia, o que também incluiu os 2.012 lançamentos da novadelta.com em novembro de 2012.