GOL inicia no Brasil instalação de antena nas aeronaves para conexão à internet via satélite

A GOL Linhas Aéreas Inteligentes inicia hoje a instalação da segunda antena para conexão Wi-Fi em mais uma aeronave da frota (PR-GUG), a primeira a ser equipada com o sistema no Brasil. O processo será realizado pela equipe do Centro de Manutenção da companhia, localizado em Confins, Minas Gerais, que também será responsável por equipar toda a frota, em um prazo de até dois anos.

A antena, modelo 2Ku, é de última geração e tem comunicação via satélite, que permitirá aos clientes terem acesso à rede de internet enquanto estiverem voando com a GOL. Essa novidade fará parte da mais completa plataforma de conectividade e entretenimento a bordo, que está prevista para ser apresentada ao mercado ainda este ano.

Screen Shot 2016-09-19 at 17.36.33

A primeira aeronave (PR-GUK) foi para Miami, nos Estados Unidos, em maio para fazer a instalação da antena pela equipe da Gogo, empresa parceira e provedora desta tecnologia. Após a finalização da parte técnica e homologação pelo FAA (Federal Aviation Administration – entidade governamental dos Estados Unidos, responsável pela regulamentação da aviação civil naquele País), o avião equipado voltou ao Brasil em julho e agora está em processo de certificação da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), autoridade do setor no Brasil.

“Estamos muito satisfeitos em fazer parte deste importante momento da aviação brasileira, em que a GOL será a primeira empresa aérea do Brasil e da América do Sul a oferecer conectividade à internet via satélite e um sistema de entretenimento a bordo de última geração.

A instalação da antena e do sistema no nosso Centro de Manutenção demostra que temos uma equipe totalmente capacitada e preparada para executar esse tipo de atividade seguindo os mais rigorosos critérios técnicos da aviação mundial. Esta é mais uma importante conquista para o nosso time, reforçando o trabalho realizado nesse que é o mais avançado complexo tecnológico do gênero na América Latina”, diz Marco Gallinaro, gerente-executivo de Manutenção da GOL.