GOL vai retomar controle da Smiles!

Notícias

Por Alexandre Zylberstajn

Bom dia!

No incio da madrugada, foi anunciada que a GOL não tem a intenção de renovar o contrato operacional com a Smiles e pretende reorganizar a estrutura das duas empresas.

As informações abaixo foram retiradas do Fato Relevante divulgado para o mercado.


A Reorganização e seus objetivos

A Reorganização tem por objetivo assegurar a competitividade de longo prazo do Grupo, através do alinhamento de interesses de todos os stakeholders, reforçando uma estrutura de capital consolidada, simplificando a governança societária das Companhias, reduzindo custos e despesas operacionais, administrativas e financeiras, e aumentando a liquidez no mercado para todos os acionistas do Grupo.


Contexto e benefícios da Reorganização

Historicamente e ao redor do mundo, os principais programas de fidelidade do mundo são controlados e administrados por companhias aéreas. Passagens aéreas são, consistentemente, a categoria de recompensa mais relevante demandada pelos membros dos programas de fidelidade.

O Grupo é composto pelos líderes nacionais de ambos mercados no Brasil, com uma participação atual de aproximadamente 36% do mercado brasileiro de aviação e uma participação maior que 50% do mercado brasileiro de programas de fidelidade.

No Brasil, a concorrência em ambos mercados de aviação e programas de fidelidade tornou-se mais desafiadora nos últimos anos. O Grupo tem realizado esforços intensos e coordenados para aumentar a atratividade dos produtos de aviação da GOL e a atratividade do programa de fidelidade da SMILES para seus clientes e parceiros. Apesar de tais esforços, limitações do Contrato Operacional e a existência de governança e bases de acionistas distintas revelaram obstáculos para a capacidade dos investimentos necessários e da otimização na coordenação do desenvolvimento de ofertas e produtos nos respectivos mercados das Companhias. Isso se tornou um fardo para o Grupo com um todo, dado o aumento da necessidade pela Gol da constante renovação de frota e crescimento da oferta de produtos e serviços, bem como o crescente acirramento da concorrência de programas de fidelidade. No contexto do referido cenário, a GOL concluiu que (i) ter estruturas societárias separadas para as duas principais áreas de negócios do Grupo não está no melhor interesse dos acionistas do Grupo, (ii) não pretende renovar o Contrato Operacional, e (iii) a Reorganização é a direção que gerará o maior valor para as Companhias e seus respectivos acionistas, dentre outros fatores, por:

· Assegurar a competitividade de longo prazo do Grupo nos seus principais mercados (viagens aéreas e programas de fidelidade);
· Unificação das bases acionárias de GOL e SMILES em uma única espécie de ação com direito a voto negociada no Novo Mercado da B3 e na New York Stock Exchange (NYSE), mediante programa de ADS (American Depositary Share), o que simplificaria a estrutura acionária do Grupo, alinhando os interesses de todos os acionistas e aumentando a liquidez no mercado das ações negociadas;
· Aprimoramento e maior eficiência da governança e na tomada de decisões, através da maior coordenação administrativa e do compartilhamento do plano de negócios e da definição de objetivos para todas as empresas do Grupo;
· Integração total (em contrapartida à mera consolidação) dos resultados financeiros e operacionais das operações, dos balanços e fluxos de caixa da SMILES e da GLA de forma a permitir ao Grupo otimizar sua estrutura de capital, custo de capital e recursos financeiros, permitindo que a companhia aérea concorra de forma mais eficaz e que o programa de fidelidade se beneficie do melhor posicionamento de seu principal parceiro de negócios;
· Melhora na oferta de produtos para passageiros da GLA e membros da SMILES, assim como para os parceiros comerciais da SMILES.

A Reorganização é consistente com as tendências das indústrias de aviação e programas de fidelidade nos últimos meses. O desalinhamento resultante de estruturas societárias separadas para os dois negócios prejudicou suas respectivas capacidades de competir. Ressalta-se que um dos principais programas de fidelidade do hemisfério norte foi recentemente recomprado pela principal companhia aérea do Canadá; a companhia aérea líder do México anunciou a intenção de recomprar a participação minoritária que anteriormente havia vendido; e não houve ofertas públicas iniciais de ações de programas de fidelidade controlados por companhias aéreas em aproximadamente 5 anos. No Brasil, um dos principais concorrentes da SMILES recebeu oferta pública de aquisição de ações, acompanhada de notificação de não renovação do contrato operacional entre o referido concorrente e a companhia aérea controladora de seu capital, visando a aumentar sua competitividade no mercado de programas de fidelidade. Adicionalmente, foram lançados nos últimos anos diversos programas de fidelidade, patrocinados por empresas não-aéreas, que alteraram ainda mais a dinâmica competitiva nesse mercado em comparação com 2013, quando a SMILES foi originalmente segregada. Isso, juntamente com o fato que, após os eventos acima, não haverá comparável público de referência para a SMILES, reforça a necessidade da Reorganização.

O fato completo pode ser acessado neste link.


Próximos passos

A GOL estima que as assembleias gerais das Companhias que deliberarão sobre a Reorganização sejam convocadas em aproximadamente 100 dias contados desta data, a depender de diversos fatores.


Em outras palavras

De maneira simplificada, a SMILES voltará a ser um departamento de fidelidade dentro da GOL, como era antigamente na VARIG ou como é na grande maioria das cias aéreas espalhadas pelo mundo.

Recentemente outras empresas tomaram a mesma inciativa. Em julho a Air Canada fez uma oferta de recompra pelo seu programa de fidelidade e  mais recentemente a Latam pela Multiplus.

Aos poucos esclareceremos os possíveis reflexos deste movimento para os clientes Smiles. Tem muita informação nas entrelinhas deste anuncio.

Pelo visto, vamos ter que adaptar o post com 10 sugestões para o Novo Smiles!

 

 

 

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis