Guia completo: Regras das companhias aéreas para viajar grávida

Atenção mamães e papais! Viagens durante a gestação levantam uma série de questionamentos, inseguranças e alertas. Entretanto, não deve ser um problema, cada companhia aérea tem critérios semelhantes para cada idade gestacional, seja para viagens nacionais ou internacionais.

Enviem sempre com antecedência as documentações, se possível 10 dias antes do embarque. Consulte sempre seu médico antes da viagem e, dê preferência a um assento no meio do avião perto da asa, a estabilidade é maior. Vale lembrar que a idade gestacional é considerada para o dia que você for embarcar, e não para a data que você reservou ou comprou as passagens.

Além da documentação simples, há as exigências de vacinas em alguns países, e o Brasil que vive um surto de febre amarela é um fator determinante para sua viagem. Grávidas são contraindicadas para tomar a vacina de febre amarela, independente do tempo de gestação; veja quais são os 134 países que estão exigindo a vacina no post que escrevemos dia 19/01.

Confira abaixo as regras de cada companhia aérea para sua idade gestacional:

A declaração de responsabilidade pode ser acessada no site da GOL. E o formulário MEDIF pode ser acessado também no site e, deve ser enviado no máximo 48 horas antes da viagem. As regras podem mudar ou serem atualizadas, acompanhe o site da GOL.

A partir de 36 semanas e antes de completar 39 semanas em gestação única, e gestação de risco você precisa enviar o atestado médico ou o formulário MEDIF para que a equipe médica aeroespacial faça análise. O envio do MEDIF deve ser feito 10 dias antes ou até 72 horas antes do seu voo. As regras podem mudar ou serem atualizadas, acompanhe o site da LATAM.

O termo de responsabilidade independente do período de gestação devem ter 3 vias impressas, preenchidas e assinadas. Você pode acessar o formulário do termo de responsabilidade aqui, o formulário do atestado médico aqui e o formulário MEDIF aqui ele deve ser enviado para a Avianca com o prazo de até 72 horas antes do voo e no mínimo 10 dias antes, mais informações sobre o MEDIF confira.

Os voos para os E.U.A devem ter uma cópia da lei de acessibilidade no transporte aéreo 14 CFR Parte 382, do Departamento de Transporte dos E.U.A. As regras podem mudar ou serem atualizadas, acompanhe o site da Avianca.

Se sua gestação for de risco é necessário o preenchimento do MEDIF, que pode ser consultado aqui. As regras podem mudar ou serem atualizadas, acompanhe o site da Azul.

Observações importantes:

Todas as companhias não realizam voos 7 dias antes do parto ou 7 dias após. A documentação MEDIF deve ser enviada a companhia aérea por e-mail, que pode ser consultado no site das mesmas. Já os atestados e termos devem ser apresentados no momento do check-in.

O que deve constar no Atestado Médico?

Peça a seu médico (a) que faça um atestado contendo um parecer dele (a), uma autorização expressa para viagem em avião, a idade gestacional exata do dia do embarque, o tempo máximo de voo permitido, estimativa de data do nascimento do bebê, origem e destino de sua viagem e datas e horários de saída e chegada.

O que é MEDIF?

É um formulário fornecido pelas companhias aéreas para passageiros com necessidades especiais e gestantes nas condições que escrevemos acima. Ele informa se a passageira pode viajar e quais as condições desta viagem.


Aos papais e mamães que acompanham o PP – na opinião de vocês qual a melhor cia no quesito conforto/atendimento para viajar grávida? E alguém já teve problema para embarcar?