LATAM vai operar voos internacionais com um B747-400

Como vocês sabem a LATAM opera atualmente 24 aviões Boeing 787, todos equipados com motores Rolls Royce Trent 1000. No final de 2016, a indústria detectou que estes motores requerem troca em um prazo inferior ao previsto e, por isso, o fabricante colocou em prática um programa global de manutenção preventiva. Em razão da grande demanda atual, os tempos de reparo têm aumentado e aproximadamente 25% da frota de aeronaves Boeing 787 da LATAM está temporariamente fora de serviço.

Em abril de 2018, as autoridades aeronáuticas internacionais emitiram novas diretrizes que afetam ainda mais a disponibilidade e a flexibilidade de utilização de todas as aeronaves Boeing 787. É importante reiterar que a manutenção destes motores é uma medida preventiva e não representa, em absoluto, um risco para a segurança dos voos.

No entanto, esta inesperada situação tem obrigado a LATAM a implementar uma série de medidas para mitigar os impactos, manter a disponibilidade de seus voos e proteger as viagens de seus passageiros. Desta forma, nos últimos meses, a companhia tem adotado medidas proativas que incluem o arrendamento de aeronaves adicionais e a alteração de itinerários e de aeronaves que operam rotas específicas.

A LATAM está arrendando de maneira temporária da Wamos Air cinco aeronaves, incluindo a tripulação, para gerar capacidade adicional de frota.

Agora vamos ao resumo das rotas afetadas:

  • Guayaquil-Madri: A partir de 10 de março de 2018, um Airbus A330 da Wamos Air começou a operar as três frequências semanais da LATAM entre Guayaquil e Madri com pequenas alterações de itinerário.
  • Santiago-Bogotá: Entre 1 e 17 de abril, 2 aeronaves Airbus A330 da Wamos Air começaram a operar as duas frequências diárias da LATAM entre Santiago e Bogotá, com pequenas alterações de horário.
  • Guayaquil-Nova York (JFK): A partir de 1º de maio, uma quarta aeronave A330 da Wamos operará a rota Guayaquil-Nova York.
  • Santiago-Los Angeles (LAX): Entre maio e julho, uma aeronave Boeing 747 da Wamos dará apoio à operação das três frequências semanais da LATAM na rota Santiago-Los Angeles (LAX).

Eu fiquei super animado por poder testar este B747-400, ainda mais ele sendo super vintage, vejam:

As poltronas se assemelham aos do A340 da TAP (leia meu relato aqui).

Por mais que não seja uma das mais modernas, estou com vontade de ir pela experiência. SQN.

Ah, vale lembrar que alguns (não todos) A330 da Wamos Air são ex-Air Berlin e possuem poltronas flatbed na classe executiva. Eu já voei e conto o relato aqui.

E aí, você teve alguma rota afetada? Pretende voar nesta relíquia durante esta operação temporária?