Mandarin Oriental Atlanta

Hotéis

Por Fábio Vilela

Na minha rápida estadia em Atlanta eu fiquei no Mandarin Oriental – como eu tinha diversos compromissos no aeroporto, eu queria um hotel que fosse na cidade mas que mesmo assim tivesse fácil acesso via transporte público até o terminal para não ter que pagar uber/taxi todo dia.

O hotel fica bem no coração da região de Buckhead/Lenox e tem uma estação do “MARTA” (sistema de transporte da cidade) praticamente à 100m do hotel e que leva direto ao aeroporto. Comprei o ticket de 3 dias então pude usar ilimitado o que foi uma maravilha para poder ir e voltar todas às vezes que precisei.

Uma outra vantagem da localização é o shopping Lenox Square (praticamente em frente ao hotel) e o Phipps Plaza com marcas mais luxuosas e requintadas. Dos dois dias que fiquei lá não usei carro para nada – acho isto uma maravilha pela economia.

Meu quarto foi um Deluxe King Room que tem diárias a partir de U$300 – minha hospedagem não tinha direito à café da manhã, então sempre comia ao redor do hotel em algum café/padaria que tem vários ao redor.

O quarto era bem amplo, logo na entrada (um mini hall) você encontra o armário, mini bar e a porta que da acesso ao banheiro.

Ponto positivo do hotel – a banheira (que tem TV logo em frente) é separada do box e sem cortinas.

O quarto era bem amplo – com uma super cama king, poltronas e mesa de escritório. O wifi no hotel é gratuito e de ótima velocidade – funciona em toda a propriedade.

 

Passei a maior parte do meu tempo na academia do hotel – pra variar. O espaço era super bem equipado, diversas máquinas e aparelhos novos. Aliás, eu tenho sempre dado preferência para locais que tem fitness center bacana. Isto é importante para vocês?

No último dia fiz um tratamento de DETOX no SPA do Hotel. Mas o detox é de tecnologia, rs.

Para quem quer a dica a massagem chama Digital Wellness Escape e dura aproximadamente 80 minutos.

O mais bacana (ou não para os viciados como eu), é que logo na entrada os funcionários te entregam uma bolsinha para você deixar seu celular lá – ou seja, pelas regras do detox lá dentro não é permitido. Confesso que me deu um pouco de pânico, mas logo depois me acostumei com a idéia que eu teria que relaxar minha mente.

A massagem foi MARA – realmente consegui relaxar e me desligar um pouco – a luz reduzida do ambiente e as essências usadas contribuiu para o meu “desmaio”, rs.

O SPA também oferece uma jacuzzi interna e aquecida, além de sauna seca e à vapor.

Ao final do tratamento você vai para uma sala de repouso onde você recebe um papel em branco para colorir – que também faz parte do “ritual” pra relaxar a mente – foi nesta hora que fui resgatar meu celular no locker – já estava agoniado.

O hotel também tem uma piscina maravilhosa e coberta – disponível para todos os hóspedes – como estava frio em Atlanta foi ideal para relaxar. O hotel também tem um jardim privado e “secreto” incrível mas por causa do clima não pude aproveitar o espaço porque estava GELADO.

Para quem tem viagem marcada para Atlanta – recomendo – pra mim a localização (acesso à transporte público) associada ao conforto e atendimento do hotel foi fator primordial pra decisão do hotel.

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis