Nova Classe Executiva da Aeromexico no B787-9 – São Paulo p/ Cidade do México

Cias Aéreas Classe Executiva 18

Por Fábio Vilela

Fiz check-in no guichê preferencial da Aeromexico em Guarulhos que fica no Terminal 2. Durante o check-in, o atendente disse que meu assento (que era o 10J) tinha sido alterado pois estava com defeito – achei MUITO estranho, afinal – avião novo.

Pedi então para ele me mudar para a 10A – ele também disse que estava inoperante – enfim – acabei aceitando mudar para a 8J – última cadeira do lado direito da primeira seção.

Como vocês podem ver no mapa da classe executiva – a mesma é dividida em 2 partes – a primeira com 8 fileiras nas laterais e a segunda com apenas 1 – que é onde eu tinha reservado.

Depois fui descobrir o real motivo – e conto para vocês já já!

OBS: Neste dia a AM estava oferecendo upgrade no trecho GRU-MEX por U$700.

 

Source: SeatGuru

A AM usa o GOL Premium Lounge, então os passageiros elegíveis podem aguardar o voo na sala VIP.

O embarque aconteceu no horário previsto e respeitando as prioridades – eu estava super animado – afinal avião novo é sempre motivo daquele “friozim” na barriga né?

Vôo Aeromexico AM015 – 27/01/2018
São Paulo (GRU) ✈ Cidade do México (MEX)
Assento: 8J – Classe Executiva
Partida: 10:35 / Chegada: 15:50 / Duração: 9h25
Aeronave: B787-9

Diferentemente do B787-8 da cia, onde o layout é 2-2-2[leia meu review aqui], este novo modelo conta com os modernos assentos Super Diamond [da fabricante B/E Aerospace] na business class, onde o layout é 1-2-1 proporcionando acesso ao corredor à todos os passageiros c/ poltronas flatbed.

Entre uma seção e outra da executiva está um mini-bar que fica montado durante o vôo com algumas bebidas, máquina nespresso e snacks.

Frigobar com garrafas d’água refrigeradas.

O lugar até que é espaçoso, mas nada que justifique ficar em pé ali para socializar por exemplo.

Os assentos 10J e 10A são os mais privados da aeronave pois são os únicos nesta segunda parte da executiva – fiz uma foto para vocês verem. Notem que não tem nenhuma poltrona na frente e nem atrás.

Nesta segunda parte – curiosamente –  nos assentos centrais há 2 fileiras e não apenas 1 como nas laterais.

Para quem viaja junto, os assentos do meio não oferecem um meio de comunicação muito agradável não – já que você tem pouco contato visual com quem viaja ao seu lado.

Bom, o embarque foi encerrado e eu (curioso que sou) fui lá atrás e vi que todos os assentos da segunda seção da executiva ficaram vagos – então minha teoria se confirmou. Com certeza eles não deixaram ninguém sentar lá para facilitar na hora de fazerem o serviço de refeição e consolidar tudo em uma só cabine – uma pena né? Pois queria ter ficado com esta mini-cabin só para mim. Aliás, o que vocês acham deste tipo de atitude?

Aliás, notem que este assento não tem uma visão muito privilegiada da janela – ponto negativo!

Conforme falei para vocês, este assento é o Super Diamond [da fabricante B/E Aerospace] – o mesmo que a American Airlines usa em alguns B772 reformados e o mesmo que a Qatar também usa no A380/B787.

O espaço é satisfatório e o acabamento escolhido pela AM foi de boa qualidade. Notem que o cinto de segurança tem 3 pontas – nunca entendo qual o real motivo – sei que quando os assentos são virados para trás – há uma razão – mas quando são para frente não sei se teria necessidade. Alguém sabe explicar?

No console lateral ao lado da janela estava o joystick (touschreen) que também serve de mini-tela do IFE, tomada universal, saída de áudio e porta USB.

Mais para trás tinha um outro compartimento (porta-trecos) com espelho – além da luz de leitura individual e o porta folhetos/revistas, etc.

Infelizmente o apoio dos pés afunila – o que prejudica na hora de dormir.

Embaixo da mesa lateral você tinha um compartimento para guardar pertences – como por exemplo uma garrafa d’água.

Já do meu lado esquerdo estava o descanso de braço – que era retrátil – além disto também servia de porta-trecos.

O atendimento foi super cordial e profissional – e ainda em solo foi servido bebida de boas vindas – detalhe para o P de Premier gravado no copo. Acho bacana quando as louças e taças são personalizadas – e vocês?

Destaque especial para a necessáire da Boggy produzida pela Formia (a mesma que faz a da Rimowa) e que levou o prêmio de melhor amenity kit de executiva em 2017.

Já estávamos voando quando eu notei que todo mundo já tinha o fone de ouvido e eu não. Aí pedi para um comissário que trouxe para mim – na verdade os fones já ficam nos assentos mas por algum motivo, no meu não tinha.

Ele era noise-cancelling mas com qualidade de som limitada – nada de extraordinário iguais aos da BOSE por exemplo.

O entretenimento de bordo era rápido, interface amigável e com programação variada.

O que eu achei o máximo, é a possibilidade de você mandar mensagens para passageiros dentro do avião. Ótimo para paquerar, não acham? Rs.

O avião também oferece Wifi mas o preço é caríssimo, cobrado por MB – ao invés de duração do voo. Se você tem iPass pelo cartão de crédito  ELO (leia mais aqui) pode acessar gratuitamente.

O menu foi entregue juntamente quando vieram servir as bebidas no trolley – péssimo – você fica de certa forma pressionado para decidir logo o que vai beber e também comer já que o comissário fica esperando – não gostei!

O serviço começou com tábua de queijos – alguém me explica qual a real razão? Sempre achei que o queijo vinha no final.

Teoricamente o esquema da AM também é “bandejão” – trazem tudo de uma vez só – com exceção dos queijos que mostrei ali em cima.

A salada de vagem com queijo de leite de cabra e nozes estava ótima – já a salada só de folhas não tinha graça nenhuma e o único tempero para colocar era sal/pimenta e o azeite. Já o frango estava mal cozido, feio e sem sabor – apesar das várias ervas colocadas por cima. O espinafra estava OK e as batas também. Aliás, achei o almoço super GREEN – bem saudável né?

Depois serviram um bolo de chocolate como sobremesa.

E por fim – café!

Não há serviço de turndown (abertura de cama) mas isto não é problema pois já estou profissional em montar minha bed.

A poltrona fica total flatbed, mas a altura da mesinha (debaixo do monitor) é muito baixa em relação ao assento, o que faz você bater seu joelho toda vez que se movimentar.

Notem que o assento vai afunilando de uma certa forma – o que eu particularmente não gosto.

Detalhe para o footrest.

O edredon e travesseiro eram de ótima qualidade e o controle de posição do assento era touchscreen como vocês podem ver.

Olha que capricho – fui eu quem fiz!

Como o voo é diurno e eu estava sem sono, aproveitei para ir no bar algumas vezes tomar café – já que tem uma máquina nespresso cortesia para os passageiros da executiva.

Além disto os clientes contam com bebidas alcóolicas, snacks, etc.

O gelo fica disponível neste pseudo-container mas logo estava tudo derretido. As opções de lanches eram croissants recheados de presunto e queijo e mix de nuts – muito fraco!

Detalhe para o mini-freezer com as garrafas d’água.

  

Quase chegando na Cidade do México foi servido a segunda refeição – mais simples ainda. Apenas um bagel com salmão e cream cheese e salada.

E de sobremesa – sorvete!

Bom, não posso negar que este B787-9 representa um ‘divisor de águas’ se comparado à sucata do B777 que a Aeromexico operava p/ o Brasil. Aliás, não sei se vocês sabem, a Aeromexico aposentou todos os B777, portanto saindo do Brasil hoje você pode pegar o B787-8 (leia aqui) ou o B787-9 (mais moderno) que é este deste relato.

Um outro ponto que quero mencionar – em Guarulhos o atendente disse que eu precisava pegar minha mala no Mexico e redespachar para Chicago – quando cheguei no aeroporto da Cidade do México uma funcionária falou que não era necessário – e realmente não foi – a mala foi direto para os EUA – então sempre bom se certificar.

Com certeza voaria de novo nesta cabine/avião se encontrasse um “bom deal” – afinal ela oferece privacidade, conforto e uma experiência satisfatória.

Vocês já voaram nas novas cabines da AM? Gostaram?

Avaliação

Média
8.1
Publicidade
Publicidade

18 respostas para “Nova Classe Executiva da Aeromexico no B787-9 – São Paulo p/ Cidade do México”

  1. renato carvalho disse:

    Oi fabio, muito bom o review. So fiquei na duvida se precisa de algum visto ou autorizacao especial pra fazer essa conexao no mexico e seguir pros USA. obg.

  2. Keyllon disse:

    Fábio algo que me chamou atenção foram os pães desamparados e solitários na bandeja, como na LATAM kkkkk. Como vc sempre frisa, prestei atenção rs rs rs.

  3. Mi Imperatore disse:

    Ótimo relato Fabio, estava há dias procurando sobre o B787-9! Bom saber que o novo avião está tão bom assim. Mês que vem experimentarei e já estou ansiosa!
    Um desabafo: Não entendo alguns comentários tão negativos que vi em relação à Aeromexico (não do autor; geral). Já viajei diversas vezes com eles tanto em vôos internacionais quanto domésticos, e, tanto na executiva quanto na econômica, tive experiências muito boas! Pra não dizer que sempre foram flores, uma vez, num trecho, havia UMA comissária não muito simpática, bem seca e que parecia não saber sorrir. Mas nem por isso vou dizer que a “companhia é péssima” por conta de uma funcionária em um dia… Serviços sempre foram bons, atendimento em solo, no ar e até o call center!

  4. Antonio Carlos disse:

    Não importa o tipo de avião. O serviço da Aeroméxico é péssimo. Lamentável. Não só a bordo como em terra. Já viajei algumas vezes com eles na executiva e sempre foi ruim. Imagino o inferno que deve ser na econômica. Inclusive já os acionei 2 vezes na justiça e ganhei as 2 causas pela forma como nos trataram no México. Se não têm competência não se estabeleçam. Não viajo mais com esta empresa, mesmo que esteja indo para o México.

  5. Bernardo disse:

    Fabio, eu teria pego esse mesmo voo no dia 04/03, saindo de GRU com conexão na Cidade do Mexico e destino Chicago. Estava aguardando na sala da GOL com o checkin feito para o assento 10D. Me chamaram cerca de 2h antes do vôo informando o mesmo problema do assento inoperante que falaram para você, só que no meu caso a cabine estava cheia e a alternativa que me deram foi voar com a AA no Boeing 77W, fazendo conexão em Miami! Foi uma correria para eles emitirem a passagem com a American mas deu tudo certo!

  6. Gustavo disse:

    A questão do upgrade pago é delicada considerando o câmbio atual, apenas. O valor é bom para quem recebe em moeda que não esteja desvalorizada frente ao dólar. De qualquer forma, dependendo da circunstância pagaria os 700 dólares mesmo no câmbio atual. Quando viajo na econômica sempre pergunto o preço do upgrade de última hora. A Latão ja me ofereceu o ultima assento Madri Sao Paulo por 2000 euros (não aceitei, claro)! A Iberia sempre me oferece upgrade por 500 euros quando faço check in pelo aplicativo. Acho uma boa opção, porque viajo com eles só quando o bilhete da economica está 500 euros ida e volta. 1500 euros na executiva é um bom valor! E era alta temporada! Seria inacreditável se o nosso real não estivesse tão desvalorizado. Para quem compra logo bussiness paga no minimo 2000 euros na Iberia.

  7. Paulo disse:

    Os vinhos são péssimos . Imagine na econômica .

  8. Guilherme disse:

    tentei usar o wifi da aeromexico com meus dado do elo usando o procedimento informado por voces e nao funcionou de forma alguma, dizia que dava erro no login.

  9. celio armando disse:

    Um detalhe: os vinhos deixam muito a desejar.

  10. Bruno disse:

    O fato de mesmo os assentos virados pra frente terem cinto de 3 pontas deve ser mera padronização.

    • Bruno Luiz disse:

      Eu já havia respondido essa dúvida do Fábio em outro trip report dele ano passado, mas acho q ele esqueceu.

      Nos assentos de classe executiva ou primeira classe vc só pode usar dois tipos de cinto:
      – cinto abdominal com air-bag
      – cinto de 3 pontos

      O cinto de 3 pontos além de ser mais barato, tem manutenção menos custosa tb.

  11. Andre disse:

    A teoria de que os assentos bloqueados seriam para concentrar o serviço em apenas uma área da aeronave é possível, mas acho mais provável que bloquearam para uso da tripulação. Nem todos gostam de ir dormir no sarcófago. Ou algum funcionário em viagem.

  12. Valfrido disse:

    Fábio, uma pergunta “off-topic”,
    esse B787 Dreamline decola na vertical em 90º?

  13. Leonardo disse:

    Fábio, esse upgrade que eles vendem no check-in, emitem na classe F que não acumula NENHUMA milha! Portanto, não compensa tanto assim.

  14. Davi disse:

    Falando em Aeromexico, já que o Santander Esfera envia milhas pra eles, você considera que a tabela de resgate de milhas deles, pra voos próprios ou com parceiras, tem algum sweetspot? Confesso que olhei uma vez e não achei nada interessante.

Deixe uma resposta

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis