O que fiz em Manaus durante 2 dias

Bom, como era minha primeira vez em Manaus eu queria experimentar e conhecer o que a cidade tinha o melhor pra oferecer para turistas, afinal não é todo dia que nós vamos pro Amazonas né?

Em conversa com o Quality Manaus falei que queria visitar os pontos turísticos mais importantes e eles prepararam tudo pra mim com a empresa Amazon Explorers.

Pela manhã a van da empresa veio me pegar no hotel pra me levar pro porto de onde eu pegaria o barco pra ir fazer o roteiro que durou o dia todo.

O tour que eu fiz estava incluso: nado com o boto cor-de-rosa, visita à uma aldeia indígena, almoço em um restaurante na floresta, conhecer as vitórias-régias e por fim ver o encontro das águas.

IMG_8833

Nosso meio de locomoção pelos rios foi esta lancha rápida.

IMG_9012

Pra quem me perguntou no Instagram e Facebook se balançava – nada, é super tranquilo.

IMG_9103

Dentro da lancha tem uma parte externa ao fundo além de um pequeno bar e banheiro.

IMG_9104

Depois de quase 30 minutos navegando nossa primeira parada foi nesta plataforma que é onde nadei com os botos.

IMG_8879

A água é quentinha e os bichos super amigáveis – tem um rapaz que fica alimentando eles com pequenos peixes para que eles pulem e você possa passar a mão. Tentei fazer ele vir pra selfie, mas ele não estava disposto, rs.

IMG_8908

Durante o passeio a empresa oferece este kit gratuitamente com suco e bolacha.

IMG_8992

A segunda parada foi em uma aldeia indígena em uma ilha bem remota.

IMG_8910

Aqui podemos conhecer mais da vida dos locais, as suas “casas” e costumes.

IMG_8958

Teve uma pequena apresentação de dança assim como uma breve explicação dos seus costumes.

IMG_8931

Alguém aceita uma larva aí?

IMG_8938

Gente fala se esses índios não estão prontos pra sair na capa da Caras? Rs.

IMG_8954

Você ainda pode comprar alguns artesanatos para ajudá-los.

IMG_9021

No barco (conforme falei) tem bar e também algumas porções (pagas à parte). Experimentei este guaraná Baré e adorei!

IMG_8877

Além de uma porção de bolinho de pirarucu – ô delícia!

IMG_8993

Depois de navegar mais um pouco chegamos neste lugar para almoçar e também ver as vitórias-régias.

IMG_9087

O almoço é buffet, super completo por sinal, e está incluso no preço do passeio.

IMG_9009 IMG_9097

Além do restaurante há uma pequena lojinha com artesanatos.

IMG_9093

Fomos então adentrar a mata pra ver mais um pouco da floresta.

IMG_9024

Olha quem eu encontrei no meio do caminho – com cara de poucos amigos, rs.

IMG_9239

E depois de uma caminhadinha leve você chega na beira do rio onde pode admirar as plantas boiando. Me falaram que alguma delas chegam à 2m de diâmetro e aguentam até 45kgs.

E por fim, fizemos o encontro das águas – onde o Rio Negro encontra o Solimões. A diferença da temperatura e cor das águas é impressionante. Recomendo este passeio se você tem pouco tempo em Manaus, afinal você consegue fazer tudo em um só dia, e claro, sem falar na atenção especial do pessoal da Amazon Explorers que foi impecável. [Eu esqueci de perguntar o preço do passeio mas basta entrar em contato com eles para verificar.]

IMG_9236

Quando postei que estava em Manaus recebi inúmeras recomendações para ir ao Banzeiro – um restaurante típico e local. A dra. Ivone que estava no vôo comigo gentilmente me convidou pra ir jantar lá com sua família.

IMG_9337

Gentilmente o chef Felipe Schaedler fez um menu degustação especial pra mim e pude experimentar as delícias da região.

IMG_9274

Pra começar caldo de peixe.

IMG_9283

Pra quem me acompanha no snapchat (fabio.vilela) viram que o garçom veio preparar o molho de pimenta direto na mesa. Ele picotou todas essas, adicionou temperos, azeite e ficou demais!

IMG_9285

 

Pra começar dadinhos de tapioca e formiga saúva com espuma de mandioquinha. Sim, eu comi as formigas e estavam docinhas e crocantes!

IMG_9291

IMG_9288

A comida estava demais – aliás MUITA comida – eu que como pouco (apesar de não parecer) não resisti e experimentei de tudo. Costela de Tambaqui, Tambaqui com crosta de Castanha e Filet de Tambaqui com farofa de queijo coalho – vejam as fotos!

IMG_9306 IMG_9315

IMG_9321

Sobremesa também não deixou nada a desejar – sorvete típico e mousse de frutas da região.

IMG_9325 IMG_9330

E pra minha surpresa eles trouxeram um tambaqui de 38kgs na mesa pra eu poder conhecer como era o peixe que eu estava comendo. Olha o tamanho do bichinho!

 

IMG_9335

No outro dia a dra. Ivone me chamou pra fazer um passeio pela cidade antes de eu partir de volta pra SP. Começamos com um café regional.

IMG_9382

Experimentei o X-Caboquinho – pão, queijo coalho e tucumã – HUMMMM, muito bom!

IMG_9373

Fui então conhecer o Teatro da cidade que é maravilhoso – jamais pensei que Manaus tinha uma estrutura tão bonita.

Olha o interior do prédio – incrível né?

E o bacana que tem até uma miniatura dele em feita em lego pra você pode visitar.

IMG_9426

De frente ao teatro tem uma das igrejas principais da cidade – detalhe que falta uma torre, rs. Pelo o que me falavam ela se perdeu no transporte de navio.

IMG_9411

E por fim não poderia deixar de ir embora sem experimentar o melhor açaí da cidade – do Waku Sese. O pessoal me convidou via Facebook pra ir lá poder conhecer e eu confesso que queria ter passado a tarde lá porque tinha muita coisa gostosa.

IMG_9430

Além de provar pratos locais também pude curtir o melhor que o restaurante tinha pra oferecer – Açaí!

IMG_9444 IMG_9452

Este açaí com leite condensado não era de Deus não viu gente! PELAMOR – de comer rezando!

IMG_9456

E outra sugestão dos leitores foi experimentar o açaí na tigela com farofa de tapioca – também aprovado!

IMG_9460

Preciso dizer que fiquei impressionado com a hospitalidade e carisma do pessoal de Manaus. Eu confesso que jamais pensei que os moradores da cidade fossem tão receptivos e carinhosos com os turistas. Acredito que em poucos lugares do mundo que visitei poucas vezes fui tão bem tratado – tanto pelos locais quanto pelos estabelecimentos.

Pena que fiquei tão pouco tempo na cidade mas já quero marcar pra voltar afinal me senti em casa.