Passagem da África do Sul para Índia por R$3.500,00 (ida e volta) em executiva

Pessoal, hoje eu estou inspirado então vai ter post de promoção de executiva o tempo inteiro, tá? Estou por conta e com a ajuda do Kayak fico futricando até achar algo interessante.

Se você tem viagem marcada para a África do Sul e quer esticar pra Índia a Air Seychelles está com um mistake fare pra lá de interessante – ida e volta de Johannesburgo para Mumbai por R$3.500,00. (OBS: Quando você clica neste valor de R$3600 ele cai pra R$3.488,00.

Johannesburgo para Mumbai

Screen Shot 2016-01-13 at 19.12.27

E o bacana é que o vôo é vendido como Air Seychelles mas em todos os segmentos é operado pela Etihad, tanto com um A330 quanto com um A320.

Screen Shot 2016-01-13 at 19.26.20

Eu encontrei este valor praticamente para o ano inteiro, com muita disponibilidade de data.

Screen Shot 2016-01-13 at 19.09.40

A Air Seychelles usa o mesmo programa da Etihad, o Etihad Guest, porém com diferentes parceiros.

Screen Shot 2016-01-13 at 19.16.26

Isto significa que se você creditar no programa Etihad Guest vai ganhar 175% de bônus já que a classe que a passagem é emitida é a “D”. Além disto você pode optar por pontuar em outros programas parceiros da cia.

Screen Shot 2016-01-13 at 19.17.46

Como este itinerário tem 8,700 milhas, você pontuaria um total de 15.225. A tabela de acúmulo da AirBerlin é a mesma caso você opte por creditar no topbonus.

Lembrando que o jeito mais barato de ir pra África do Sul é usando pontos TAM Fidelidade – 65.000 por trecho em classe executiva com a South African – vôo direto partindo de Guarulhos.

Caso você não tenha pontos o suficiente na conta Multiplus mas em contrapartida tem no KM de Vantagens pode transferir 26.000 por R$3.515 que virarão 130.000 (já que entra bonificado 5x).

Ou seja, ao final das contas você consegue ir pra África do Sul e Índia por R$7.000 – tudo de executiva – o que não é nada mal, não acham?

E antes que venham os “Mimimi”, dizendo “Ahh mas não é saindo do Brasil, Ahhh mas tenho que ir pra África”. Só digo uma coisa –  Migo, seje menos. Obrigado, de nada!.