Porque vou passar a usar o cartão Santander AAdvantage Black a partir de hoje

Pessoal, hoje é/foi o último dia (teoricamente) de vida do Membership Rewards e com isto, nós brasileiros ficaremos órfãos de um dos melhores programas de fidelidade do mercado em se tratando de parceiros aéreos internacionais. E além disto – para quem optou por manter o saldo no Livelo, acabou tendo todos os pontos depreciados em 50% para as cias internacionais (com exceção da TAP).

Como o fim está próximo e claro, inevitável – eu analisei e pensei muito onde eu irei concentrar meus gastos a partir de então já que o American Express deixou de ser uma opção interessante para mim e gastos nos cartões ainda é uma ótima fonte para gerar milhas/pontos.

Os programas de fidelidade no Brasil estão cada vez mais inflacionados com tabelas flutuantes, milhas/pontos desvalorizados e difíceis opções de resgates.

Então depois de estudar as opções de mercado e os cartões disponíveis, cheguei a conclsão que o meu cartão para uso diário será o Santander AAdvantage Mastercard Black  – vinculado à American Airlines.

Os motivos que me fizeram tomar esta decisão foram vários, e vou explicar para vocês porque ele é uma ótima alternativa para quem tem um determinado perfil de viagem parecido como o meu.

O cartão Black acumula 2 pontos por U$, e o melhor é que em todas as modalidades (Gold, Platinum, Black) os pontos nunca expiram, já que são creditados automaticamente na conta da AA, e cada movimentação “reseta” o relógio de expiração por 18 meses, portanto, se você tiver gastos todo mês – com certeza nunca mais irá perder estas milhas.

Além disto, um fato me chamou MUITA atenção – o cartão dá 1 ponto a mais para todas as despesas em dólares. Para o meu perfil de viajante, que vivo fora do país – e sempre uso o cartão no exterior – pois mesmo pagando IOF ainda acho que vale a pena – é uma super vantagem ter este bônus a mais em transações realizadas no exterior. Já saio no “lucro”!

E o mais importante – o Santander pelos últimos 4 meses deu até 6 pontos por U$ gasto na última promoção – isto é SEM DISCUSSÃO – a melhor conversão já existente no Brasil em cartão de crédito – e em se tratando de pontos AA – uma mina de ouro!

E claro, vale mencionar também que todas as compras realizadas na American Airlines também te dará o dobro de pontos – o que é ideal para quem tem a AA como cia favorita para viajar aos EUA. E comprando na American Airlines (e pagando em dólar), você vai acumular 5 milhas por U$. Preciso dizer algo mais?

Vamos exemplificar,para ficar melhor de enxergar a situação.

Gasto mensal de R$20.000/mês com uma cotação à R$3,30 (dólar) x 2 milhas = 12.000 milhas / mês ou 144.000 milhas por ano – o suficiente para ir de executiva (57.500) e voltar de primeira classe (85.000) para os EUA ou vice-versa.

OBS: Milhas acumuladas no cartão não consideradas milhas qualificáveis para upgrade de categoria no programa.

Uma das grandes vantagens dos seus pontos irem direto para o AAdvantage é que você tem a possibilidade de fazer resgates ONLINE em diversas cias parceiras – o que facilita muito pois assim como eu, eu sei que vocês detestam ficar ligando no call center e ficar procurando disponibilidade ou até mesmo depender da boa vontade dos agentes.

Para facilitar, vou mostrar quais cias a AA tem parceria para você usar suas milhas.

Aliança Oneworld

  • American Airlines (pode ser reservado online)
  • British Airways  (pode ser reservado online) [cobra taxa de combustível]
  • Cathay Pacific
  • Finnair  (pode ser reservado online)
  • Iberia  (pode ser reservado online)
  • Japan Airlines
  • LATAM Airlines Brasil (antiga TAM)
  • LATAM Airlines Chile (antiga LAN)
  • Malaysia Airlines
  • Qantas Airways  (pode ser reservado online)
  • Qatar Airways
  • Royal Jordanian Airlines  (pode ser reservado online)
  • S7 Airlines
  • SriLankan Airlines

Outras parceiras aéreas

  • Air Tahiti Nui
  • Alaska Airlines/Horizon Air  (pode ser reservado online)
  • Cape Air
  • Etihad Airways
  • Fiji Airways
  • Gulf Air
  • Hawaiian Airlines  (pode ser reservado online)
  • Interjet
  • Jet Airways
  • Seaborne Airlines
  • WestJet

A tabela de resgate é bem competitiva, vejamos os valores por trecho saindo do BR:

Veja que o programa cobra 57,5k por trecho (na tarifa Saver) para qualquer lugar dos EUA em classe executiva saindo do Brasil – é o mais barato entre todas e o melhor, você faz tudo ONLINE.

Se você tem como destino frequente os EUA, não tem o que pensar – este é o melhor cartão para você!

OBS: Os resgates com a LATAM não são disponibilizados online, portanto se você quiser adicionar seu trecho doméstico da sua cidade até SP/RIO/BH, etc junto com o internacional, terá que fazer via telefone.

Aí, você pode me questionar, “Mas Fábio, pelo mesmo trecho eu consigo emitir com 75.000 pontos Multiplus”. Sim, consegue mesmo – mas vai precisar ligar no call center e ter todo aquele trabalho que detestamos fazer além de nem sempre a disponibilidade ser a mesma – o que dificulta ainda mais a emissão.

Um outro ponto MUITÍSSIMO importante que vale frisar – o programa AAdvantage além de fazer resgates em cabines mistas (tarifando apenas o trecho de maior valor), também mistura cias da oneworld com cias fora da aliança  – por exemplo: você pode emitir por um único valor o seguinte:

Mumbai – Abu Dhabi – Londres (Etihad) [Primeira Classe] – Madrid (British) – Lisboa (Iberia) [Executiva] – por 62.500 na First

Notem que eu combinei a Etihad com 2 cias da oneworld (e cabines diferentes) e mesmo assim o resgate é precificado de uma forma só – ORIGEM/DESTINO. Para quem gosta de testar o máximo de aviões/cabines em uma passagem só e sem gastar a mais com isto, é imbatível! E você ainda viaja no premiado First Class Apartment (leia meu relato aqui) – que é uma BAITA experiência!

Para ir para a Austrália o programa também cobra o menor valor para voar de executiva – 82.500 – desde que a rota seja feita pelo Pacífico, ou seja, LATAM ou Qantas.

O programa da AA também te permite fazer upgrade de cabine usando milhas, e o melhor – a maioria das tarifas são elegíveis – até as mais baratas (leia mais aqui), e dependendo da mesma – para ir de executiva você pagará o valor fixo de U$550 + 25.000 por trecho, conforme tabela.


O cartão na modalidade Black também dá, através do Mastercard Airport Experience 4 acessos gratuitos à todos os lounges conveniados ao LK – esta cota á renovada todo ano. Os acessos extras serão tarifados em U$27,00.

A anuidade do Santander AAdvantage Black está saindo por 4 x R$247,50 reais. Ahh, e se você quiser ter adicional, até 5 cartões extras não pagam anuidade no primeiro ano, e nos próximos você tem desconto de 50%. E o melhor – cada adicional também tem 4 acessos gratuitos, portanto você terá 20 acessos – 4 para cada cartão – Se precificarmos cada visita U$27 x 20 = U$540 = teoricamente já paga a anuidade. [OBS: Na hora da solicitação do cartão pelo site você só consegue pedir 2, mas depois do cartão aprovado e desbloqueado você consegue pedir mais 3 pelo aplicativo Way do Santander]

Aí eu te pergunto – vamos analisar benefício vs. real uso do mesmo. Se você sempre viaja de primeira classe/executiva com certeza terá acesso ao lounge gratuitamente, portanto seria uma vantagem redundante. E um outro quesito que me fez deixar o meu Unlimited de lado é que em relação aos parceiros internacionais – somente a Iberia é vantajosa – portanto fico extremamente limitado à resgates mirabolantes que gosto de sempre fazer com uma quantidade justa de pontos/milhas/avios.

O que faço questão de deixar bem claro, é que não estou focando neste cartão Santander AAdvantage Black para acesso às salas vip’s e sim, único e exclusivamente para as milhas, que pra mim, atualmente é o melhor do mercado em questão de valor agregado. Para se ter idéia, se compararmos o valor que conseguimos comprar pontos Multiplus, milhas Smiles, pontos TudoAzul não chega nem aos pés do valor que você precisaria para comprar milhas AA, ou seja, milhas AA é valorizada, é cara e o jeito mais em conta de acumular é através do cartão de crédito.

Aí eu te pergunto – Você quer o quê? Fazer o pheeno no lounge ou viajar com conforto? Eu prefiro a segunda opção pois quero continuar viajando de primeira classe/executiva usando um programa justo e que me atenda de acordo com minhas necessidades.

Uma outra vantagem que não posso deixar de mencionar – é que os cartões de crédito da American Airlines vinculados ao Santander podem ser solicitados por qualquer pessoa.

Na modalidade Black, o indivíduo precisa ter renda de R$20.000,00 – e não precisa ser correntista do Santander – portanto já facilita a vida de milhares de pessoas que às vezes já tem sua movimentação em outra instituição financeira e não querem migrar para o banco.

Em um cenário atual onde nossas opções estão cada vez mais escassas e estamos totalmente órfãos de programas com valores justos e com milhas/pontos valiosos – O Santander AAdvantage Black passa a ser o bambam dos cartões – sem sobra de dúvidas!

Para solicitar qualquer dos cartões Santander Advantage é muito simples, basta escolher qual a modalidade que mais se adequa ao seu perfil de viagem e prencher os dados.

Santander AAdvantage Black – clique aqui para solicitar.

  • Renda mínima: R$ 20.000,00 | Anuidade: 4 x R$ 247,50

Santander AAdvantage Platinum – clique aqui para solicitar.

  • Renda mínima: R$ 7.000,00 | Anuidade: 4 x R$ 130,00

Santander AAdvantage Gold – clique aqui para solicitar.

  • Renda mínima: R$ 1.500,00 | Anuidade: 4 x R$ 85,50


Para o meu perfil de viajante, que estou sempre visando viajar de Primeira Classe/Executiva pagando pouco este cartão a partir de hoje é o meu ideal.  Além de tudo, ter milhas que não se desvalorizam frequentemente e não expiram, é uma vantagem que pesa e muito – afinal, não deixa de ser um dinheiro investido a longo prazo, né non?

Quem aí também está nesta mesma linha de raciocínio e vai adotar o cartão AA como principal?