Precisamos falar sobre a noção geográfica do Smiles em precificar resgates

Diversos Programas de fidelidade

Por Fábio Vilela

Alguém aí já se questionou – assim como eu – da precificação de alguns trechos oferecidos pelo Smiles baseado na localização geográfica?

Bom, vamos ver se com exemplos eu consigo mostrar o que quero dizer.

São Paulo p/ Dubai em Classe Executiva – 270.000 milhas o trecho

Uma distância de 7.500 milhas, transatlântica, regiões diferentes e aproximadamente 15 horas de vôo.

Agora vamos supor que eu queria fazer um voo dentro do Oriente Médio:

Dubai para Amman em Classe Executiva – 250.000 milhas o trecho

Um voo dentro da mesma região, com distância aproximada de 1.200 milhas e 3 horas de duração.

Agora alguém me explica o porque do valor ser praticamente o mesmo?!

O mesmo acontece com a Qatar e Etihad, vejamos:

Um voo da Etihad para Londres – voando no First Class Apartment, custa 200.000 milhas.

São quase 8 horas de trajeto, curtindo umas das melhores Primeiras Classes disponíveis no mercado.

Porém se você fizer um vôo de Abu Dhabi para Amman (mesma região) e na classe executiva (ou seja, inferior), ele vai te custar a bagatela de 180.000 – para um trajeto de apenas 3 horas!

Oi?!?

E pra completar, vamos ao exemplo da Qatar.

Um vôo na QSuites entre Seoul e Doha e depois entre Doha e Roma no B787 – praticamente 17 horas voando de executiva – uma overdose – por 100.000 milhas.

Agora um voo de Doha p/ o Kuwait – duração de 1h30, custa o mesmo valor – 100.000 milhas.

OBS: É vendido como primeira classe por ser unta-golfo, mas nada mais é que os assentos da executiva.

Preciso falar algo mais?

Eu sinceramente não entendo esta precificação – pois se for para ser baseada em localização no mapa, posso afirmar com certeza que alguém faltou as aulas de geografia né?

Opiniões de vocês per favore?!

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis