Primeira Classe da Air China no B77W – Pequim p/ Frankfurt

A caminhada do lounge até o portão foi até longa, não era muito perto não. Eu estava MEGA ansioso por este vôo – primeiro porque nunca tinha voado Air China e segundo porque a partir daquele momento, não existiria nenhuma cia mais membro da Star Alliance e Oneworld que eu não tenha experimentado voar de primeira classe. \o/

O vôo saiu no horário e a ordem de embarque foi respeitada no anúncio, mas na hora de entrar, virou aquela muvuca. Santa paciência!

Vôo Air China CA965 – 08/08/2017
Pequim (PEK) ✈ Frankfurt (FRA)
Assento: 1L – Primeira Classe
Partida: 02:30 / Chegada: 06:50 / Duração: 10h15
Aeronave: B777-300ER

Ao entrar fui recebi as boas vindas – de forma super cortês e gentil das comissárias e fui pro meu assento – 2L. Ao chegar a chefe de cabine falou para eu sentar na 1L pois éramos só 2 passageiros então eu teria esta ala inteira só pra mim, já que o outro senhor sentou na 1A.

Aliás, uma das únicas experiências boas deste vôo foi o atendimento, realmente as meninas que me serviram e atenderam eram extremamente simpáticas e bastante sorridentes.

O layout da First Class da Air China no B77W é 1-2-1 dividido em 2 fileiras, totalizando 8 assentos.

Para quem senta no meio tem a opção de levantar a divisória e assim ganhar mais privacidade caso esteja viajando com um desconhecido.

Nesta foto vocês conseguem ter uma visão melhor.

A cabine é confortável mas tem uma aparência barata – tanto pelo acabamento quanto pelos materiais usados.

A impressão é que tudo aparenta ser de plástico e o revestimento da poltrona lembra roupa de cama de bordel. (Não que eu já tenha visitado um, rs).

O assento é bem largo e confortável e o fabricante é o mesmo da First da Etihad, Thai, entre outros – mas nem preciso falar que a CA optou pela versão mais barata né?

As poltronas não possuem portas mas as divisórias te garantem privacidade de sobra.

Inclusive dentro de uma delas tem um pequeno armário para você guardar seus pertences e pendurar seu casaco/jaqueta.

Pelo lado de dentro tem um bolsão com o safety card, revistas, etc.

Ao chegar tinha diversos jornais na minha mesa assim como os cardápios.

O descanso dos pés não afunila e é bem largo, inclusive debaixo dele você consegue tranquilamente colocar uma pequena mala de mão.

O controle da posição de assentos era touch-screen e de fácil acesso.

Abrindo o compartimento do encosto de braço estava o joystick do entretenimento de bordo e a tomada universal.

Já do meu lado esquerdo estava outro compartimento (com o fone de ouvido) e os botões com posições pré-estabelecidas da poltrona: pouso/decolagem, refeição e cama. Notem o tanto que eles já estavam gastos.

Os amenities oferecidos foram pijamas, pantufas e necessáire da L’Occitane. Aliás, custava fazer o pijama da mesma cor da pantufa? Um não tem nada a ver com o outro.

Apesar da bolsinha ser da L’Occitane era de um material reciclável – nada muito elegante para uma First Class e os amenities oferecidos eram os básicos.

O fone de ouvido era noise-cancelling e de boa qualidade mas pela leveza dá para notar que era de origem duvidosa.

O controle do joystick era um pouco chatinho de mexer, mas respondia rápido aos comandos.

O entretenimento de bordo era OK, a qualidade do monitor boa e a interface bem amigável.

Mas a variedade era bem pequena.

Para vocês terem uma idéia só tinha 20 filmes disponíveis – pode parecer muito, mas não é já que 70% eram asiáticos.

Ainda em solo foi oferecido champagne, toalha umedecida junto com uma pétala – até aí tudo OK!

Fui então dar uma olhada no cardápio quando fiquei um pouco chocado!

As únicas opções para o primeiro serviço era pizza ou cereais! OI?! Em uma primeira classe sou obrigado a comer PIZZA?

Eu não entendo muito de vinhos como vocês já sabem, então algum leitor pode opinar se isto é de qualidade ou não.

Detalhe que nem todos os vinhos do cardápio estavam disponíveis a bordo, acreditam?

Eu dei uma pesquisada rápida na internet e parece que este Champagne custa em torno de EUR29 a garrafa. :/

Fonte: https://www.ducsdegascogne.com

Várias partes impressas do cardápio estavam com os pixels faltando, como se o cabeçote da impressora estivesse sujo sabe?

Até que na parte de cafés eles tinham uma boa seleção.

O serviço então começou com bebidas, mix de nuts e frutas secas em embalagens descartáveis.

O prato principal foi iogurte, um arroz empapado e a pizza. Nunca vi algo tão fraco, pobre e mal apresentado em uma primeira classe. A pizza tinha 1kg de massa para cada 10g de recheio.

De sobremesa 6 fatias de frutas – nada mais.

Coloquei a poltrona na posição cama (quando ainda estávamos no gate) para poder fazer as fotos.

A cama tem um ótimo tamanho – é grande, confortável e oferece ótima privacidade.

Veja que seu rosto fica super protegido pelo casulo do assento.

E a cama não afunila em nenhuma “partição”, portanto você pode se movimentar tranquilamente ficar esbarrando em nada.

Depois do super “jantar”, fui no banheiro me trocar e a comissária fez a cama pra mim. O edredon é super confortável e o travesseiro tem o tamanho ideal. Eles também forram a cama com um colchonete para melhorar o bem-estar do passageiro.

Novamente vou bater na tecla da temperatura da cabine – porque as cias asiáticas insistem em manter o avião quente? Reclamei duas vezes e de nada adiantou – tive que tirar o edredon se não iria fritar.

Consegui dormir por boas horas, afinal já estava virado por diversos dias, então foi bom pra descansar já que o entretenimento de bordo também não ajudava.

Durante o vôo eu tive fome e perguntei se tinha algum snack para comer que não fosse cup noodles (já estava enjoado), e a única opção que me ofereceram foram doces. Lamentável né? Nem um mini-sanduíche, fruta, crackers tinha a bordo.

Doce não mata fome alguma – então comi um macaron e devolvi o resto – não ia gastar caloria à toa, rs.

Já chegando em Frankfurt optei pelo café da manha tradicional chinês que foi super completo. Queria experimentar algo diferente e sair do trivial – confesso que depois me arrependi pois não gostei da maioria das coisas que estavam ali, mesmo porque eu não sei nem descrever o que era. Mas enfim, valeu pela experiência!

OBS: Notem a cor da gema do ovo, penso que se eu tivesse comido estaria no banheiro até hoje, rs.

Ah e pra fechar com chave de ouro – pasmem – é expressamente proibido pela legislação chinesa deixar o celular em modo avião – o aparelho deve estar desligado durante todo o voo. Tem base?! Levei a maior bronca quando estava fazendo as fotos, ainda bem que notaram só no café da manhã, se não eu estava perdido.

Bom pessoal, existem algumas cias que não deveriam ter/oferecer Primeira Classe – e a Air China é uma delas. Desde o “ground service” no aeroporto que é praticamente não existente – sem fast track, sem prioridade no raio-x e sem acompanhanento pessoal. O lounge conforme mostrei/falei pra vocês deixa muito a desejar em alguns aspectos como alimentação e wifi quase que na velocidade dial-up e pra finalizar o vôo com um cardápio medíocre.

A única coisa que salvou foram o atendimento das comissárias – extremamente educadas, gentis, simpáticas e sorridentes – nota 10 pra elas! Com certeza não vale o investimento do preço/custo da passagem e eu emiti somente para poder conhecer, não sei se repetiria em outra oportunidade.

Vale lembrar que a Air China voa de São Paulo (GRU) para Pequim (PEK) com escala em Madrid (MAD). Alguém já fez este vôo? Se sim em qual classe e como foi o atendimento? Postem nos comentários!

Avaliação

  • Check-in:
  • Embarque:
  • Poltrona:
  • Atendimento:
  • Refeição:
  • Entretenimento de bordo:
  • Amenity Kit:
Média
6,4