Programa KrisFlyer da Singapore Airlines anuncia mudanças

O programa KrisFlyer da Singapore Airlines foi por muito tempo (enquanto a cia operava no Brasil) o jeito mais barato e confortável de ir para a Europa usando milhas (leia mais aqui).

screen-shot-2017-03-01-at-11-14-44

Hoje o KF começou a enviar email à seus clientes notificando algumas mudanças no programa e na tabela de resgates a partir do dia 23/03.

Fim do desconto de 15% para resgates online

Sempre que você emitia um trecho puro da Singapore direto pelo site da cia você recebia automaticamente um desconto de 15% por estar fazendo a transação online – porém com as novas regras este desconto não será mais aplicado.

Fim da cobrança de taxa de combustível em passagens da Singapore e da Silkair

Como moramos no Brasil as passagens emitidas para voar na Singapore dos voos que partiam daqui para Barcelona não possuíam taxa de combustível pois a legislação do nosso país não permite que isto seja cobrado. Porém em qualquer outro ticket que se iniciava fora daqui você pagava esta taxa que nem sempre era barata. Bom, a partir do dia 23/03 a cia está eliminando esta taxa e não cobrará mais em voos operados pela Singapore e Silkair.

Mudanças na tabela de resgate

Talvez a grande mudança seja na tabela de resgate que sofreu um reajuste, veja os novos valores (por trecho). Tabela aplicável somente para voos Singapore/Silkair.

screen-shot-2017-03-01-at-11-10-27

Atualmente uma passagem em Classe Executiva de Singapore para Londres custa 68.000 (já aplicando o desconto de 15%) + 171U$ de taxa de combustível + taxas aeroportuárias e outras. Depois do dia 23/03 este mesmo ticket irá custar 85.000 milhas + taxas aeroportuárias. Vejam que a diferença foi de 17.000 milhas mas em contrapartida você está deixando de pagar U$171 de taxa de combustível.


A cia ainda informou que todas as passagens emitidas antes do dia 23/03 terão os valores antigos honrados assim como o desconto de 15% online – portanto sugiro que se programem para aproveitar a tabela atual.

Lembrando que no Brasil somente os cartões American Express vinculados ao Membership Rewards transferem pontos para a SQ na proporção 1:1.

Ao final, o que acharam da mudança? Confesso que na minha opinião não foi tão drástica apesar de ter sido anunciada com pouca antecedência