Sala VIP Lufthansa Lounge – Aeroporto de Boston (BOS)

Lounges Salas VIP 5

Por Fábio Vilela

Gente se eu contar pra vocês que emite este bilhete de First faltando menos de 24 horas pros meus voos, vocês acreditam? Sim, juro! Mas isto é um tópico para a conclusão do TR onde vou contar tudo pra vocês.

Enfim, depois de passada a ansiedade de ter conseguido comprar a passagem (pois até então eu achei que iria ficar “preso” nos EUA), passei uma noite no hotel do aeroporto de Boston p/ embarcar no outro dia para Frankfurt.

Meu primeiro trecho foi com a Lufthansa – que eu fiquei sabendo que opera 2 vôos diários (acredito que somente durante o verão) para Boston – um com o B747-8 e o outro com o A330 – optei pelo B747-8 – claro!

Ao chegar no check-in fui prontamente atendido e pedi pra funcionária não etiquetar minha mala até o destino final que era Tóquio. Pedi para colocar a tag somente até Cingapura já que iria parar uma noite lá e queria minha mala para trocar de roupa e colocar os amenities – já que a mala de mão já estaria cheia.

Ela prontamente o fez e me disse que me acompanharia até o lounge. Na hora de passar na fila do RAIO-X ela saiu na frente e cortou todos os cordões de isolamento e me colocou na boca da máquina de inspeção – os outros passageiros ficaram me olhando como se eu fosse um ET, rs, pois ela tinha muita gente e a funcionária não deu a mínima, saiu dando carteirada, e pronto.

A Lufthansa possui uma sala vip própria no aeroporto de Boston e ela atende aos passageiros da classe executiva, Star Alliance Gold e Primeira Classe. A funcionária me acompanhou então até a seção reservada da primeira classe (que fica dentro do lounge) e disse que voltaria para me pegar para embarcar.

O lounge fica no Terminal E, no quarto andar – é necessário pegar o elevador. O horário de funcionamento é das 13hs até as 00:00, sendo que terça, quinta e domingo ele fecha às 23hs.

Vou mostrar todo o lounge pra vocês pra só depois mostrar a ala da First pois ela ficava no final, assim o post não fica sem sentido.

Ao entrar você se depara com uma sala de TV (com um monitor enorme por sinal) com sofás e poltronas individuais em couro.

Na maioria dos assentos individuais você tinha um móvel ao lado com tomada – vale lembrar que o wifi na sala é cortesia e de ótima velocidade.

O lounge não tem business center, portanto caso você queira trabalhar terá que usar o balcão ou apoiar o computador em uma das mesas para refeições.

Eu sempre esqueço de tirar foto dos banheiros né? Vocês precisam me lembrar com mais frequência. Aqui tinha para homem e mulher mas ambos sem chuveiros.

Área do buffet.

O buffet era completo mas nada de extraordinário.

Tinha uma grande seleção de saladas, snacks, sanduíches, crackers, pratos quentes, doces, etc.

Havia um barmen também servindo os passageiros já que o esquema não era self-service. O que vocês preferem neste caso?

Meu avião já estava no gate e fiz esta foto da miniatura do lounge juntamente com ele – ficou demais né? Aliás tem aeronave mais linda com o B747, em todas suas variações? EU AMO!

Fui então pra ala exclusiva da First que fica marcada por este aviso – note que na hora do embarque você entra direto por esta porta de metal – mais prático impossível.

O lugar era BEM pequeno e bem íntimo – tendo em vista que só cabem 8 passageiros por voo – ela dá conta do recado. Se não fosse um único porém – os clientes com status HON – os mais poderosos do programa (precisam voar 600k milhas em 2 anos) também tem acesso – então em uma determinada hora esta ala ficou lotada com outras pessoas, inclusive família com crianças – o que tirou um pouco o sossego da sala.

Como cheguei primeiro consegui fazer fotos da sala ainda vazia. Lembra que contei pra vocês que a funcionária me levou até a porta desta seção? Pois é, ao fazer isto ela também me apresentou à um colaborador que ficaria por minha conta para me servir, ou seja, eu não precisaria ir no buffet toda hora para pegar nem bebida e nem comida. Bem cômodo!

O melhor da sala é a vista privilegiada onde você tem um “janelão” que te permite ver e apreciar a pista com os aviões.

Viram que é bem resumido o ambiente né?

O colaborador que estava me servindo era extremamente gentil, daqueles que até exageram um pouco, rs. Claro que ele estava fazendo o serviço dele e tentando agradar ao máximo, mas acredito que tudo tem um limite para “paparicar” – e quando você passa esta barreira o que era pra ser um serviço impecável acaba incomodando o passageiro. Não aconteceu nada em específico que desmerecesse o trabalho dele (longe disso!), mas que o excesso de atenção estava “demais”, isto sim.

Além das opções do buffet o funcionário também trouxe algumas criações do chef que fica na cozinha do lounge – entre elas o sorvete de sobremesa – que estava ótimo por sinal.

Como vocês puderam ver, por mais que a sala não seja específica para clientes da Primeira Classe, ela possui uma ala destinada aos mesmos o que agrega valor ao ambiente e produto, já que o passageiro conta com um espaço exclusivo e privado para esperar o voo.

Na hora de embarcar eu achei que a menina que me acompanhou iria me buscar – conforme combinado – mas nada feito. Um funcionário da LH começou a anunciar o embarque e todo mundo que estava no lounge – não só os passageiros da First – embarcaram por aquela porta exclusiva que mostrei pra vocês.

Avaliação

Média
8.2

5 respostas para “Sala VIP Lufthansa Lounge – Aeroporto de Boston (BOS)”

  1. Paulo disse:

    Poxa Fábio,
    Pelo que entendi de seu relato sobre o colaborador, acho que ele tava querendo um “crush”, hein… rs
    Parabéns por mais este relato!

  2. JP do Promilhas disse:

    Belo trabalho Fabinho. Com certeza o melhor blog do assunto.

  3. Jhon disse:

    Nossa fabio, ta com camera nova?¡
    as fotos ficaram otimas!

Deixe uma resposta

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis