Sala VIP Qantas International First Lounge (Primeira Classe) – Aeroporto de Sydney

Depois de algumas horas em Sydney, hora de seguir viagem – desta vez o próximo destino era Cingapura. Para quem não sabe o vôo de Sydney p/ Londres com a British Airways faz uma escala em Cingapura, portanto é possível comprar só este primeiro trecho.

Cheguei no aeroporto relativamente cedo – sempre procuro ir com 4 horas de antecedência pois se tiver algum problema ainda dá tempo de acudir tudo com calma. Dito e feito! Ao tentar fazer meu check-in a funcionária falou que tinha um problema na minha reserva e que não estava conseguindo emitir meu boarding pass.

Ela ficou uns 15 minutos no computador tentando até que me pediu para sair da fila e foi até o ticket desk comigo para que a supervisora pudesse resolver. Depois de analisarem, ela falou que haviam 2 reservas idênticas com meu nome e por isto o sistema não estava liberando para fazer o check-in. Mesmo assim a tarefa para resolver o problema não foi tão simples, ela precisou ligar na central da BA para eles darem algum comando no sistema que permitisse que ela me “tirasse” do vôo em uma das reservas e prosseguisse com a outra.

Enfim, depois de mais ou menos uns 50 minutos, conseguiram resolver – segundo a supervisora me disse, ela me colocou no voo de forma “manual” pois mesmo com duplicidade o sistema não permitia fazer o meu check-in.

Nesta confusão toda eu acabei perdendo meu lugar que já tinha reservado, pois foi como se precisassem “cancelar” meu bilhete e emitir outro, mas enfim – pelo menos o problema foi solucionado e emitiram meu cartão de embarque.

Só estou relatando isto para enfatizar o quão importante é chegar com antecedência em vôos internacionais pois por mais precavido que você seja, imprevistos acontecem e o melhor é ter tempo e cabeça fresca para poder resolver tudo com calma, né non?

Recebi o fast pass no check-in da BA para usar a fila prioritária de raio-x e imigração em Sydney – aliás achei curioso que eles não carimbam o passaporte na saída. É isto mesmo?

Fui então pro lounge da Primeira Classe da Qantas que fica no primeiro andar do saguão principal – acesso via escada rolante. A entrada é permitida para qualquer passageiro voando em First nas cias da oneworld ou com status Emerald + acompanhante (independente da classe).

Assim que você chega 2 funcionários conferem sua elegibilidade e te liberam a entrar – você então vai contornar esta parede “viva” e pegar outro lance de escadas.

Aí você vai chegar na recepção principal onde novamente eles vão conferir seu cartão de embarque. O funcionário que me atendeu perguntou se era minha primeira vez no lounge, e eu afirmei que sim. Ele foi extremamente gentil em me explicar as facilidades assim como me oferecer um tratamento no SPA – que é cortesia para os passageiros que frequentam a sala. Ele marcou meu horário e me deu as boas vindas e disse para ficar à vontade.

A sala é bem bonita e impressiona pela arquitetura diferente. Há diversos arcos dividindo os diversos ambientes da sala que tem uma vista privilegiada pro pátio e bastante luz natural.

O wifi na sala era cortesia e de ótima velocidade.

Em praticamente todas as poltronas haviam tomadas – ponto positivo!

A decoração é um pouco pesada – móveis em vermelho, preto e branco – mas nada que “canse” os olhos.

O melhor foi ficar vendo o taxiamento das aeronaves.

Há algumas salas privativas de reunião.

O business center era semi-aberto com algumas mesas com computadores e outras vazias.

Para os avgeeks de plantão – há diversos painéis antigos que ficam mudando e acordo com as partidas – o melhor é ficar escutando os barulhinhos – pláplápláplá, rs.

Não há um buffet completo propriamente dito, pois o lounge tem um restaurante à la carte. As bebidas alcóolicas como whisky, vinho, etc só podem ser pegadas no bar (que vou mostrar mais pra frente).

As opções de comida em exposição eram bem limitadas, ou seja, praticamente só para lanches rápidos.

O bar era bem bonito, todo em mármore branco – nesta parte você também tem uma visão parcial da cozinha.

Cada arco em madeira divide a sala em ambientes. A área do restaurante ocupava mais ou menos 3 deles.

Coincidentemente a menina que me atendeu era brasileira, acreditam? Conversamos bastante e ela me sugeriu alguns pratos para pedir. Aliás, tirando esta moça que me serviu, os demais garçons não eram muito simpáticos não – vez ou outra eu pedi para repor minha água e eles o faziam de forma muito fria.

Tirei foto para vocês do cardápio do café da manhã e também do menu do resto do dia (almoço e jantar).

Como já era quase meio-dia, optei por almoçar. Pedi o Salt and Pepper Squid – que é uma das entradas mais famosas do lounge. Bom, não entendi o motivo de ser tão bem falada, pois é nada mais que uma lula frita – além de oleosa, estava salgada.

De prato principal pedi o pato com uvas, salada de espinafre e brócolis. Conforme eu falei tudo é cortesia, então você pode pedir o prato e acompanhamento que quiser – sem cerimônia. Optei por não beber, pois ainda estava cedo, rs.

O pato estava ótimo e os legumes frescos assim como a salada – nota 10!

Depois de almoçar fui pro SPA – que fica no final do lounge – para receber meu tratamento.

A moça que me atendeu me explicou sobre o procedimento, me entregou uma folha para preencher e assinar e logo mais fui pra sala.

Os tratamentos disponíveis eram estes:

Fui então para uma das cabines disponíveis – ela pediu para eu tirar a camiseta, sapatos e meia. Fiquei só de calça jeans. Eu optei pela massagem tripla – pescoço, ombros e costas – foi DIVINO! Depois de tantos dias voando e horas em avião era tudo que eu mais precisava. Eu terminei o procedimento e já sai do lounge pois faltavam 15 minutos para o embarque e não queria chegar atrasado.

Este lounge da Qantas já ganhou diversos prêmios como um dos melhores de Primeira Classe do mundo. Realmente ele é bem bonito, mas na minha opinião – longe de ser o number 1. 

Um dos pontos que poderiam melhorar é a falta de autonomia que o passageiro tem de pegar uma bebida ou ter um buffet mais elaborado. Diversas vezes você quer se servir de forma rápida e independente e neste lounge isto se torna quase que impossível pois tudo tem que ser pedido.

Mas em uma análise geral a sala é bacana e vale a visita!

Clique aqui e confira o Trip Report completo
Introdução - Volta do mundo em tempo record
Classe Executiva da Delta no B767-300 - São Paulo p/ Nova York
American Airlines Flagship Check-in e Lounge - Aeroporto de Nova York (JFK)
Primeira Classe da American Airlines no A321T - Nova York p/ Los Angeles
Sala VIP Star Alliance First Class Lounge - Aeroporto de Los Angeles (LAX)
Sala VIP Swiss First Class Lounge (Primeira Classe) - Aeroporto de Zurich - Terminal E
Sala VIP British Airways Galleries Lounge - Aeroporto de Genebra (GVA)
Primeira Classe da British Airways no B787-9 - Londres p/ Abu Dhabi
Classe Executiva da LATAM no A350 - Abu Dhabi p/ Doha (operado pela Qatar Airways)
Primeira Classe da Qatar Airways no A380 - Doha para Sydney
Sala VIP Qantas International First Lounge (Primeira Classe) - Aeroporto de Sydney
Sala VIP American Express - Aeroporto de Sydney (SYD)
Primeira Classe da British Airways no B777 - Sydney p/ Cingapura
Sala VIP dnata Lounge - Aeroporto de Cingapura (SIN)
Sala VIP Sats Premier Lounge - Aeroporto de Cingapura (SIN)
Sala VIP Plaza Premium Lounge - Aeroporto de Cingapura (SIN)
Classe Executiva da Cathay Pacific no A350 - Cingapura p/ Bangkok
Sala VIP Oman Air First and Business Class Lounge - Aeroporto de Bangkok (BKK)
Sala VIP Miracle First Class Lounge - Aeroporto de Bangkok (BKK)
Primeira Classe da Cathay Pacific no B773 - Bangkok p/ Hong Kong
Sala VIP de chegada Plaza Premium Lounge - Aeroporto de Hong Kong
Sala VIP Skyteam Lounge - Aeroporto de Hong Kong (HKG)
Classe Executiva da Korean Air no B77W - Hong Kong p/ Seoul
Sala VIP Sky Hub Lounge - Aeroporto de Seoul (ICN)
Sala VIP Matina Lounge - Aeroporto de Seoul (ICN)
Sala VIP KAL Lounge Prestige Class - Aeroporto de Seoul (ICN)
Classe Executiva da Korean Air no B747-8 - Seoul (ICN) p/ São Francisco (SFO)
Classe Executiva da Delta no A330 - Atlanta para São Paulo
Conclusão - Como emiti e comprei minhas passagens

Avaliação

  • Tamanho:
  • Atendimento:
  • Internet:
  • Conforto:
  • Buffet:
  • Chuveiros:
  • Business Center:
  • Entretenimento:
Média
8,5