Sala VIP Qantas Lounge – Aeroporto de Melbourne (MEL)

Lounges Salas VIP 16

Por Fábio Vilela

Vou ensinar um segredo para vocês para não terem jetlag: Viaje para à Austrália, passe algumas horas, e volte para o Brasil, rs.

Brincadeiras à parte – passei apenas uma noite na cidade e já comecei a maratona de volta para nosso país. No aeroporto de Melbourne usei a fila preferencial da Qantas para fazer meu check-in e despachar a mala e logo já estava na área segura onde fica o lounge da cia.

Algo muitoooo curioso me chamou a atenção – pela primeira vez na vida vi um lounge que tem uma política de “trajes” não permitidos – ou seja, caso você estiver de chinelo por exemplo – não poderá entrar – ou até mesmo com aquelas botas fofas UGG’s (acho que é assim o nome). O que vocês acham disto? Queria muito ouvir a opinião de vocês!

A sala é divida em 2 ambientes – o primeiro para os passageiros com status Sapphire na oneworld e o segundo para os passageiros com status Emerald – que foi o qual eu fui.

Como era bem cedo, a sala não estava tão cheia mas a medida que o tempo foi passando ela foi ficando bem lotada. Esta ponte aérea Melbourne-Sydney é MUITO movimentada.

O espaço é até grande, como diversas poltronas –  maioria com acesso à tomadas – ponto positivo.

Boa parte da sala é cercada por vidros – o que é uma maravilha para ficar admirando os aviões taxiando.

O buffet estava bastante movimentado, assim como o balcão que servia de apoio para quem fosse fazer refeição.

A diversidade de pratos – entre quentes e frios – era bastante variada e a qualidade dos alimentos excelente.

Primeira vez que vejo uma centrífuga em um lounge – idéia GENIAL – você monta seu próprio suco – super saudável.

Ao fundo do lounge tinha uma grande mesa de reunião, business center compartilhado, painel com revistas e máquinas de café.

O lounge também conta com chuveiros e banheiros – mas não utilizei.

Mais lugares para sentar no final da sala vip.

Como meu voo era doméstico este lounge foi para lá de satisfatório – à la nível de salas vip’s internacionais. Aprovadíssimo!

Avaliação

Média
8.0
Publicidade
Publicidade

16 respostas para “Sala VIP Qantas Lounge – Aeroporto de Melbourne (MEL)”

  1. Keyllon disse:

    Acho estranho em um país que tem o clima como o nosso. Mas se a empresa exige vc tem duas opções: Ou respeitar ou não usar. Simples assim.

  2. Maria Regina disse:

    Chinelos não são trajes para viajar de avião ! Estão certos .

    • Salvatore Carrozzo disse:

      Segundo quem?

      • Joao disse:

        Segundo quem?

        Segundo a Qantas!!! e quem não gostar, procure outra cia.

        Acho que tem gente que está exagerando na dose de remédios (por medo de avião)…

        • Salvatore Carrozzo disse:

          Ui ui ui. Que meda do stalker!
          Patético…
          Continuo perguntando: chinelo não eh calçado para de viajar de avião (que foi o que vc disse) segundo quem? Acho difícil a Qantas barrar em seus aviões passageiros com chinelos.
          Para mim, tudo isso eh asco de pobre viajando. O barbudo fez muito mal ao tentar redistribuír a renda neste país.

          • Joao disse:

            Você não sabe ler inglês?

            Não há proibição para viajar… apenas para acessar a sala VIP!

            Ou seja, está de chinelo? Blz… vai viajar… mas quer acessar a sala vip? sorry (preciso traduzir “sorry”?)… daí a indicação de procure outra cia se quiser acessar sala vip de chinelo…

            Precisamos traduzir tudo???

            O que está notório é a tentativa de parecer por parte de um titular de blog de quem medinho de voar… está querendo ampliar os acessos ao ridículo blog através de pesquisas de seu nome? Crie outra polêmica mais divertida…

          • Salvatore Carrozzo disse:

            Kkkkkk
            Só rindo.

  3. Marcelo disse:

    Espetacular esta política de impor um dress-code… em momentos como este percebemos a diferença entre um país evoluído e nosso terceiro mundo.

    Mas claro que sempre haverá brasileiros (oriundos do país onde todos têm “direitos” a tudo) que taxarão tal medida de “ignorância”…

    Não gosta da medida??? Não vá pra sala vip, ou procure outra cia aérea…

    • Leandro disse:

      Marcelo,
      Qual o problema que você vê em frequentar uma sala VIP de bermuda e havaianas?
      Isto vai de alguma forma lhe atrapalhar?
      Acho que aqui também vale, se lhe incomoda, fique longe da pessoa.

      • Salvatore Carrozzo disse:

        Leandro, não adianta argumentar. Baba ovo de primeiro mundo detected

      • Marcelo disse:

        Nenhum problema…

        Mas respeito às decisões das empresas.

        Se eu não gostar, procuro outra, ao invés de ficar reclamando com mi mi mi…

        Na Austrália, há outras vias, tais como Virgin Australia…

        A questão é justamente o que destaquei (e não babei hoje igual alguns haters iniciaram o mi mi mi): a empresa impõe o que quiser… viaje nela o passageiro que estiver afim! O problema que vejo é que todos querem impor sua vontade, e não aceitar que uma empresa pode impor suas regras como bem lhe convier e, quem não gostar, que busque outra…

        Tentem visitar uma Mesquita de bermuda ou sandália havaiana… ou um restaurante fino na África do Sul (terceiro mundo!) de short… eles impõe a regra é vá quem quiser!!! Quem não gosta, abstenha-se de frequentar tal (ainda que como protesto!)….

        Não se trata de babar ovo em primeiro mundo. Mas sim demonstrar que brasileiro tem educação (pelo menos parte dos brasileiros), ao invés de “passar reto” quando funcionário pedir para ver se há respeito ao dress code… ou optar por nem apresentar a passagem, demonstrando que temos, em nosso país, pessoas que optam por não respeitar regras…

  4. Daniel GYN disse:

    No sala vip doméstica (status Sapphire) em Melborne a atendente em tom um pouco arrogante queria ver o que minha esposa o que ela estava calçando, simplesmente ignoramos e entramos na sala. Sala muito cheia. Um dos banheiros em determinado momento ficou sem condições de uso. Em compensação na sala em Sydney a atendente nem fez questão de ver os cartões de embarque, estávamos em 4 pessoas.

  5. José Maria Fernandes disse:

    Oi Fábio,
    Viajo muito com a Qantas e sou fã do serviço deles.

    Esta política de acesso aos lounges deve-se ao fato de que o australiano em geral é muito relax é simples (mesmo sendo podre de rico, parecem aqueles matutos). Eles saem da praia de shorts e chinelo e vão pegar o voo.

    Em resumo, está política foi implantada em 2015 para evitar que os lounges virem a continuação da casa deles.

    Na época houve muitas críticas, mas acho que agora eles aceitam numa boa (acho). Eu particularmente acredito que é essencial um traje descente… Não precisa ser gala, mas chinelo tb é de mais…

    Curiosidade: você sabia que a Qantas permite aos top tiers do programa deles acessarem os lounges mesmo sem estarem viajando? Na Austrália o acesso à área segura do aeroporto é permitida a qualquer pessoa, desde que passe no raio-x. Passado isto, eles autorizaram o acesso ao lounge com a apresentação do cartão.

    Abraços

Deixe uma resposta

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis