Singapore Airlines realiza primeiro voo de longa distância do A350 para Amsterdã

Amsterdã, na Holanda, tornou-se o primeiro destino de longa distância a receber o A350-900 da Singapore Airlines, uma das companhias aéreas mais luxuosas do mundo, com o voo SQ324, de Cingapura com chegada à capital holandesa. O A350-900 partiu do aeroporto de Changi, em Cingapura, em 9 de maio de 2016, às 23h55 (hora local) e chegou ao Aeroporto de Schiphol, em Amsterdã, em 10 de maio de 2016, às 6h45 (hora local), depois de um voo de aproximadamente 13 horas.

acft-a350-1

Os clientes que partiram de Cingapura foram recebidos em um evento especial, no portão de embarque, realizado para comemorar o voo inaugural. Eles também receberam um kit com certificado comemorativo, réplica do A350 da Singapore Airlines em escala 1:400 e um conjunto de cartão postal do A350. A bordo, os clientes de todas as classes puderam degustar champanhe e foram recebidos em uma cerimônia de boas-vindas na chegada da aeronave no aeroporto de Schiphol.

A Singapore Airlines recebeu seu primeiro A350-900 em 2 de março de 2016 no centro de entregas da Airbus, em Toulouse (França). A companhia agora possui dois modelos em sua frota e já encomendou mais 65 aeronaves. Antes do lançamento do voo de longa duração do A350 para Amsterdã, a companhia aérea já operava a aeronave em Jacarta, Hong Kong e Kuala Lumpur em voos para treinamento da tripulação.

O lote inicial do A350 será equipado com 253 assentos em três classes, com capacidade para 42 passageiros na Business Class, 24 na Premium Economy Class e 187 na Classe Econômica. Com tecnologia avançada e eficiência operacional superior, a mais recente aeronave da frota da companhia aérea vai oferecer aos clientes uma experiência de viagem aprimorada com tetos mais altos, janelas maiores, assentos extra largos e iluminação projetada para reduzir jetlag.

O A350 vai constituir uma parte fundamental da frota da companhia nos próximos anos, permitindo a introdução de novos destinos, como Dusseldorf, na Alemanha, a partir de julho, além de aumentar a conectividade por meio do hub em Cingapura.