TAM Fidelidade está cobrando mais pontos de quem emite via Call Center do que pelo site?

Pessoal, vim aqui fazer um relato de algo que está me deixando com “a pulga atrás da orelha”.

Bom, todos sabem que de acordo com as regras do fidelidade, a cobrança para uma passagem emitida com pontos é baseada em todas as regiões percorridas, ou seja, caso a viagem não tenha opção de voo direto ( é necessário englobar, obrigatoriamente, mais de duas regiões) e a regra aplicável será a cobrança referente a todas as regiões percorridas. Vôo da região A passando pela B para chegar na C.

Então vamos a um exemplo: De acordo com a tabela do Fidelidade, um vôo do Brasil p/ Ásia custa 60.000 se for direto. Porém não há vôos com parceiras desta forma, ou seja, de qualquer forma, o trajeto vai englobar uma terceira região.

Fazendo uma simulação em classe econômica pelo site da TAM, o valor é de 60.000.

Screen Shot 2014-12-30 at 6.52.19 PM

Mas notem que o vôo faz conexão em Londres, ou seja, está passando por uma região intermediária antes de ir p/ a região final. Mas mesmo assim o sistema está tarifando Origem e Destino (independente de onde faz conexão). Eu particularmente acho o mais justo, já que esta é a regra de 99% dos programas de fidelidade.

Agora vem o problema: O site da TAM só mostra os lugares disponíveis na British e Iberia em classe econômica, caso você for optar por classe executiva ou Primeira Classe, é necessário entrar em contato com o Call Center. E aí que mora o problema!

Em TODAS as minhas tentativas no Call Center os valores foram tarifados separadamente, ou seja, Brasil x Europa + Europa x Asia, fazendo o custo subir drasticamente.

Indaguei ao atendente sobre isto e inclusive pedi para que ele fizesse a simulação pelo site, e depois de uns 20 minutos com o supervisor dele, voltou com a resposta que o site da TAM está desatualizado e com problemas por isto está tarifando incorretamente.  (Oi?)

Há outros exemplos como Brasil x África do Sul pela bagatela de 25.000 pontos (também com conexão em Londres) e que está sendo tarifado como Origem x Destino.

Screen Shot 2014-12-30 at 6.56.29 PM

Outra falha que notei no programa é o fato de emitir cabines mistas. Primeiro leiam o item 8.

No caso de nossa companhia parceira não oferecer a mesma classe em conexões internacionais, vale o trecho mais longo. Exemplo: São Paulo/Paris/Porto. Classe Executiva no trecho de São Paulo para Paris, com conexão em Paris. De Paris para Porto, Primeira Classe. Observação: se um dos trechos na conexão internacional for de Classe Econômica e o seguinte de classe superior, será considerado cada um dos trechos.

Bom, se eu faço São Paulo x Paris de executiva vai me custar 100.000, e se eu adicionar o trecho Paris x Porto de econômica, ao invés do valor ser embutido no resgate do trecho maior (conforme a regra é clara), ele é adicionado como um custo a mais, totalizando 130.000.

Então o que tenho notado é o seguinte, que as emissões pelo Call Center tem custado mais caro do que pelo site, e quem sofre é quem quer viajar com mais conforto, já que até o momento o site da TAM não permite resgates em Business e First com parceiras.

Além do mais, em todas as simulações de reserva que fiz pelo Call Center, se há duas classes diferentes ou cabines superiores no mesmo itinerário eles sempre vão tarifar como trechos separados, independente se for só conexão, o que é um absurdo.

Agora me explica. Quem entende? Aonde estão as regras? Será mesmo problema de sistema?

Alguém tem algo a mais para compartilhar?