#TBT – Conheça o padrão de serviço da American Airlines nos anos 30!

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

Mais uma matéria  #TBT do PASSAGEIRO DE PRIMEIRA (ThrowbackThursday)!

Nesta série de relatos, reportagens, e avaliações, vamos trazer  um gostinho nostálgico para o PP! Mostraremos como era experiencia de voar em aviões antigos, reportagens, cias aéreas extintas, curiosidades e muito mais.

Serie #TBT do Passageiro de Primeira!

  1. BRANIFF AIRLINES – Folheto promocional da cia (1960)
  2. Avaliação Concorde Air France: Paris-Dacar-Rio (1970)
  3. História da Pan American Airways – PAN AM!
  4. Os grandes momentos do Zeppelin no Brasil
  5. Conheça o avião LAÉCOÈRE 631 e seus planos para voos na América do Sul

Mais uma vez, obrigado a Revista FLAP por compartilhar o acervo conosco!


SOBRE A REVISTA FLAP

Cultivar a memória da aviação também é uma das finalidades do nosso site, e para realizar esse velho sonho nosso, fizemos uma parceria com a Flap Internacional, a maior e mais importante revista de aviação da América Latina, que está completando 56 anos de existência, e que possui um acervo único com mais de um milhão de fotos e documentos, garimpados em feiras especializadas no exterior, permitindo agora, aos leitores do Passageiro de Primeira, se inteirarem da aviação comercial antiga no Brasil e no mundo.

Sigam a Flap no Instagram e confiram o site.


#TBT desta Semana!

Esta semana o leitor terá a oportunidade de fazer uma viagem no tempo e conhecer como era o padrão de serviço da American Airlines nos anos 30. A reportagem traz um folheto publicado pela empresa mostrando como era feita a manutenção das aeronaves, todos os procedimentos de segurança antes de cada voo e também uma análise da frota com detalhes dos serviços oferecidos.

Esperamos que gostem!


A American pratica uma manutenção constante 

As aeronaves da American são as melhores que o dinheiro pode comprar. A American investiu 5 milhões de dólares em sua frota e investe 1,5 milhão de dólares a cada ano somente em trabalhos de manutenção.

Isso significa manutenção no sentido mais amplo da palavra. Aeronaves e seus motores são mantidos em perfeitas condições. A American tem 700 engenheiros e mecânicos dedicados a manter os Flagship em perfeito estado. Cada mecânico passa por anos de treinamento supervisionado antes de receber uma licença federal para cumprir suas funções; nenhum mecânico trabalha num Flagship antes de obter essa licença e precisa apresentar excelentes níveis de profissionalismo apenas para manter essa licença. Os mecânicos da American têm orgulho do que fazem. Sua eterna vigilância e atenção têm sido fatores decisivos para contribuir com o sucesso da companhia.

Os Flagship da American tem uma rotina. Eles voam em média seis horas por dia. Mesmo durante as horas de trabalho, eles recebem atenções e cheques de manutenção constantes –
a cada escala, em cada voo. Ao final do dia, recebem ainda uma verificação completa.
Os mecânicos examinam nada menos que 1.534 itens diferentes, assegurando um perfeito funcionamento mecânico da aeronave antes do dia seguinte.

Periodicamente, aeronaves, motores e instrumentos são completamente revisados. Não há a menor chance de desgaste prematuro, porque, ao se constatar o menor sinal de fadiga ou desgaste de uma peça ou sistema, ele é imediatamente substituído. Perfeição é o padrão na American. Peças de motores, no valor de milhares de dólares, são descartadas a cada mês. “Razoável” não é uma palavra que consta do dicionário dos mecânicos da American.

Dados e números da manutenção da American

  • A cada hora que um Flagship passa voando, antes a empresa dedicou 16 homens-hora em sua manutenção.
  • O departamento de manutenção da American dedica 5.600 homens-hora de serviço por dia, uma média de 145.600 homens-hora de trabalho por mês.
  • Dois magnetos de um Flagship custam o mesmo que um automóvel.
  • A American Airlines usou 9.598.000 galões de combustível e 219.503 galões de óleo no ano passado.
  • A American tem um motor de reserva para cada dois motores em uso regular.
  • Os Flagship passam somente 25% do tempo no ar. Eles “repousam” 18 horas por dia, enquanto são tratados por nossos mecânicos para que estejam em perfeitas condições de vôo no dia seguinte.
  • Cada pneu de um Flagship custa 120 dólares. Eles são substituídos após rodarem, em média, 250 milhas.
  • Uma válvula de exaustão de um automóvel custa 1 dólar. A mesma peça para um Flagship custa 28,50 dólares. A diferença está na perfeição técnica e na resistência dos materiais empregados em peças de uso aeronáutico.
  • Você pode comprar um motor V-8 para um automóvel Ford por 75 dólares.
  • Um motor para um de nossos Flagship iria lhe custar 8 mil dólares – um total de 16 mil dólares por aeronave.

Nenhum defeito ou fadiga metálica escapa a estes olhos atentos! 

O que faz o raio X para o corpo humano, o Magnaflux faz para os motores e hélices de um avião. Esta complexa e caríssima máquina – por um processo especial de magnetização – detecta o menor sinal de avaria ou fadiga metálica, invisível até mesmo para uma análise por microscópio. A American foi uma das primeiras a adotar esta revolucionária tecnologia em manutenção.

Desde seu início, a American também opera seu próprio laboratório químico para análise técnica da qualidade de combustível, óleo e derivados de petróleo – antes de serem usados em nossos aviões. A American é a única empresa aérea doméstica que tem seu próprio laboratório para essas análises.

Você já voou num Flagship da American? Ou poderíamos perguntar – você já voou num serviço de primeira? Porque os serviços Flagship da American Airlines não são apenas os melhores no ar, como são comparáveis ao que de melhor há em termos de transporte marítimo ou ferroviário – “primeira classe” em conforto e luxo, “primeira classe” em velocidade para ganhar tempo, “primeira classe” em serviço no céu ou no chão.

A American tem razões para estar orgulhosa de seus Flagship, não apenas por serem os melhores aviões, mas porque a American desempenhou papel fundamental no projeto e desenvolvimento dessas aeronaves.

Isso vale muito, porque a American pode oferecer o máximo em conforto, prazer em viajar, velocidade e segurança.

Na medida em que inovações forem incorporadas, novos recordes de performance e segurança forem atingidos, o nome da American Airlines será sempre ouvido – porque a frota dos Flagship estará ligada a esses feitos.

Uma análise da frota Flagship

A American Airlines opera dois tipos de Flagship em suas rotas – um para cada tipo de serviço, sempre de maneira a oferecer uma experiência superior.

Flagship Skysleeper

A American, primeira empresa a oferecer serviços noturnos com camas – introduzidos em 1934 na rota transcontinental –, hoje mantém serviços regulares Skysleeper de costa a costa entre Nova York e Los Angeles, disponíveis também para passageiros embarcando em suas escalas intermediárias. Os vôos American Mercury, The Southerner e Transcontinental Flagship Service tornaram-se mundialmente famosos por representarem o que há de melhor em transporte aéreo.

Club Flagship

Desenhados especialmente para vôos de longa duração, são empregados em vôos sem escalas e em serviços com múltiplas paradas. Equipados com poltronas reclináveis, as viagens nessas aeronaves são confortáveis e prazerosas. Para demonstrar o alcance dessas formidáveis máquinas, uma delas voou recentemente – completamente lotada – entre Chicago e Nova York, indo e voltando sem reabastecer. Outra voou de Los Angeles a Chicago – sem escalas! Nos dois casos, havia amplas reservas de combustível após os pousos. A despeito de toda essa capacidade, nenhum dos Flagship em vôos regulares percorre distâncias que se aproximam desses vôos ultra longos sem que sejam reabastecidos.

Um justo sono – ou o sono dos justos

Quando você embarcar num Flagship Skysleeper da American, você acabará favoravelmente surpreendido, independentemente de quão altas sejam suas expectativas. Você já deve ter imaginado: quanto espaço teria e como seriam as acomodações de sua cabine individual – mesmo em aeronaves grandes como as nossas. Belos externamente, os Flagship impressionam ainda mais internamente, por sua generosa configuração de cabines. Os pisos são acarpetados, as paredes, revestidas de madeiras nobres envernizadas e as janelas, cobertas por cortinas bem feitas. Os homens que gostam da atmosfera de clubes, as mulheres que querem conforto e privacidade, as pessoas que simplesmente querem comer, ler ou gozar de companhias agradáveis não deixarão de notar um clima de prazer utópico a bordo de um Skysleeper.

As cabines são divididas em seções espaçosas, com divisórias que vão do piso ao teto. Cada seção tem dois assentos voltados um para o outro – cada um grande o suficiente para acomodar duas pessoas, mas reservado para uma só. Mesmo os homens muito altos vão se surpreender com as camas individuais Skysleeper – mais compridas que uma cama de casal padrão e quase tão largas – e vão aproveitar os lençóis macios e o ronronar dos motores para cair no sono rapidamente. Cada cabine individual tem seu próprio controle de ar condicionado – refrescante no verão, aconchegante no inverno. Contrariamente à norma, as cabines superiores são tão confortáveis ou até mais que as cabines inferiores.

Se você fechar os olhos e achar que está sonhando, ao acordar, vai ter que se beliscar várias vezes para constatar que a paisagem que sua janela mostra é mesmo um outro mundo. Você vai ver que atravessou todo um continente enquanto dormia serenamente. “Ontem mesmo eu estava em Nova York” ou “Ontem mesmo eu estava na Califórnia” serão frases que você vai ver convertidas em realidade. Os prazeres daqueles que voam nos Flagship da American não têm fim. Você vai apreciar sobremaneira as salas de vestir, os lavatórios dedicados exclusivamente a homens ou mulheres. Até mesmo barbear-se vai ser um prazer.

Um saboroso café da manhã, servido por sua comissária-faz-tudo, será um toque extra de serviço que vai deixá-lo chegar ao seu destino final completamente pronto para a ação. E se você acordar com preguiça, o café da manhã será servido na privacidade de sua própria cabine. A vida, a qualquer hora do dia ou da noite, é mesmo um prazer quando você voa American.

Voe – e seja você mesmo

Viajar de avião é fantástico. Até mesmo para os veteranos em viagens aéreas, a beleza da paisagem, a estranha perspectiva de coisas familiares como estradas, rios, cidades e florestas – vistas do alto – fazem das viagens aéreas uma experiência sempre nova e diferente. Você nunca se sentirá um estranho a bordo de um Flagship da American. Você vai se sentir confortável como num hotel cinco estrelas. E como os Flagship voam tão estável como serenamente, somente a visão das nuvens de algodão, do quadriculado dos campos abaixo ou o brilho mágico de rios e lagos fará você perceber que está mesmo voando.

Refeições à moda Flagship – sem custo adicional

Refeições a bordo são especialmente agradáveis. De algum modo, tudo fica mais saboroso nas alturas. A American não economiza na hora de tornar sua refeição memorável. A despeito das refeições serem variadas e mudarem de acordo com horá-
rios e estações do ano, tome este cardápio por exemplo: sopa quente de tomate com torradas, filé mignon com batatas e legumes, pães e brioches, salada de frutas, sorvete, bolos e café. Um festim aéreo, servido em toalhas de linho, em fina porcelana, com talheres de prata.

Fume, leia, relaxe ou trabalhe em pleno voo

Se quiser, você poderá fumar a bordo. Há um cinzeiro em cada poltrona e a ventilação eficiente manterá o ar limpo e renovado. A aeromoça poderá providenciar revistas para sua leitura. As poltronas têm encostos que reclinam desde a posição ideal para seu descanso ou, em posição vertical, para permitir que você admire a paisagem abaixo. Ar condicionado mantém o ar fresco e agradável. E se você tem que trabalhar, perceberá que, a bordo, a carga de trabalho parece menor do que em terra firme. Uma carta a escrever? Aperte o botão de chamada e sua aeromoça irá trazer papel e canetas para você escrevê-la.

Companheiros de viagem são a melhor companhia

As pessoas que você conhecerá a bordo são sempre interessantes. A convivência social irá garantir naturalmente condições para o desenvolvimento de atividade durante o vôo. Você poderá jogar cartas ou andar pela cabine durante o vôo. Como os Flagship têm perfeito isolamento acústico, você poderá até conversar ao pé do ouvido, discretamente. Viajar com crianças, algo sempre difícil, é mais fácil por via aérea. Há muitas coisas que despertam a atenção dos pequenos, que se cansam menos em viagens mais rápidas. As aeromoças, por treinamento e por vocação, ajudarão os pais a cuidar das crianças. Essas comodidades estão disponíveis nos serviços Skysleeper e no Club Flagship. Viajar no estilo da American significa voar de “primeira classe”, sempre.

Quão suave pode ser uma viagem aérea?

Pessoas que nunca voaram ou só experimentaram aeronaves pequenas serão surpreendidas favoravelmente pela estabilidade e suavidade dos vôos nos Flagship da American. Há pouca vibração. Você pode, por exemplo, passear pelos corredores como se estivesse no escritório de sua própria residência. Viajantes freqüentes poderão confirmar que voar num Flagship da American não tem comparação com nenhum outro meio de transporte em terra ou por mar: nenhum é tão suave, estável e seguro quanto os Flagship da American.


Muito legal! Para nós que somos apaixonados por aviação e sempre prazeroso ler esse tipo de matéria!

 

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis