TudoAzul e Caixa oferecem pontos em dobro na transferência de pontos

Em uma parceria com a Caixa Econômica Federal, o TudoAzul oferece aos seus Clientes pontos em dobro na transferência do Programa Pontos Caixa para o programa de vantagens da Azul Linhas Aéreas Brasileiras. A promoção teve início no começo deste mês e segue até 10 de dezembro.

“A promoção garante vantagens e facilidades para os Clientes estarem a bordo das aeronaves da companhia com a bonificação de 100% sobre qualquer transferência de pontos. A parceria com a Caixa também é uma maneira de o TudoAzul alcançar ainda mais Clientes, uma vez que é o banco com maior número de cidades atendidas no Brasil”, comenta Alex Malfitani, diretor do TudoAzul.

Screen Shot 2014-11-12 at 3.21.34 PM

A promoção é válida para todos os Clientes que possuem pontos no programa de relacionamento do banco – o crédito dos pontos é efetuado na conta do TudoAzul em até cinco dias úteis. A parceria entre o programa de vantagens da Azul e a Caixa foi firmada em outubro.

Termos e Condições:

*Válido para o período promocional de 01 de Novembro a 10 de Dezembro de 2014. Todas as transferências serão bonificadas em 100%. A bonificação será efetuada sistemicamente em até 05 dias úteis. O crédito dos pontos é efetuado na conta do Programa TudoAzul em até 5 dias úteis. Os pontos só serão convertidos em créditos na conta do Programa TudoAzul de mesma titularidade do Cartão de Crédito. Os resgates deverão ser efetuados através da Central de Atendimento Cartões CAIXA: Cartões Internacional e Gold: 4001-4455 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800-728-4455 (demais localidades); Cartões Platinum, Infinite ou Black: 0800-728-4465 e Cartão Empresarial: 4001-4472 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800-728-4472 (demais localidades). Consultar política de resgate de pontos vigente do Programa Pontos CAIXA no site caixa.gov.br e do TudoAzul no site tudoazul.voeazul.com.br.

Fonte: Azul

Enquanto a Azul não publicar a tabela de resgate para vôos na United, não aconselho a dar um tiro no escuro não. E depois do “possível” vazamento de informações de cartões de crédito da Caixa, fica díficil o banco ter credibilidade dos clientes em obter produtos financeiros como cartões de crédito. Não acham?