Vale a pena pagar IOF e usar o cartão de crédito no exterior?

Muita gente tem me perguntado aqui no blog se vale a pena usar o cartão de crédito no exterior e pagar o IOF de 6,38% para acumular milhas.

Hoje eu vou expor alguns pontos que me fazem ainda usar o cartão nas minhas viagens internacionais.

Credit card terminal

Vou tomar como exemplo meu cartão Visa Infinite Bradesco Prime:

  • Comprei um Macbook Pro de U$2.800,00 ou seja, IOF U$178.64 saindo da loja, veio um cara e me assaltou e levou meu computador. Com o seguro Super Protegido tenho cobertura para reparar ou substituir os produtos, nacionais e importados, adquiridos com o Cartão Bradesco Prime Visa Infinite, que forem roubados, furtados ou danificados dentro de um prazo de 90 (noventa) dias a partir da data da compra. Ou seja, se eu tivesse pago em CASH ficaria sem os U$2.800,00. Neste caso o IOF de U$178.64 me garante um computador novo.
  • Aluguei um Porshe Panamera na Hertz por uma semana por U$4,000.00, ou seja, IOF U$255,20. Infelizmente bati o carro e deu perda total. Como paguei com meu cartão de crédito, ele cobra até U$75,000 de danos no carro. Se eu tivesse pago a locação com dinheiro ou cartão de débito, não teria o seguro. Neste caro o IOF de U$255,20 me garante uma economica de pagar um carro novo para Hertz.
  • Gastei em torno de U$10,000 na viagem toda, totalizando um IOF de U$638,00 e o que vai me render 22,000 pontos no cartão (tomando base a conversão do infinite que é 2,2 pontos por U$ gasto). Compensa? Talvez, com 20.000 pontos na TAM você ja tem um trecho de ida e volta dentro do Brasil. Para comprar passagens de ultima hora, em que alguns trechos costumam custar mais de R$2.000,00 vale a pena, caso contrário o IOF neste caso não vai compensar.

cc-foreign-transaction-feesA milha pelo Bradesco Visa Infinite adquirida junto ao IOF vai ter um custo de U$0.029. É um valor baixo, tendo base por ex. que a US Airways vende milha por U$0,035.

Bom pessoal, usar ou não o cartão no exterior é muito relativo e depende do perfil de cada viajante. Eu sempre uso e vou continuar usando, pois por mais que eu gaste mais com o imposto, pelo menos sei que to ganhando algo com isto.

Acho que tem hora que compensa, e pode ter horas que não.

Para quem não quer pagar de jeito nenhum há inumeras soluções no mercado como cartões pré-pagos (Visa, Mastercard e American Express) que você pode comprar créditos e usar no exterior a vontade sem a incidencia do imposto de 6,38%, voce irá pagar apenas os 0,38% pela operação financeira.

E qual a opinião de vocês a respeito?