Viajar de Primeira Classe e Executiva é “coisa” de rico? NÃO!

Diversos Programas de fidelidade 120

Por Fábio Vilela

Vez ou outra recebo alguns comentários elogiando as minhas viagens e as cabines que eu experimento, e com eles vem algumas “críticas” ou até mesmo “insinuações” de que viajar de Primeira Classe e Eexecutiva é “coisa” de rico.

Pois bem, eu estou aqui p/ falar para vocês que isto não é verdade – e posso provar!

Vocês que já me acompanham faz tempo sabe que pelo menos 80% das minhas passagens são emitidas com milhas/pontos e que praticamente todas elas são provenientes de promoções e ofertas, ou seja, consigo otimizar o valor delas o máximo que consigo.

Concordo que algumas passagens que não consigo pegar por milhas são MUITO caras e realmente precisa ter condição financeira para poder arcar com os custos, mas a maioria delas não e é isto que vou mostrar pra vocês!

  1. Precisa gastar muito no cartão de crédito para ter milhas o suficiente – MENTIRA!

Hoje a maioria, pra não dizer 100% dos programas brasileiros vendem milhas e é constante a quantidade de promoções que os mesmos fazem para você poder adquirir os pontos.

Vou pegar por exemplo algumas promoções recentes e passadas que aconteceram e que eu postei aqui no site.

Livelo oferecendo 50% de desconto na compra de pontos + 100% de bônus na transferência para TAP. (clique aqui)

Fazendo todos os trâmites que eu ensinei aqui no site, você conseguia gerar 100.000 pontos TAP por R$1.750,00 e ainda dividia em 10x.

Vamos supor então que eu comprei os 300.000 (limite máximo por CPF durante esta promoção que aconteceu) por R$10.500,00, o que me renderam 600.000 milhas na TAP. Ainda podemos acrescentar o fato de que em uma casa, se tem pelo menos 2-3 pessoas morando juntos ou que não morem junto mas são da mesma família, ou seja, usando a conta do seu marido/esposa, pai/mãe, irmão, você conseguiria maximizar ainda mais.

Aí, você me pergunta, mas agora que as milhas estão na TAP, como posso usar? Simples, a cia aérea é membro da Star Alliance e você consegue emitir passagens p/ voar nas cias membro e também em outras empresas que não fazem parte da aliança, como GOL, Emirates, Azul, etc.

OBS: Não vou entrar no mérito de explicar como o programa da TAP funciona agora, nem as regras, nem parcerias e nem a tabela pois não é o intuito do post neste momento, portanto não misturem os assuntos.

Em emissões de parceiras a TAP só emite ida e volta, então veja um exemplo de alguns resgates:

  • 90.000 milhas – Ida e Volta em Classe Executiva da Am. do Sul p/ os EUA – Custo R$1.575,00
  • 220.000 milhas – Ida e Volta em Primeira Classe da Am. do Norte p/ a Ásia – Custo R$3.850,00
  • 120.000 milhas – Ida e Volta em Classe Executiva da Am. do Sul p/ a Europa – Custo R$2.100,00

INFO: Em algumas promoções é possível inclusive emitir ida e volta p/ Europa em vôos TAP por 50.000 milhas na executiva, portanto o custo cai para R$875,00.

KM de Vantagens oferecendo lote especial p/ compra de pontos Multiplus. (clique aqui)

Conforme eu postei esta semana, o KM de Vantagens está oferecendo um lote promocional onde é possível gerar 100.000 pontos Multiplus por R$2.590,00 – podendo ser dividido em até 12x.

Em emissões de parceiras da LATAM veja um exemplo de resgate SUPER vantajoso:

  • 65.000 pontos – Um trecho de Primeira Classe entre Europa e Oriente Médio e vice-versa – Custo R$1.683,50.

Smiles vendendo milhas + código de desconto para voar com parceiras. (clique aqui)

Vez ou outra o Smiles vende milhas por R$0,02 e também oferece bônus de transferência além de desconto p/ voar com parceiras. Eu já consegui emitir este ano ida e volta para os EUA em classe executiva com a Delta por 84.000 milhas combinando duas promoções.

  • 84.000 milhas – Ida e Volta em Classe Executiva da Am. do Sul p/ os EUA – Custo R$1.680,00 (E neste caso não estou nem contando a bonificação de transf. de milhas – somente a compra de milhas por R$0,02 + 30% de desconto p/ voar Delta)

AAdvantage da American Airlines vendendo milhas com bônus (clique aqui)

  • 40.000 milhas – Um trecho de Primeira Classe entre Europa e Oriente Médio/India e vice-versa – Custo U$870
    • OBS: Este resgate aumentou, mas na época que eu emiti o valor era este.

Estes foram somente alguns exemplos – eu poderia citar inúmeros mais, mas não há necessidade pois a intenção aqui é mesmo provar (A+B) que é possível sim viajar de Primeira Classe e Executiva sem precisar ser rico ou milionário. Concordam ou não? Agora vão me falar que estes custos são impossíveis de arcar? Muitas das situações que mencionei o valor é até mais baixo que classe econômica – mas claro, você tem que se adequar ao cenário.

Vocês estão cansados de saber que não tenho nenhuma vantagem por ser conhecido na hora de emitir passagens – respeito e uso as regras dos programas como qualquer outro usuário além claro, de estar sempre a mercê de disponibilidade de assentos.

Mas se está tudo tão óbvio e explicado (passo a passo) onde está o problema que as pessoas reclamam tanto de não conseguir? Porque eu consigo e as pessoas não? O que está de errado? Bom, vou ser bem sincero e doa a quem doer.

  • Preguiça – As pessoas tem uma ENORME preguiça de ler, entender e tentar aproveitar as promoções. Elas querem simplesmente entrar no site da cia aérea, colocar a data e destino e a passagem aparecer lá pelo custo que eu anuncio! Bom, sinto te informar darling, que não é assim que funciona, e se você quiser diminuir seu custo – vai ter que SIM se encaixar nas oportunidades que os programas oferecem – e caso ainda pense que é “muito trabalhoso”, você tem duas opções – pagar o preço cheio (e não reclamar), ou simplesmente não viajar. As vezes as pessoas dizem que sou “grosso” ou não tenho paciência – mas eu escrevo claramente aqui no site “Precisa abrir a porta A e atravessar p/ a Porta B” aí a pessoa vem e pergunta “Fábio, qual porta eu preciso abrir?” Oi?!
  • Disponibilidade de datas – Passagens emitidas com pontos são sujeitas a disponibilidade de lugares e datas. Não pense que vai ser fácil achar aquele tão sonhado “golden ticket” no carnaval, natal ou reveillon – seja realista, nem sempre podemos sair ganhando e as cias aéreas assim como qualquer empresa também visam lucro, o que impede as mesmas de oferecerem lugares “grátis” em alta temporada.
  • Muitos lugares – Uma das minhas vantagens é que praticamente 99% das vezes viajo sozinho, o que facilita e MUITO na hora de emitir, pois achar 1 lugar é mais fácil que achar para 4-5, por isto não pretendo constituir uma família e nem casar tão cedo, rs.
  • Não diversificar os programas – Não existe O MELHOR PROGRAMA DE FIDELIDADE – isto é um MITO! Cada programa é bom para um determinado tipo de resgate e acúmulo, além de que cada um se adequa melhor ao perfil e estilo de vida da pessoa. Há inúmeros fatores que são determinantes como a quantidade de vezes que você viaja por ano, classe, destino, etc – portanto se quiser aproveitar as oportunidades. Claro que espalhar as milhas em vários programas sem planejamento também é jogar dinheiro fora pois no final não irá ter a quantidade necessária para um resgate – portanto seja inteligente na hora da escolha.

Bom pessoal, eu espero que com este post – mais uma vez ter mostrado para vocês como usar de forma inteligente e otimizar suas milhas. Como vocês podem ver há inúmeros programas de fidelidade no mundo cada um com sua respectiva vantagem. Veja o quanto diversifico nas emissões já que cada cia aérea cobra valores diferentes para os mesmos resgates. Aqui no site eu tenho diversos tutoriais, métodos e macetes de como emito as passagens, além claro de sempre mostrar como compro as minhas – portanto perca um pouco seu tempo, não queira tudo de mão beijada, não pense que a oportunidade baterá na sua porta se você não se esforçar pelo menos o mínimo.

Então quando me perguntam qual programa de fidelidade escolher, eu sinceramente não tenho resposta. O ideal é você concentrar suas milhas/pontos em poucos programas pra ter as milhas combinadas na hora da emissão. No meu caso pessoal eu prefiro diversificar um pouco mais pois no ritmo de viagens que tenho sempre vou achar o uso mesmo para elas mesmo que tenha saldo pequenos nas contas. Mas isto tudo vai do perfil do viajante, pois se você está acostumado a fazer somente Brasil x EUA não justifica pontuar/acumular em diversos programas.

Somos reféns no Brasil de programas de fidelidade limitados e com opções de resgates nada vantajosas para nós passageiros mas isto não te impede de concentrar suas milhas e pontos em programas no exterior.

Infelizmente eu não tenho como orientar e prestar consultoria individual para cada um de vocês que me pedem ajuda nos comentários – eu tento fazer o que posso e o que está ao meu alcance. Por isto, o que tenho para dizer é que da mesma forma que a informação está disponível para mim pela internet, ela também está para vocês. Eu sou muito grato, realizado e feliz de passar o pouco que sei pra vocês, principalmente quando vejo que leitores conseguiram emitir a tão passagem em First/Business usando as dicas – isto pra mim não tem preço! Mas o que quero que saibam, que eu também aprendi tudo que sei sozinho, fuçando, analisando, interpretando e verificando onde estava a melhor oportunidade dos programas – não fiz aula, ninguém me ensinou e não tive um guru p/ me orientar. É aquele velho ditado – a prática leva a perfeição.

Por isto sempre falo pessoal: pesquisem, leiam se interessem pelo assunto. Milhas/Pontos são “dinheiro” e com certeza você quer ver elas investidas/gastas da melhor forma, né?

120 respostas para “Viajar de Primeira Classe e Executiva é “coisa” de rico? NÃO!”

  1. Alusio disse:

    Muito sincera sua postagem. Obrigado pelas dicas.

  2. Julio martins disse:

    Ei Fabio, tudo bem?

    Eu consigo pontuar um Voo LH First emitido por milhas TAP em outra Cia Aerea? Quais seriam?

    Aguardo seu contato!

  3. karen Pimentel disse:

    Querido Fabio,
    Você é incrivellll!!! O que seria das minhas viagens sem você?
    Tudo mudou depois que te conheci hahaha, nunca mais andei de econômica (não sei nem o que é isso!!!) e olha que somos em 4 por aqui.
    Tem que planejar, pensar e se organizar.
    Obrigada <3 <3 <3

  4. Maiara disse:

    Parabéns pelo post. Concordo com tudo!

  5. Rafael Rotakids Brasil disse:

    Excelente post, Fabio! Vivo o mesmo “problema” que você… Já fomos “acusados” de ricos para poder manter nosso ritmo de viagens na econômica. E o que falo é que o dinheiro que não gasto nas passagens eu gasto nas minhas pesquisas e análises para emitir com menor custo. Está ao alcance de todos que queiram pesquisar. Falou tudo!

  6. Guilherme disse:

    Eu sempre fucei a internet e descobri muitas coisas por conta própria mas graças ao PP me encorajei a encarar uma viajem de executiva (uma longa pois ja tinha ido ao Chile de Exec na TAM) Planejei por 1 ano e meio e na minha lua de mel viajamos eu r minha esposa de Executiva pra na ida Europa, seguimos pros EUA e volta de lá tb de executiva. Tudo ao custo na ponta do lápis de R$ 5.700,00 pras 2 pessoas.
    Jamais teria condição desembolsar cerca de R$ 20.000,00 pelo preço pago.
    Enfim as dicas são valiosíssimas e tenho que concordar, está ai pra todo mundo, só preguiçosos não aproveitam.
    Agora mesmo planejo uma outra viajem de Exec pro Japão e Nova Zelândia ano que vem…
    Valeu Fábio.

  7. Hugo M disse:

    Fabio, quem te critica são invejosos e preguiçosos. Não ligue. Concordo com 100% do que vc disse. Keep up the great work!

  8. Albano disse:

    Fábio, tudo o que colocaste é verdade; porém como um assalariado, mesmo que ganhe seus KR$ 10 por mês vai ter tempo disponível para poder aproveitar essas promoções!

    Quem sabe agora com a reforma trabalhista, nós meros celetistas, poderemos ter 3 férias (oportunidades por ano) para aproveitar e encaixar as promoções…

    Vou um pouco além, viajar em classes superiores é coisa para quem tem tempo! Isso sim é verdade!

  9. ERIKA disse:

    Adoro suas dicas, sigo várias delas e já emiti várias passagens com milhas. Obrigado

  10. William disse:

    Boa noite Fabio,

    Parabéns pelo trabalho !!!
    Comecei a acompanhar no início de 2016, foi a melhor coisa que me aconteceu. Ganhei um hobby porque o mundo das milhas nos instiga e é um desafio constante para tentarmos fazer a melhor viagem possível com o menor custo.

    1- Primeira utilização de milhas foi a última transferência do Santander para TAP com bonificação de 100%
    2- Viajo constantemente para América do Norte usando milhas TAP, cujo custo final em econômica é de R$ 962,50 ida e volta;
    3- Maximizei a utilização dos cartões de crédito com suas orientações, obtendo o máximo de milhas possível;
    4- Comecei a apreciar o mundo das salas VIP, hotéis e aeroportos;
    5- Aprendi a usar os sites da United, ANA, British, Avianca;
    6- Maximizo a utilização do Smiles com a transferência da Livelo, mais desconto de 20% da Delta ou Emirates ou Essa é para Voar, o que diminui muito o custo efetivo da passagem;
    7- Levo minha mãe para viajar no conforto da classe executiva;
    8- Fevereiro deste ano fiz uma viagem com minha mãe com as cias aéreas: Latam, Qatar, Thai, Malaysia, Singapore, Air France, tudo em classe executiva.
    9- Muitas vezes aguardo ansiosamente pelos seus posts do tipo: “Viagem para a América do Norte por apenas….R$….”
    10- Aproveitei inúmeras promoções divulgadas por você. Sendo um exemplo a última promoção de 150% do Amigo para clientes Santander;

    Enfim, o que era para ser um sonho distante de sentar numa poltrona confortável de classe executiva, cuja passagem de ida e volta começa a partir de R$ 15.0000,00, tornou-se possível para muitas pessoas com a utilização sábia do sistema de milhas, seja compra, utilização de cartões ou compra de passagens aéreas.

    Para mim, tudo começou quando encontrei por acaso o seu site. Procurei estudar todos os seus tutoriais; absorvi muito do seu conhecimento; li muitas perguntas dos demais leitores e aprendi muito com as respostas ( exemplo: o Gift Voucher do Tap Victoria), etc.

    Muito obrigado Fabio por ter me proporcionado tudo isso.

    Abraço,

    William

  11. Marcos R disse:

    Eu achava que eu era um “expert” em milhagem até conhecer o Passageiro de Primeira e o Fabio!
    O Smiles foi criado no final de 1994, no início de 1995 eu já estava juntando milhas, emiti meus primeiros bilhetes em 1996 e logo depois, gastei míseras 25.000 milhas (ida e volta!) para um upgrade no upper deck do 747 da Varig na rota GIG-LAX-GIG. Logo comecei a elaborar planilhas Excel para cadastrar vôos e calcular os ganhos de cada emissáo. Fiz muitos vôos na executiva da Varig…. até a derrocada final, quando em abril de 2008 fui para o Mexico num 767 detonado, com a Business quase vazia. Naquela época a possibilidade de usar milhas para upgrades era a melhor maneira (e mais barata) de voar em cabine premium. Até hoje já emiti cerca de 100 passagens, em alguns poucos programas (Smiles, AAdvantage e Fidelidade TAM)

    Mas quando comecei a ler o PdP um outro universo surgiu! Com um estilo descontraido, às vezes irônico, mas super “técnico” o Fabio consegue fazer excelentes reports e tutoriais completos com o máximo de detalhamento, e alguns (cada vez menos) erros de concordância. Minhas emissões atingiram outro patamar, como por exemplo DOH-BKK em First por 32.500 milhas, sair do Brasil por uma empresa e voltar por outra, aproveitar as emissões antes do enorme aumento da tabela Smiles em 2014, quando ainda consegui emitir 3 executivas Iberia GIG-MAD-BCN-MAD-GIG por 105 mil cada, para o Reveillon na Espanha! A última que eu aproveitei graças ao Fabio foi a reserva de hotel no esquema 3X pelo Smiles. Recebi quase 300.000 milhas, com um custo (adicional) de apenas 500 reais. (O Smiles honrou, com atraso, e creditou hoje as milhas da promoçao de julho).

    Parabéns Fabio! O seu trabalho é uma das melhores coisas da Internet hoje em dia!

  12. Frederico (Fred.Oi) disse:

    PARABÉNS! Parabéns pelo seu trabalho, pela forma que descreve os serviços e principalmente pelo incentivo que você dá toda vez que cola alguma coisa aqui na sua página com dicas. Eu sei que você sabe que o post (como emiti meu bilhete) bomba, mas esse aqui eu te falo que é um divisor de águas e mostra claramente como é fácil viajar de First. Não é impossível, é alcançável e com um pouquinho de esforço todo mundo pode um dia experimentar ser um passageiro de primeira.

    Valeu Fabio. Continue.
    Tá muito bom!

  13. luiz b. disse:

    Prezado Fábio, vou discordar um pouco quanto a sua conclusão, preguiça não é exatamente a principal causa, mas sim falta de interesse mesmo, pois nem todo mundo pensa como nós, que estamos todos os dias pensando em viagens e afins, todas as pessoas adoram dizer que amam viajar mas a maioria não se esforça para isso e só dizem de boca para fora, por ex. eu nunca vi alguém dizer que odeia viajar, mas já vi várias pessoas que não perdem um minuto sequer lendo sobre algum destino ou se permitindo sonhar com alguma viagem, essas pessoas tem vergonha de dizerem a verdade, acham melhor até colocar toda a culpa na preguiça, e quanto aos mimizentos de plantão penso exatamente como vc., pois se eu ligasse para o que essa gente pensa estaria andando no lombo de um jegue até hoje, abção .

  14. José Alvaro disse:

    Olá Fábio,
    Ouso discordar de você no seguinte trecho de seu texto: “– portanto perca um pouco seu tempo, não queira tudo de mão beijada, não pense que a oportunidade baterá na sua porta se você não se esforçar pelo menos o mínimo.”
    O que temos que fazer, e você faz com conhecimento é INVISTA um pouco do seu tempo, por que só assim conseguiremos aprender do jeito que você faz! Parabéns, estou aprendendo muito com suas dicas e a dar valor para cada milha/ponto conquistado.

  15. Patrick disse:

    Duas perguntas, talvez um pouco básicas.

    Primeira, como pesquisar horários e datas de voos com outras companhias para tirar passagens usando milhas da TAP. Até onde sei, esse tipo de conversão só se faz por telefone e dá uma trabalheira.

    A segunda, no próprio site da TAP para trocar por passagens da TAP eu tenho dificuldade em encontrar passagens na Executiva, na verdade o sistema nem me deixa optar por executiva, numas poucas alternativas é que aparece apenas para o retorno 🙁 (estou olhando novembro deste ano, não me parece um período especialmente concorrido). Estou fazendo alguma grande bobagem? Tem algum lugar onde selecionar para mostrar só opções de executiva?

    • Fábio Vilela disse:

      Conforme eu escrevi neste post Patrick, não vou entrar no mérito dos métodos de resgate dos programas de fidelidade pois tem inúmeros tópicos e posts aqui no site à respeito disto e como fazê-lo.

  16. Lucas disse:

    É verdade, Fabio. Preguiça para mim é a melhor definição do que falta para muita gente. Tô sempre avisando aos meus amigos das promoções etc. Aí quando emito as passagens de business e digo quanto realmente custaram ficam reclamando: poxa, quando aparecer esse tipo de coisa tem q avisar! As pessoas querem tudo mastigado e na hora. Dá trabalho sim mas vale muito a pena.
    Parabéns pelo trabalho!! E obrigado pelas dicas. Só assim é possível viajar com mais conforto!

  17. Danilo disse:

    Fábio, uma dúvida:
    Ultimamente tenho desanimado um pouco com emissão de passagens com milhas, pois vejo que as tabelas de resgate estão subindo, e MUITO.
    Por outro lado, quando leio posts como este, parece que o meu ânimo volta um pouco…rs
    Eu gasto pouco no cartão, e a maioria das minhas passagens pagas são de Y, logo, pelos meios “normais” eu acumulo pouquíssimas milhas por ano.
    Agora a pergunta: Vc acha que valeria a pena eu assinar algum clube de milhas(LIVELO me parece o mais indicado) para ir fazendo uma “poupança” para qdo surgir boas promoções como as que vc posta aqui, eu emitir passagens nos moldes dos exemplos que vc deu acima?
    Sempre vejo que “milha boa é milha gasta”…
    O que vc sugere?

    Vlw 🙂

    • Fábio Vilela disse:

      É muito complicado eu sugerir e recomendar algum clube de milhas/pontos pra alguém.
      Eu tentei no post exemplificar o que eu consigo tirar de benefícios de alguns programas.
      Se estas vantagens apontadas forem interessante pra você, a resposta é sim.

  18. Jose disse:

    Esta nova fase do site/blog, pós todas business/first.
    Esta ideia de artigos sobre acúmulos e nuances de programas são sensacionais.

  19. Max disse:

    Grande Fabio!
    Consegui viajar (e muito!) de executiva nos últimos anos graças às suas dicas. Não só eu, mas vários de meus amigos também. Eles fazem parte da leva de leitores que não lidam bem com a logística das milhas. A solução é que eu tenho os numeros frequent flyer deles, senha e dados do cartão de crédito.. Rs De 4 amigos BEM próximos. E dá super certo (eles só recebem a fatura do cartão e a confirmação da reserva!) Mesmo quando temos datas fixas e não há disponibilidade em business, suas dicas super servem pra econômica taambém (dá pra encarar 8h na economy em voo direto sim quando não há disponibilidade em outra categoria).
    Obrigado novamente.
    PS: Quando teremos novamente a parceria PP + LifeMiles?

  20. Jose disse:

    Parabéns, Fabio! Acompanho o site e adoro suas dicas! Sempre fui fã de planejar viagens e sabia bastante sobre compra de passagens em promoção. Mas graças a você, aprendi muito sobre programas de milhagem e irei viajar em breve pela primeira vez de executiva. Na verdade, será minha lua de mel se serão 4 trechos em executiva, incluindo da Qatar! Então, muito obrigado e continue firme!

    Btw, essa ideia de prestar consultoria privada não seria nada mal! haha Abs!

  21. Carlos disse:

    Fábio, vou discordar um pouco. Viajar de executiva ou primeira é coisa de rico no Brasil. Na verdade, fazer viagem internacional já é coisa de rico. Se sua renda familiar mensal é superior a ~6.800 reais (valores de 2013), você já se encontra no topo da pirâmide de renda brasileira, entre os 5% mais ricos. 😉
    Eu entendo um pouco quem não consegue usar as milhas da melhor forma, dá um pouco de trabalho acompanhar vários blogs, pesquisar disponibilidades, entender regras de vários programas… para quem gosta do assunto, gastar tempo com isso é prazeroso, mas para quem não é tanto fã, já é difícil entender a diferença de Latam para Multiplus ou de emitir passagem da TAP através do Victoria, Smiles, Tudo Azul ou Amigo.
    Felizmente, os que gostamos de ler conseguimos as melhores oportunidades. E sabemos curtir o fato de que ir de GRU para DOH pode envolver uma ida e volta por EZE. Ou que CDG-FRA-GRU na F é menos legal que CDG-ZRH-FRA-GRU, pois se perdeu a oportunidade de usar a sala da LX F. E que, se não fosse um certo desperdício de oportunidades, poderíamos dar a volta ao mundo sem sair dos aeroportos, aproveitando apenas os vôos e salas vip. Afinal, você está sentado em uma poltrona confortável, assistindo aos últimos lançamentos do cinema e comendo coisas gostosas. As vezes eu gostaria que o avião se deslocasse na velocidade de navio.
    E principalmente, com milhas nem sempre você consegue ir para onde e quando você quer, mas para onde e quando tem disponibilidade. E ainda assim, as opções são fantásticas.

  22. Carlos disse:

    Perfeito Fabio!!
    Hoje de manhã concluí uma emissão minha e da esposa para Lisboa, Casablanca, Sevilha e Doha (voando de TAP, Lufthansa, Turkish e Air Maroc) toda em business, seguindo estritamente seus passos, uma verdadeira ginástica rsrsrsrsrs, e valeu muito a pena!!
    Sem seus ensinamentos (e sem preguiça, rsrsrs) para otimizar os pontos e voos seria impossível!!
    Obrigado por compartilhar conosco seus ensinamentos…
    Forte abraço!

  23. Thiago M disse:

    Se até você, Fábio, que tem um Amex Platinum CREDIT consegue, todos conseguem…

    (rsrsrs. Piada interna para os seguidores do blog).

  24. Iago disse:

    Caro Fábio, muito bom esse teu post. Infelizmente no Brasil, somos acostumados a querer tudo de mão beijada, no entanto, não há satisfação maior quando conseguimos as coisas pelos nossos méritos.
    Seu site é muito bom e esclarecedor, tenho tentado estudar mais sobre esse “mundo das milhas” e ele é uma das referências que tenho.
    Continue a caminhada e boa sorte.
    ps: (se quiser fazer um post sobre cartões de crédito com as milhas ganhas, programas parceiros e salas vip, acharia muito interessante, principalmente para a maioria das pessoas que fazem uso de cartão de débito e deixam de ganhar milhas, mas não esquecendo dos cartões black do Sicoob e do Sicredi, que tem sido alternativas bem interessantes, tendo em vista que muitas pessoas não conseguem o santander black ou não querem pagar 1200 de anuidade no TPC, a fim de replicar conhecimento para pessoas que ainda não estão familiarizadas com este “mundo”)

  25. Daniel disse:

    Caro Fábio,

    Acompanho-o a anos e sou prova viva de quem não é rico e, graças aos seus ensinamentos, aprendeu que viajar de BUSINESS ou FIRST não é impossível.

    Ainda hoje, pesquiso meu email e vejo bilhetes que comprei no passado, via agências de turismo, voando em ANIMAL Class que, em valores absolutos (não estou nem falando de correção monetária), foram mais caros do que pago hoje.

    Aprendi MUITO nos últimos anos com seu site… hoje, ainda busco obter lições deste, ampliando o campo de “estudo” para alguns sites internacionais… e concordo quando fala de “preguiça” como inimigo de bilhetes incríveis em cias tops… caso não se pesquise, de nada adianta sonhar, pois estas “oportunidades” não estão disponíveis de forma contínua e veemente.

    Achei deveras pertinente seu post pois, de fato, as pessoas devem entender que dependem, no mínimo, para realizar sonhos de viajar Business e First, de analisar tabelas e valores de resgate de outras cias aéreas (que não MULTIPLUS/AZUL/SMILES), bem como que aeronaves são utilizadas nas rotas pretendidas. E, claro, acompanhar algum blog TOP de viagem, tal como o seu, não acreditando em blogs que só indicam e voam em uma única cia (AA por exemplo) ou que “enxergam” promoções “imperdíveis” diariamente (o Melhores Cópias).

    Enfim, não reiterarei elogios há muito feitos (gastaria muitas linhas em tal…rs), pois você já sabe a gratidão que tenho com sua pessoa.

    Se não fosse o pontapé inicial do seu site, em demonstrar a viabilidade de, ESTUDANDO o tema, viajar muito bem, eu nunca teria descoberto que é possível sim viajar FIRST e BUSINESS sem ser rico, a este tempo já conhecendo a FIRST QATAR e, até o final do ano que vem, FIRST ETIHAD A380, ASIANA e BRITISH.

    • Fábio Vilela disse:

      Daniel,
      Você sempre gentil e com as melhores palavras.
      Conforme respondi em outros comentários, não tem satisfação maior pra mim saber que as pessoas conseguiram mudar suas percepções e passaram a ver a possibilidade de viajar com mais conforto pagando até menos que uma passagem em classe econômica.
      Keep going!

  26. Leonardo disse:

    Sensacional! Mais um vez parabens por manter um site tao importante para os amantes de uma viagem mais confortavel sem custos exorbitantes.

    Fabio, você ja me deu dicas valiosas e agora estou com mais uma duvida. Costumo viajar frequentemente dentro do Brasil. Alem disso faco cerca de tres viagens internacionais por ano (America do Norte e Europa), sempre em classe executiva. Possuo o cartao TPC e Masterblack do Bradesco. Gosto de tirar passagens premios em executiva para meus destinos internacionais. Atualmente eu vinha usando o Amigo da avianca, mas venho encontrando muita dificuldade na emissao. Você acha que eu deveria concentrar minha milhas no Victoria da TAP? Por exemplo, irei para o Azerbaijao pela Turkish, coloco as milhas na TAP, ou mantenho concentrando no Amigo?

  27. Diandra disse:

    Fábio, ótimo post! Eu tinha desistido de viajar, o que mais amo, porque passava muito mal na econômica em longas distâncias. Descobri seu site, aprendi seus tutoriais, suas dicas e voila, conseguimos eu meu marido e minha filha viajar de executiva. Aprendi o real custo das milhas, aprendi a investigar, a esperar as promoções, a ler com calma e ser esperta para viajar de executiva pagando econômica. Já estamos com a próxima executiva da Delta marcada pro ano que vem a 65 mil milhas! Thanks to you!

  28. Karl Storrer disse:

    Fábio, excelente post. O maior obstáculo para o seu site é que brasileiro não gosta de ler. Eu já tinha viajado algumas vezes de business no final dos anos 90, quando o Tam Fidelidade cobrava 20 mil pontos por trecho na econômica e 40 mil na executiva, fixos e sempre tinha disponibilizar entre Brasil e EUA. E viajava como pagante também pela finada Tower Air e seus B747-100/200 ex PanAm que começou operando charters e depois passou a voar regularmente para o Brasil até 1997. Eles cobravam 350 dólares na econômica e 650 na Business na época do dólar 1 para 1. A econômica da Varig começava em 800 dólares entre SP e Miami. Só voltei a voar de Business de novo depois que comecei a acompanhar o seu site uns 3 anos atrás. Eu também acompanho outros sites internacionais como o OMAAT, Flyertalk, etc, mas sem puxa-saquismo, o seu é melhor, mais completo e mais detalhado. Graças a você já tenho as milhas da TAP para emitir First da LH para mim e para a minha esposa, mas só no ano que vem, no próximo verão europeu. Parabéns pelo trabalho.

  29. junior@hotmail.com disse:

    Só o fato de vc precisar fazer um post para “desenhar” algo que as pessoas deveriam saber por natureza demonstra o nível dos comentários que vc deve receber. Paciência e muito para continuar a nos ajudar, e não perca tempo com os haters…. rsrsrsrsrs

  30. Daniel disse:

    Fabio, muito obrigado por todas suas dicas, já usei diversas pra mim e para minha familia
    Mas a melhor de todas foi GRU – BCN – GRU com a SINGAPORE em first usando os pontos do AMEX, uma pena que perdemos
    Parabéns pelo trabalho, vida longa ao PP

  31. Marcus disse:

    Eu também agradeço ao Fábio por todas as dicas… e ja diase aqui uma vez… perfil de rede social exiate pra quem gosta daquele assunto/pessoa…. não gosta… suma…
    Sempre fui ligado em milhas… estreiei de executiva em um vôo tam gig x scl, ainda nos antigos a330, ainda antes do site. Ja viajei muito de milha, america latina, europa, eua. Quase morro quando alguém me diz que perdeu milhas por vencimento. Após conhecer o site, com as dicas do Fábio consegui maximizar as milhas e otimizar o uso. Aprendi a ficar ligado em qual cartão de credito ter, a buscar benefícios simples de serem obtidos, como Platinum na sixt, sem gastar um centavo, tudo graças ao trabalho do Fábio. Hoje concentro na tap que apesar de ter um call center pessimo, ainda permite muita facilidade de emitir.
    Parabéns Fabio…. keep working…. keep flying…

  32. Carol disse:

    Comecei a te seguir agora e estou muito feliz com as informações! Eu já viajei bastante de business pagando e dá uma dor no coração gastar esse dinheiro todo em uma passagem. Agora vou ficar esperta nas promoções para conseguir uma First, quem sabe? Hehehe. PS: adoro suas instastories. Vc é divertido demais! Parabéns pelo blog!

  33. Denise disse:

    Parabéns Fábio e obrigada por compartilhar tudo que sabe do mundo das milhas conosco!
    Aprendi muito com seu blog e desde então tento te imitar viajando de executiva, por enquanto, rsrsrs
    Mas a First me espera.

  34. Dani disse:

    Melhor impossível Fabito!!!!!
    Simplesmente fantástico seu relato. E para o povo chato: “seu recalque bate e volta em milhas!”

  35. sandro souza de lima disse:

    Fabio como voce ja disse uma vez “seu recalque bate e volta em milhas”kkk
    Meu amigo ja te sigo a algum tempo e hoje minha esposa é sua fã declarada. Graças a suas dicas ja viajei varias vezes de executiva e se me lembro umas 4 vezes foi graças as sua dica que a copa tava oferecendo platinum pra quem tinha algum nivel elite em outra cia; ou seja comprei economica e viajei de executiva pra LAS 4 vezes só porque vc deu a dica do Status MAtch. Então realmente não precisa ser rico pra viajar de executiva.
    Um grande abraço

  36. Joao Rubens Nogueira disse:

    Fabio,
    Graças a vc e suas dicas, quando comecei a acompanhar o site em 2015, a partir daí diria que em torno de 80% das minhas viagens são em executiva (a tão sonhada first Ainda não consegui alcançar), nunca paguei por uma passagem de executiva diretamente, apenas indiretamente às vezes pelas milhas com desconto! Sou muito grato a suas dicas, pois estou economizando de certa forma e viajando muito melhor! E viajo muitas vezes em mais de uma pessoa… e não desisto até achar minha tão sonhada passagem, persistência sempre, que 95% das vezes da certo, não perfeitamente, mas da certo sim!!! Obrigado e grande abraço

  37. Rod disse:

    Te amo ! As suas dicas também ! 🙂

  38. Fabricio disse:

    Eu nunca tinha viajado de executiva, depois que comecei a ler os seus posts, passei a utilizar a executiva, realmente basta seguir o que está escrito que não tem erro. Parabéns por ajudar muitas pessoas, tenha muito orgulho do que você faz.

  39. Fabricio O. disse:

    Fábio.
    Acredito que existe um outro componente na questão, que é o poder econômico de cada um/família.
    Algumas famílias (principalmente) fazem planejamento de gastos na ponta do lápis.
    Aqueles que moram fora do eixo de saídas internacionais ainda gastarão com passagens (milhas ou $$$) para esses pontos principais.
    No final das contas, o voo doméstico, que sai mais barato, acaba saindo mais compensador.
    E olha que eu nem entrei no mérito daquelas famílias que só podem viajar nos períodos de alta temporada, que sabemos que os valores de milhas sobem; isso quando está disponível a passagem por milhas né. hehehe

    Bem, é isso. Eu acrescentaria em sua relação de “motivos de impossibilidades”.

    Grande abraço

  40. Viajante disse:

    Eu não sou rico, nada perto disso, mas também estou na lista dos que conseguiram a primeira experiência em business graças aos ensinamentos do Passageiro de Primeira. Depois da primeira vez, já foram mais algumas outras, sempre a preços próximos ao que seria cobrado em econômica, e todas elas graças ao que é ensinado aqui. Valeu, Fábio!

  41. Christina disse:

    Fábio, nada a reclamar, só a agradecer suas dicas, tudo tão explicadinho, só mesmo a preguiça é que impede alguém de buscar a desejada emissão de uma passagem executiva ou first. E quando não entendemos, você explica de novo (ou mostra onde está a explicação no texto…rs). E aqui nos comentários você ainda conta com vários leitores que ajudam na explicação. Acho essa interação muito legal.
    Antes de acompanhar as suas postagens eu nunca tinha viajado em executiva, mas “seguindo o mestre” já consegui fazer cerca de 4 viagens internacionais na executiva. O problema é que agora fiquei mal acostumada! Kkkkk

  42. Ney Duarte disse:

    Vc arrasa Fabio, eu não perco uma dica, não sou rico , trabalho pra caramba, e ainda estudo muito sobre milhas , programas, rotas, para poder otimizar o máximo meus pontos, claro nem sempre consigo tudo do jeito que quero, mas só ém economizar e voar bem bacana, vale o esforço.
    E vc não é grosso, apenas não perde tempo com bobagem, e continue assim, doa a quem doer, to como vc !!!
    Eu me mato de pesquisar , e vem um engraçadinho as vezes falando besteira, ae escuta também !!!
    Abs e Bons Negócios !!!

  43. Douglas disse:

    Fabio, estou batendo cabeça tentado verificar disponibilidade de resgate da AA via multiplus. Tentei pelo seu tutorial mas o site da british não deixa pesquisar todas as cidades do brasil, como Manaus.

    Ai liguei para multiplus e busquei várias datas mas nada… O atendente me disse ainda que a tabela no site não é fixa e depende do dia, horário, número de conexões, o que não é a mesma informação apresentada pelo site.

    Acho que eles dão muito mais disponibilidade pra voos já fora do Brasil, como o que você fez recentemente com a Qatar.

    Será que no site da ibéria da pra fazer a consulta de disponibilidade? Tentei pelo próprio site da AA mas não bate com a multiplus.

  44. Rafael disse:

    Minha primeira viagem de executiva já está marcada, graças às suas dicas no site. BH-Lisboa em Janeiro/18 por R$1125,00.

  45. Cainã Lopes disse:

    Bem por aí Fábio! Nunca imaginei voar em executiva, minha renda é bem normal na realidade brasileira, e este ano fiz POA-LIS-POA em executiva por 40 mil milhas Smiles através de uma promoção que tu postou e pelo fato de eu estar preparado para uma eventual promoção. E no caso ainda consegui 4 passagens nesse preço, sendo que a maior parte das milhas foram compradas a um custo de 150 reais o lote de 10mil (clube Smiles), ou seja, R$ 600,00 ida e volta em executiva, bate qualquer econômica! E já teria emitido a próxima através da TAP, obtendo pontos no Clube Livelo por R$ 240,00 10mil pontos e transferindo com 100%, não fosse o nascimento do meu filho coincidir com o período de voo da última promoção.
    Mas é bem como você falou, grande parte das pessoas são preguiçosas, meus amigos perguntam como usar as milhas e tal. Tenho um e-mail bem detalhado e longo que mando pra eles, e a maior parte nem lê, só quer a dica mágica, como se existisse..

  46. Frederico Alves disse:

    Post maravilhoso! Sou a prova de que não precisa ser rico. Através das suas postagens encontrei o “caminho das pedras” e consegui viajar de primeira classe e de executiva e não sou rico, apenas soube aproveitar as suas dicas e oportunidades que me apareceram e hoje em dia fico atento ao site e a tudo o que me aparece em minhas pesquisas. Tenho até que te agradecer, porque se não fosse uma postagem sua, acho que tão cedo não teria tido a oportunidade de viajar de first pela Qatar. Obrigado!

  47. Guilherme P. disse:

    Fabio, parabéns pelo post! Ha 1 ano e meio sigo seu blog e o leio diariamente, seja nas atualizações, seja nos posts antigos. Nunca, digo nunca mesmo, havia colocado os pés em uma cabine executiva e, por conta do seu trabalho, já fiz duas viagens em executiva com a família. Ah, e a próxima já está agendada, e no Réveillon! Pra mim, esposa, filho e filha! Ainda não voei de First, mas, é coisa de tempo/planejamento! Uma vez mais, obrigado e bons vôos!

  48. Melissa Marques disse:

    Parabéns mais uma vez, Fábio!
    Realmente o que nos impede de voar melhor e mais barato é nossa preguiça.
    Obrigada por nos fornecer sempre informações preciosas. Minhas três últimas viagens foram em classe executiva aproveitando dicas suas de pontos.
    Super abraço!!!

  49. Rodrigo disse:

    Concordo que não é coisa de rico, você é a prova disso … não é empresário, não produz nada, não tem nenhum negócio ou necessidade real de viajar e está sempre viajando de primeira classe ou business sem motivo nenhum , apenas para avaliar (nada contra) mas quem não é tão leigo sabe que você depende dos cliques no site para poder bancar isso e você ostenta como se fosse um grande empresário (o que eu acho errado), mas enfim.

  50. Fabio Santos disse:

    Vc não teria comprado 300 mil na Tap, que viraram 600 mil, por 5.250 ao invés de 10.500? Uma das duas contas está errada, acho.

  51. Mauricio Cantelli disse:

    Perfeito Fábio.
    Infelizmente as pessoas acham que tudo cai do céu…
    Enquanto isso, vamos em busca dos bons postos!
    Parabéns pelas postagens.

  52. Silva disse:

    Bem assim Fabio ! Parabens pelas realizacoes ! breve emissao de mais 2 trips em exec por aprender aqui nos seus posts.

  53. Mirna disse:

    Muito bom o artigo! 👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼

Deixe uma resposta

Tudo sobre Programas de Fidelidade
As melhores avaliações de cabines de Primeira Classe e Classe Executiva do mundo
Luxuosas suítes de hotéis