fbpx

Air France testa veículos elétricos no aeroporto Paris-Charles de Gaulle

Aeroportos Notícias

Por Rafael Castro

Recentemente, escrevi uma matéria aqui no PP sobre as funcionalidades dos mais diversos veículos terrestres que a gente vê se movimentando pelos aeroportos. Naquela ocasião, esqueci de mencionar que a grande maioria desses equipamentos é movido por combustíveis fósseis, principalmente a gasolina e o diesel, que não são exatamente os mais indicados pensando na sustentabilidade do planeta. Nesse sentido, a Air France vem investindo em veículos elétricos que possam ser utilizados nas rampas dos aeroportos.

Imagem: Air France.


Mas o que é rampa?

O Dr. Aeroporto te explica: Rampa é o local onde as aeronaves são estacionadas quando chegam de um voo e ali são preparadas para fazer o próximo. Uma rampa pode estar junto a um portão de embarque (dando acesso direto ao terminal) ou então em qualquer outro local do pátio do aeroporto que seja designado para o estacionamento de aeronaves (posições remotas). As atividades que acontecem na rampa fazem parte dos chamados “serviços de handling“, sendo algumas delas as seguintes:

  • Carregamento e descarregamento de bagagens, cargas e passageiros;
  • Fornecimento de energia para a aeronave;
  • Parqueamento das aeronaves;
  • Manutenção de rotina;
  • De-icing (embora muitos aeroportos possuam locais específicos para essa atividade);
  • Abastecimento de combustível e óleo;
  • Abastecimento dos serviços de catering aéreo;
  • Limpeza dos aviões.
Rampa Aeroporto Ramp

Exemplo de rampa em um aeroporto.


As iniciativas da Air France

Como parte da sua política de desenvolvimento sustentável, a Air France tem a missão de diminuir pela metade as suas emissões de CO2 por passageiro até 2030. Para alcançar esse objetivo, a empresa está revendo várias das suas práticas em diversas áreas, tanto no solo quanto a bordo das aeronaves, tornando-as mais sustentáveis.

Já há alguns anos, a Air France tem se envolvido com a utilização de alguns veículos elétricos nas rampas dos aeroportos. No dia de hoje (03), a empresa testou fazer o handling de um voo Paris-Charles de Gaulle – Nova Delhi usando somente veículos elétricos produzidos pela start-up francesa CARWATT e pela TLD, líder mundial na produção de equipamentos de rampa. Alguns desses equipamentos são certificados ainda pela Solar Impulse Foundation, uma organização que visa identificar soluções limpas, eficientes e rentáveis para que mercados diversos consigam fazer a transição para uma economia mais sustentável.

Na ocasião foram utilizados os seguintes equipamentos/veículos:

Para o suprimento de ar da aeronave: ar condicionado modelo Lebrun TLD.

Ar Condicionado Air France

Air Conditioning Unit (ACU) elétrico utilizado para manter a temperatura no interior da aeronave enquanto os motores estão desligados. Imagem: Air France.

Para a transferência das bagagens entre o terminal e a rampa: trator elétrico Charlatte.

Para o embarque das bagagens na aeronave: esteira de bagagem elétrica CARWATT.

Para o embarque das cargas: loader elétrico da TLD.

Air France Veículos Elétricos

Imagem: Air France.

Para o push-back: trator elétrico sem barra de reboque da TLD.

Pushback Air France

Imagem: Air France.

O vídeo a seguir, somente em francês, mostra exatamente como funcionam as esteiras elétricas de bagagem desenvolvidas pela CARWATT em parceria com a Air France:

AIR FRANCE & CARWATT: électrification des tapis bagages from CARWATT SAS on Vimeo.

Apoiar a inovação e mobilizar seu ecossistema para desenvolver soluções econômica e ecologicamente viáveis é uma das principais prioridades da política de desenvolvimento sustentável da Air France. A companhia aérea, portanto, apóia o desenvolvimento de aeronaves inovadoras que ofereçam alternativas ao uso de combustíveis fósseis. A parceria entre a Air France e a CARWATT, lançada em 2017, combina eletrificação e economia circular, com a transformação de antigas esteiras de bagagem utilizadas nas rampas em esteiras com baterias de íons de lítio.

A TLD, fornecedora e parceira de longa data da Air France, está usando o hub da companhia em Paris-Charles de Gaulle como campo de testes para o desenvolvimento dos seus motores. Os engenheiros da companhia e da TLD logo testarão a abordagem autoguiada em condições reais (equivalente a um “estacionamento assistido” em carros) para os novos loaders elétricos usados para carregar cargas a bordo das aeronaves. Já imaginou um loader de container enorme chegando até a aeronave sozinho?

No final de 2020, cerca de 60% da frota de equipamentos de rampa utilizados pela Air France nos aeroportos onde a companhia opera seu próprio equipamento (Paris-Charles de Gaulle, Paris-Orly e demais aeroportos na França onde a própria companhia realiza os serviços de handling) será elétrica . Essa taxa será elevada para 90% em 2025, possibilitando a economia de 10.000 toneladas de emissão de CO2 por ano. Até 2030, a Air France pretende tornar suas operações terrestres neutras em carbono.

O voo Paris-Delhi foi operado por um Airbus A350, aeronave de última geração que consome 25% menos combustível do que a aeronave equivalente da geração anterior, graças à incorporação de materiais mais leves, compósitos e titânio.

Imagem: Air France.

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.