fbpx

American Airlines volta a vender passagens para voos operados com o Boeing 737 MAX

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A American Airlines divulgou uma mudança em seu cronograma de voos adicionando o Boeing 737 MAX 8 em uma de suas rotas entre Miami a Nova York. As aeronaves estão em fase de aprovação regulamentar pela FAA (Federal Aviation Administration) e seguem estacionadas desde março depois de dois acidentes fatais, totalizando a morte de 350 pessoas.


Voos operados com o 737 MAX

A American Airlines já está vendendo passagens para voos operados com o modelo, incialmente entre os dias 29 de dezembro de 2020 até 4 de janeiro de 2021.

  • AA718 – Miami (MIA) 10: 32 – Nova York (LGA) 13:30
  • AA718 – Nova York (LGA) 14:30 – Miami (MIA) 17:44

Alteração de passagem para outro voo

Muitas pessoas tem dúvidas se será possível alterar a passagem caso o passageiro não se sinta a vontade de voar no 737 Max. Especificamente no caso da American Airlines, o que está acontecendo é o seguinte.

Como o 737 MAX na rota acima substituiu um avião que já estava programado, todos os clientes que tinham reservas para voar no modelo anterior serão automaticamente acomodados em voos com outros modelos, ou seja, não serão remarcados para os novos voos com o 737 MAX.

Com isso, a AA está proativamente evitando que você voe no 737 MAX se não se sentir a vontade. Resumindo, você só vai voar no 737 MAX se fizer a reserva diretamente em um voo que está programado para ser operado por ele.


Retorno das operações no Brasil

No Brasil, a volta das operações deste tipo de modelo ainda passará por validação final da ANAC, que desde abril de 2019 faz parte do grupo de autoridades validadoras.

A suspensão dos voos com Boeings 737-800 MAX, ocorrida em março de 2019 no Brasil, foi sancionada por uma Diretriz de Aeronavegabilidade unilateral emitida pela ANAC. Na ocasião, algumas empresas aéreas já haviam voluntariamente suspendido suas operações com este modelo de aeronave.

O retorno das operações somente é possível com a revogação desta decisão pela Agência. Para isso, a ANAC está contribuindo com a FAA na verificação de que o processo de validação das modificações foi concluído satisfatoriamente.

Segundo a ANAC, para o retorno das operações também é necessário que o processo que comprova a segurança e o cumprimento com os requisitos de Certificação de Tipo para este modelo de aeronave seja concluído, além da avaliação de aspectos operacionais e de treinamento.

Para mais informações clique aqui.


Será que enfim o 737 MAX retornará aos céus?

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.