fbpx

Análise do novo aplicativo do Bradesco

Notícias

Por Lorenzo Firmino

Após algum tempo sem grandes atualizações na interface, o Bradesco reformulou seu aplicativo para iOS (atualização similar deve estar chegando ao Android). A grande novidade é a unificação dos antigos apps Bradesco, Bradesco Exclusive, Bradesco Prime e Bradesco Private Bank em um só aplicativo. Neste post faço uma análise das mudanças após duas semanas utilizando o ‘novo Bradesco’.novo App Bradesco


Um breve histórico do aplicativo do Bradesco

O Bradesco é o meu banco desde que eu me entendo por gente e posso dizer que sou um cliente satisfeito. Contudo, eu nunca fui um grande fã dos seus aplicativos. Como eu sempre tive um hobby por tecnologia, interface e design (isso vem lá de trás – de quando eu não era um #AvGeek) o app do Bradesco nunca me agradou como os serviços do banco agradam. Desde a 1ª versão para iOS e Android o aplicativo é uma ‘página-web adaptada em formato de app‘. O fator Wow! de design nunca foi uma prioridade da empresa no mercado mobile. Não posso dizer o mesmo quanto as funcionalidades, que sempre me atenderam bem.

Até que pintou essa nova versão!


Exclusive, Prime e Private Bank

Para o novo app o Bradesco resolveu simplificar as coisas e passou a chamá-lo de… Bradesco. Para quem não sabe, o banco usualmente publicava distintas versões do mesmo aplicativo na App Store e Google Play a fim de identificar seus diferentes clientes. Além do ‘original’ app Bradesco, tínhamos os apps Bradesco Exclusive, Bradesco Prime e Bradesco Private Bank.

Eu nunca entendi bem essa estratégia, mas sabia que era uma forma de valorizar seus clientes premium – o que por si só não fazia sentido na minha cabeça. Mais apps publicados significa mais trabalho para os desenvolvedores e posições espaçosas nos rankings das lojas de aplicativos. Em outras palavras, desmembrar um app em diferentes apps tornava todos mais fracos.

Isso finalmente mudou! Agora todos os correntistas do banco deverão baixar um único aplicativo “Bradesco” – e o legal é que eles continuam sendo reconhecidos de acordo com a sua modalidade: cada uma tem uma identificação visual diferente (veja nas primeiras imagens).


Migração automática

A migração para o novo app do Bradesco acontece de forma automática se você já tem instalado no seu celular uma das antigas versões. O sistema puxa automagicamente sua conta + a chave de segurança da versão anteriormente instalada no seu celular.

Eu fiz esse processo e levou poucos segundos. Se você pensa em não fazê-lo, tenho que alertar: os antigos apps Bradesco Exclusive, Bradesco Prime e Bradesco Private Bank já não estão mais disponíveis na App Store (embora ainda estejam no Google Play). Isso significa que se você não realizar a migração logo ficará eternamente travado em uma versão desatualizada.

Na dúvida, faça a migração em um dia que você tem disponibilidade de ir até um caixa eletrônico do Bradesco. Se algo não sair como esperado, você faz a ativação manual no novo aplicativo a partir do caixa eletrônico do banco.


Outras novidades

A tela inicial foi a maior reformulação em design já feita no app do Bradesco desde o seu lançamento. E, convenhamos, ela ficou bonitona! É possível reorganizá-la deixando em destaque seis serviços que você utiliza mais (no meu caso: Transferências, Pagamentos, Cartões, Débito de Veículos, Agendamentos e Comprovantes).

Outra novidade – pelo menos que eu não conhecia – é o leitor de PDF. Ao receber um boleto em PDF no celular, basta compartilhar com o app Bradesco para fazer o pagamento que os dados são automaticamente preenchidos (observe na última imagem).


Comentário

A nova versão do aplicativo Bradesco é uma excelente reformulação – ou, uma evolução no design, diria, com as boas funcionalidades que já estamos acostumados.

Há, contudo, espaço para melhorar. Todas as páginas do aplicativo continuam sendo ‘páginas-web adaptadas em formato de app‘. Imagine as possibilidades se cada página do aplicativo (como Transferências, Pagamentos e Cartões) fosse projetada pensando no mobile (como a novíssima tela inicial rica em cores, detalhes e informações). Fico na torcida para que o Bradesco recrie as demais páginas do aplicativo com o intuito de produzir algo único aproveitando todo o espaço da tela.

E você? Já testou o app reformulado do Bradesco? O que você gostou mais e o que você não gostou tanto? O que você sente falta? Compartilhe com a gente nos comentários!

Confira também a lista de cartões de crédito e débito brasileiros compatíveis com Apple Pay, Samsung Pay e Google Pay.

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.