fbpx

Austrália deixa de exigir testes pré-embarque para viajantes vacinados

Notícias

Por Equipe

A Austrália é mais um país cuja exigência de testes pré-embarque não é mais obrigatória. O país, que reabriu suas fronteiras em fevereiro, deixou de exigir os testes para todos os viajantes vacinados desde ontem (18).

Sydney

De acordo com o Ministro da Saúde da Austrália, Greg Hunt, os turistas ainda precisarão apresentar o comprovante de vacinação e usar máscara durante os voos. “Os viajantes internacionais que entram e saem da Austrália ainda serão obrigados a fornecer prova de vacinação contra o COVID-19. Os viajantes também serão obrigados a usar uma máscara em voos internacionais com base em orientações médicas”.


Vacinas reconhecidas

Você é considerado totalmente vacinado para entrar e sair da Austrália se tiver completado a pauta de vacinação de um imunizante aprovado ou reconhecido pela Therapeutic Goods Administration (TGA). As vacinas e dosagens atualmente aprovadas ou reconhecidas aceitas para fins de viagens internacionais são:

Uma dose da vacina da Janssen, ou duas doses dos seguintes imunizantes:

  • AstraZeneca;
  • Covishield;
  • Pfizer/Biontech;
  • Moderna;
  • Sinovac Coronavac;
  • Covaxin;
  • Sputnik V;
  • Novavax;
  • Sinopharm para pessoas com menos de 60 anos de idade.

O país também aceita a mistura de vacinas, desde que seja feita com as doses aprovadas.

A vacinação completa só não é solicitada para crianças com menos de 12 anos, para crianças não vacinadas (de 12 a 17 anos) viajando junto a um adulto totalmente vacinado, ou então caso você tenha um atestado médico que prove que você não pode ser vacinado com as vacinas da COVID-19.


Certificado de vacinação

Se você foi vacinado no exterior e não possui um Certificado de Vacinação Australiano (ICVC), será necessário apresentar seu certificado de vacinação estrangeiro à companhia aérea ou ao pessoal da embarcação. Viajantes vacinados em outros países podem apresentar certificados em formatos que atendam aos seguintes critérios:

  • Emitido por uma autoridade de nível nacional ou estadual/provincial ou um provedor de vacinação credenciado;
  • Escrito em inglês ou acompanhado de tradução juramentada;
  • Contendo no mínimo:
    – nome conforme consta no passaporte do viajante;
    – data de nascimento ou número do passaporte ou número de identidade nacional;
    – a dose de vacina que foi tomada;
    – a data de cada dose ou a data em que um ciclo completo de imunização foi concluído.

Os certificados podem ser apresentados de forma impressa ou digital.

Se você foi vacinado no exterior e deseja obter o Certificado de Vacinação Australiano, você pode adicionar suas vacinas ao Registro Australiano de Imunizações (AIR). Depois de ter feito isso, você pode solicitar um ICVC.


Declaração Digital de Passageiros

Apesar dos testes pré-embarque não serem mais obrigatórios, quem for viajar para o país (por via aérea) deverá preencher uma Declaração Digital de Passageiro (DPD).

Porém, enquanto o sistema do DPD atualiza os novos requisitos (como o fim dos testes pré-embarque), você precisará selecionar Estou isento dos requisitos de teste COVID da Austrália na seção de saúde da declaração. Isso produzirá a confirmação necessária para realizar o check-in. Não se preocupe com esse resultado – você será identificado como “atendendo aos requisitos de saúde COVID-19 para embarque”, desde que possa apresentar evidências de seu registro de vacinação COVID-19 ou prova aceitável de que não pode ser vacinado por motivos médicos. Para mais informações, clique aqui.

Você pode começar a preencher a declaração sete dias antes do seu voo e deve enviá-la antes de partir para a Austrália. Os passageiros que não concluírem o DPD antes da partida podem enfrentar atrasos desnecessários na chegada à Austrália.

Depois de enviar o DPD, você será informado que deve mostrá-lo (de forma eletrônica ou impressa) ao pessoal da companhia aérea responsável pelo seu voo antes do embarque. Você também precisará mostrar o documento quando entrar na Austrália.

A pessoa que não fornecer as informações de saúde pode estar sujeita a uma multa de atualmente 6.660 dólares australianos (aproximadamente R$22.836). Além disso, se a pessoa der informações falsas, ao governo australiano, poderá ser condenado a até 1 ano de prisão.

A Declaração Digital de Passageiros pode ser baixada na loja de aplicativos do seu smartphone, na App Store ou Google Play Store. Ela também pode ser preenchida on-line, através deste site.


LATAM retoma voos para a Austrália

Conforme publicado anteriormente, a LATAM retomou as operações para a Austrália e a Nova Zelândia em 29 de março. A companhia opera para os países partindo de Santiago, nos seguintes horários:

Os bilhetes para os voos entre Santiago (SCL), Auckland (AKL) e Sydney (SYD) estão disponíveis para a compra no site da própria LATAM, OTA’s (online travel agencies) e demais agências de turismo.


Comentário

O fim dos testes na entrada foi bem recebida pela indústria de turismo australiana, que foi prejudicada pelo fechamento de fronteiras e requisitos de testes de entrada, com o turismo doméstico sozinho não sendo suficiente para sustentá-lo.

Até então, todos os viajantes com destino à Austrália – tanto visitantes quanto cidadãos – tinham que realizar um teste PCR feito em até 72 horas antes de embarcar, ou um teste rápido de antígeno dentro de 24 horas antes do voo.

Para mais informações, acesse o site do governo australiano.

Supermercado
Supermercado
Ganhe 25% de desconto na primeira compra e 10% de cashback nas próximas!
Hotéis
Hotéis
5% de desconto + selos no Rewards em estadias até 31 de março de 2023!
Cartão BTG Pactual Black
Cartão BTG Pactual Black
Ganhe cashback ou pontos e IOF Especial!
Gerencie suas Milhas
Gerencie suas Milhas
6 meses grátis do AwardWallet Plus para novos usuários!
Clube 1.000
Clube 1.000
Receba 1.000 milhas por mês + 7.000 milhas bônus na hora!
Ver todos os cupons

Baixe o app do Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de programas de fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, voos e salas VIP, hotéis e lazer, cartão de crédito e promoções.