fbpx

Boeing recomenda que pilotos do 737 MAX façam treinamento em simulador

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A fabricante de aeronaves, Boeing, emitiu uma nota em que recomenda que pilotos realizem treinamentos no simulador do 737 MAX antes de voltar a operar a aeronave. A medida foi aconselhada pela fabricante por conta das mudanças que o avião passou durante este tempo em que está groundeado.


Nota da Boeing

A Boeing está recomendando o treinamento em simulador do 737 MAX, além do treinamento em computador para todos os pilotos do MAX antes de retornar ao serviço da aeronave. Esta recomendação leva em consideração nosso compromisso incansável com o retorno seguro dos serviços, bem como as alterações no avião e nos resultados dos testes. A determinação final será estabelecida pelos reguladores.

“A segurança é a principal prioridade da Boeing”, disse Greg Smith, CEO interino da Boeing. “A confiança do público, dos clientes e das partes interessadas no 737 MAX é extremamente importante para nós e com esse foco, a Boeing decidiu recomendar o treinamento em simulador MAX combinado com o treinamento em computador para todos os pilotos antes do MAX retornar com segurança para o serviço”.


Comentário

O impedimento de operação da aeronave veio por conta de dois desastres aéreos que culminou na morte de mais de 300 pessoas, entre o fim de 2018 e o começo de 2019. Desde que o MAX foi impossibilitado de prosseguir serviço, a Boeing tem intensificado os trabalhos para que o modelo volte a ser operado. Com isso, uma bateria de testes foram feitos para provar às agências do mundo todo que a aeronave é segura e que pode voltar a voar normalmente.

As aéreas também dependem do aval das agências reguladoras para poder voltar a trabalhar com o 737 MAX. O groundeamento de todos os modelos dessa aeronave, fez com que diversas companhias espalhadas pelo mundo cancelassem voos/rotas ou então diminuíssem a frequência.

Algumas dessas companhias entraram em um acordo compensatório com a fabricante, entre elas a American Airlines, que distribuiu a indenização com seus funcionários, que também foram afetados com a proibição do MAX.

Muitos apontam que, se voltar a ser operado, o Boeing 737 MAX será a aeronave mais segura do mundo. Por agora, a situação deve ser tratada com cautela e o treinamento em simulador se mostra bastante útil para familiarizar pilotos e prevenir futuros problemas.

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.