fbpx

Cia aérea Japonesa mostra onde os bebês estão sentados no avião

Notícias

Por Alexandre Zylberstajn

Essa é uma daquelas pequenas inovações, simples de serem implementadas, mas que deixam parte dos passageiros contentes!

A JAL, Japan AirLines, passou a identificar em quais assentos estão sentados os bebês em seus voos. Vejam o exemplo abaixo:

O ícone de uma criança identifica que um bebê está sentado naquele assento!

A novidade permite aos passageiros selecionar poltronas mais afastadas ou mais próximas dos pequenos aviadores!

O site da empresa esclarece que o ícone indicando a presença de um bebê aparecerá somente quando a reserva for feita diretamente pelo site da própria JAL e que pode deixar de aparecer se houver uma mudança de aeronave.


Comentário

Como pai de 2, tio de 7, amante das crianças e calmo por natureza, sou a favor de que ninguém deixe de viajar por conta dos filhos e, pessoalmente, não me incomodo com o choro e barulho no avião – sempre compreendi a situação (agora que sou pai, ainda mais! Rs).

Sou sempre muito aberto a qualquer melhoria que envolva crianças!  Essa funcionalidade é bem-vinda não apenas para quem quer garantir descanso mais silencioso em seu voo – mas principalmente para quem, como eu, tem receio de ser justamente o seu filho quem vai “causar” durante 12 horas com os  passageiros ao lado!

Pensem bem: não parece um ganha-ganha? A simples identificação do bebê ajuda a separá-lo daqueles que preferem sentar longe dos pequenos. E eu, por outro lado, adoraria não me preocupar tanto com os olhares de desaprovação de quem não entende o quão difícil pode ser entreter uma criança cheia de energia por  horas consecutivas em um espaço de menos de 80cm (por melhor educada que ela possa ser! Rs)!

Aproveito para dar mais um puxão de orelha na LATAM, que segue com a estratégia de não dar a opção dos pais decidirem se querem ou não pagar pelo assento do bebê na classe executiva – leiam meu post sobre o assunto.

O artigo sobre a segregação de bebês e crianças a bordo também pode ser interessante para os papais e mamães!

E vocês, o que acham da ideia de identificar onde estão os bebês a bordo? E que tal se identificassem também os roncadores e chatonildos de plantão? rs

Obervação do autor: Esse tipo de assunto que sempre envolve muita polêmica e não custa pedir civilidade nos comentários – vamos ter uma discussão saudável!

Fonte: TPG

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliações de voos, salas vips, hotéis, cartões de crédito e promoções.